quinta-feira, 30 de junho de 2016

DUAS ESCALAS PELA FRENTE

Minhas duas próximas escalas.

Domingo em Itaquera para Corinthians x Flamengo, 4 da tarde, ao vivo pelo Premiére e PFC Internacional, com William nos comentários, Fabíola Andrade e Anselmo Caparica nas reportagens.

Segunda no Recife com Sport x Palmeiras às 8 da noite, transmissão ao vivo pelo Sportv, Premiére e PFC Internacional, com William, Fabíola Andrade e Vitor Bastos nas reportagens.

Os dois jogos pela 13a rodada do Brasileirão.
Já atingindo 1/3 do campeonato.

Ótimo final de semana pra todos!!!!

segunda-feira, 27 de junho de 2016

RODADA -12-

Meio de semana com rodada completa do Brasileirão.

Décima-segunda.

Começa na quarta com Flamengo x Inter, dois times que vêm de derrotas.

Tem ainda Vitória x Sport, clássico nordestino, no Barradão.

Chapecoense x Cruzeiro na Arena Condá.  Time mineiro subindo, o catarinense caindo.

Teremos o Atle-tiba no Couto Pereira.  Se agita a torcida paranaense com o histórico clássico.

O lanterna América Mineiro receberá o Corinthians.

Choque de tricolores no Morumbi:  São Paulo x Fluminense.

Tem também Grêmio x Santos em Porto Alegre.   O tricolor vem de duas derrotas, o Peixe vem de duas vitórias.

Na quinta-feira mais 3 jogos.
Santa Cruz x Ponte no Recife.  O Santinha está na zona de rebaixamento.
Líder Palmeiras joga em casa com o Figueirense.
Galo x Botafogo em Belo Horizonte.

Boa rodada a todos !!!





domingo, 26 de junho de 2016

PORTO ALEGRE NA QUARTA

Nesta semana que começa tenho escala de trabalho para quarta-feira.

Porto Alegre.
7 da noite.
Grêmio x Santos pelo Brasileirão.
12a rodada.

Tricolor gaúcho vem de duas derrotas e está em quinto lugar.
Peixe vem de duas vitórias e está no G4.

Transmissão Sportv(menos RS), Premiére e Pfc Internacional.

Nessa comigo, Batista nos comentários, Júlio César Santos e Anselmo Caparica nas reportagens.


sexta-feira, 24 de junho de 2016

MELHORAR O MUNDO. E A NOSSA CONVIVÊNCIA.

Mesmo crendo firmemente na imortalidade do espírito, à cada informação da partida de um amigo do Plano Físico eu fico triste e passo a refletir ainda mais sobre nossa responsabilidade por aqui.

Os desafios diários da vida, as desavenças, as intrigas, tudo é componente essencial para o nosso exercício de crescimento interior.
Ninguém veio ao mundo somente para passear, embora tenhamos direito à felicidade e a usufruir das boas coisas da vida.

Porém, caso tivéssemos somente sucesso e vitórias é óbvio que nos acomodaríamos e deixaríamos de buscar o crescimento espiritual, que na verdade é o principal objetivo perante o Universo Inteligente.

Tenho pena daqueles que desconhecem a Lei de Causa e Efeito ou que a ignoram.

Tudo o que plantarmos nesta existência provocará bons ou maus frutos lá na frente.
E esse "lá na frente" não se prende somente à esta vida presente, mas à extensão de jornada cósmica.
Está mais que provado sobre a pluralidade de existências.

E aqui, neste momento, estamos apenas numa das etapas evolutivas do nosso ser interior.

E não se trata de uma visão simplesmente religiosa - embora muitas tenham este foco - mas de como o Universo tem suas regras e normas.

Os que comandam o Cosmo, de inteligência acima de qualquer indagação, têm propósitos e fins com os mundos e com aqueles que os habitam.
E a Terra está nesse contexto, obviamente.

