terça-feira, 16 de outubro de 2018

GAROTADA SUB-20 DECIDINDO.

Nesta quinta-feira trabalho na primeira partida das finais do Brasileiro SUB-20.

Vitória x Palmeiras em Salvador, no Barradão, 21:30.
Ao vivo Sportv.

Garotada boa de bola em campo e é claro já com DVDs espalhados por todo o Mundo através de seus empresários.

Vale a pena