Por tudo isso, quando alguém encerra sua jornada física e passa a viver em continuidade numa outra esfera ou dimensão, vem a reflexão e o "balanço" de tudo o que foi feito.

Nossa consciência, que não é física e portanto não falece com o corpo material, segue viva e com seus conflitos ou satisfações.
É ela que irá nos dizer se estivemos no caminho certo e o que precisa ser corrigido em outra oportunidade que nos será dada.

É certo que num processo paulatino de evolução cósmica ninguém vai se aprimorar completamente em apenas uma existência, seja neste ou em outro Planeta.

Ninguém sai do curso primário direto para a faculdade sem os degraus normais de aprendizado em estágios de níveis.
Assim também é a nossa rota de crescimento.

Portanto, vivamos intensamente esta etapa mas com parcimônia, equilíbrio, amor ao próximo, compreensão dos fatos, honestidade nas ações e nos propósitos.

Errar, sim, pois ainda somos mentalmente infantis, entretanto buscar aprimorar o comportamento ético, social e moral, é o caminho.

Desafiar tudo isso é perda de tempo.
Contestar é um direito, mas certamente com um preço a ser pago.
E entender o mecanismo do Universo é contribuir para uma convivência melhor.

Melhorar o mundo é nos melhorarmos interiormente.









terça-feira, 21 de junho de 2016

TORCIDA ÚNICA.

Em meu recente post toquei no assunto VIOLÊNCIA.

Volto ao tema.

Fica claro com o que estamos assistindo na Eurocopa que a violência é praga mundial.

Os imbecis proliferam em todos os cantos do planeta.
A ignorância da inteligência é plena.
Raciocinar para essas pessoas é algo que não consta das suas vidas.

Evidente também que a droga chamada ÁLCOOL é componente forte que contribui para os atos violentos entre essas pessoas que se dizem torcedoras.

Que eles queiram se matar até compreendemos pela total falta de raciocínio inteligente, o problema porém se prende aos circunstantes, ou seja, os inocentes ao redor.

As autoridades, na minha modesta opinião, fazem o possível para conter, mas diante da covardia das ações e de estratégias fica impossível agir com cem por cento de eficiência.

Quando se apregoa que os clássicos sejam disputados apenas com a torcida do time mandante, eu apoio.
Não é bom para o espetáculo, sabemos disso, punem-se aqueles que não são violentos, porém as autoridades policiais têm coisas mais importantes a cuidar na sociedade.

Deslocar grande contingente policial para conter vândalos no futebol acho incoerente com o papel social inerente aos cuidadores da segurança.

Não se trata de matar o gado por causa dos carrapatos, absolutamente, mas de se priorizar o trabalho em prol da comunidade na segurança e não se ocupar exclusivamente com as coisas do futebol e seus vândalos.

Torcida única é uma boa.
Não quero que o dinheiro dos meus impostos seja empregado para cuidar de imbecis travestidos de torcedores, com a única intenção de brigar e se atracar com outros homens.

Policiamento no futebol é necessário mas que não seja reforçado com grande contingente apenas para cuidar de bandidos.  Isso não é honesto com o dinheiro do povo.






terça-feira, 14 de junho de 2016

QUEM PRATICA A VIOLÊNCIA.

É um sonho pensar em eliminar a violência no mundo.

Mas é imperioso persistir no combate à ela.

Desistir, jamais.

Os grandes países não conseguem erradicar os atos terroristas assim como não é possível acabar com a violência dos "torcedores" nos estádios e fora deles.

No Brasil não é diferente, é óbvio.

As punições a Palmeiras e Flamengo pelos incidentes em Brasília foram brandas e diferentes.
Entendo que as duas agremiações mereciam penas iguais, uma vez que a punição maior coube ao clube paulista.

Mas saindo do mérito das penas, sempre entendi que a culpa pela violência é dos VIOLENTOS.

Podemos atribuir responsabilidade às autoridades, é claro, a quem não cuida direito da prevenção, mas o violento é que detém o maior peso das ações.

Por isso é que os violentos precisam ser apenados fortemente, contundentemente.

Muitos deles mesmo após receber punição pesada não abandonam o crime.
Isto se comprova em trocentos casos.
Mas de qualquer maneira a punição tem de existir e com requintes de alta severidade.

Mas repito, não rezo no time daqueles que atribuem EXCLUSIVAMENTE a culpa pela violência às autoridades.
Outra verdade é que as autoridades policiais não dão conta da onda violenta que assola o planeta.

Foco nos verdadeiros responsáveis, que são os VIOLENTOS.

Punição a eles.

Repressão a eles.

Repúdio geral e irrestrito.














segunda-feira, 13 de junho de 2016

MORRE OSVALDO PISONI

Morreu em Americana aos 89 anos de idade OSVALDO PISONI.

Pisoni foi um grande goleiro à partir da década de 50.
Jogou por grandes clubes brasileiros e pela Seleção Paulista em várias oportunidades.

Elegante, alto, esguio, Pisoni era um galã da época e sempre manchete de revistas e jornais.

Foi ele quem tomou o primeiro gol do Maracanã numa partida inaugural entre as seleções carioca e paulista.

Acabando a carreira de jogador ele se formou em Odontologia e passou a trabalhar até os últimos anos de vida.

O primeiro esportista a projetar o nome da cidade de Americana.

Seu pai e seu irmão Athos também foram grandes jogadores na posição.
* Athos foi campeão pan-americano de tiro no México nos anos 70.

Tive a honra de entrevistá-lo algumas vezes em programas de rádio e tevê da cidade.

Desfrutava da sua amizade.

Minhas homenagens a ele e solidariedade à família.



sexta-feira, 10 de junho de 2016

RANDAL JULIANO, UM MESTRE DA COMUNICAÇÃO.

Registrei os 10 anos da morte física de Fiori Gigliotte e quero também falar de um outro mestre da comunicação que faleceu em junho de 2006.

Dois dias depois da partida de Fiori morria em São Paulo, RANDAL JULIANO.

Randal fez de tudo no rádio e na televisão.

Era inteligente, talentoso, culto.

Tive o privilégio de conviver com Randal nos tempos de rádio.
Eu na Gazeta e ele na Jovem Pan.

Fizemos muitas viagens juntos e sempre conversávamos bastante.

Randal comentava futebol, escrevia sobre a vida e o futebol, era muito crítico em relação a tudo, pois sua cultura e inteligência eram de grande amplitude.

A comunicação deve muito a ele.
Contribuiu brilhantemente, sempre.

Fica a saudade, fica a história do mestre RANDAL.






quarta-feira, 8 de junho de 2016

SANTA CRUZ x SANTOS, DOMINGO NO ARRUDA.

Minha próxima escala no Brasileirão é na capital pernambucana, Recife.

Domingo as 7 da noite teremos Santa Cruz x Santos ao vivo Sportv/Premiére e PFC Internacional.

É no estádio José do Rego Maciel, o Colosso do Arruda, que existe desde 1972.

Certa vez o Arrudão recebeu 96 mil pessoas para Brasil x Bolívia.   1993.

Na transmissão estarei com William Machado, Tiago Medeiros, Alessandro Jodar e grande equipe.


sábado, 4 de junho de 2016

O GÊNIO FIORI!

Quarta-feira, dia 8, serão 10 anos da morte física de FIORI GIGLIOTTE.

Véspera da abertura da Copa do Mundo de 2006.

Doce figura, além do extraordinário comunicador.
Caipira do interior paulista, como ele mesmo se rotulava, Fiori narrava as partidas de futebol com doçura, poesia, romantismo, era mágico na formulação das frases.

Em suas palestras dava ênfase às coisas da vida, do amor ao próximo e à necessidade de todos terem muita fé, não importando em qual religião.
Ele emocionava com suas palavras, eloquência, com lições de viver.

As transmissões de Fiori eram como um mantra para os fãs e também aos jovens que sonhavam narrar futebol um dia.

Privei da amizade do mestre.
Trabalhei com ele na Rádio Bandeirantes/SP entre 1980 e 1984.
Fiori prezava muito seus admiradores e jamais negou um sorriso, um autógrafo, uma foto sequer.

Recebeu dezenas e dezenas de títulos como "Cidadão" em municípios brasileiros.
Fazia todos os esforços para comparecer aos eventos onde era convidado.
Dificilmente deixava de comparecer.
Ele tinha um compromisso de fidelidade com quem o admirava.

Falei pelo telefone com ele cerca de 20 dias antes de sua partida.

Batemos um longo papo e o velho mestre já reclamava de muitas dores nas costas.
Me informava de vários exames que faria para detetar o problema.

Foi tudo muito rápido.
A doença já estava em estado avançado e a medicina pouco pode fazer.

Ele nos deixou mas o legado moral foi grande.
Para a história do rádio esportivo, um ícone.

Recentemente sua grande companheira, dona Adelaide, também deixou o Plano Físico.
Fizeram uma rica parceria nessa passagem terrena.

Rendo todas as homenagens.
Fui amigo, seu fã, e é claro que continuarei a se-lo.

Em todas as atividades há os excelentes profissionais e há também os gênios.

Fiori foi um GÊNIO!










EDUCAÇÃO E RESPEITO!

Acho que todos queremos mudar o mundo.
Pelo menos as pessoas de bem o querem.

Mas se quisermos fazer isso é preciso começar individualmente.
Começar por nós mesmos.

No relacionamento com a família, amigos, colegas de trabalho, com quem não conhecemos, enfim, manter o respeito nas relações humanas.

O que temos visto, infelizmente, são algumas pessoas sem um "bom dia" ou um "boa tarde", começarem a despejar impropérios ao semelhante.

Na minha atividade, então, a de jornalista esportivo, isso é o que mais prevalece.

Ocorre especialmente através de mensagens sem identificação, anonimas.
O que na verdade detona um acentuado grau de covardia e de imbecilidade.
Além da grande deformação de caráter.

As pessoas que nutrem o ódio, o rancor, a inveja, deveriam saber que esses sentimentos corroem a alma, o espírito e desfecham no corpo físico através das doenças.

E o comportamento deplorável se prende a assuntos de pouca importância, como é o caso do futebol.
Esse esporte é maravilhoso, necessário à sociedade, empolga, diverte, preenche as vidas de muitas pessoas, mas não é tão importante como outras atividades na comunidade.

E há pessoas que se comportam pessimamente quando o assunto é futebol.
Elas se transformam, agridem, deformam o comportamento, acabam se tornando ridículas.

Vez ou outra recebo aqui comentários desse naipe.
Não os deleto e publico, principalmente pelo aspecto democrático e também para servirem de péssimo exemplo a todos.

As vezes haverá o silêncio, que também é poderoso em sua essência.
Outras vezes haverá respostas no intuito de alertar os deseducados sobre o que estão fazendo, e quem sabe provocar alguma mudança de comportamento.















sexta-feira, 3 de junho de 2016

CRUZEIRO x SÃO PAULO NO DOMINGO.

Minha escala do domingo pelo Brasileirão é em Belo Horizonte.

O jogo é Cruzeiro x São Paulo pela sexta rodada.

Mineirão.

Transmissão do Sportv ( menos MG ) à partir das 18 horas.
No Premiére para todo o Brasil.

Estarei nessa com Juliano Belletti nos comentários, Pedro Augusto Correa e André Hernan nas reportagens.
Mais dezenas de profissionais envolvidos na jornada, no local e na retaguarda/Globosat.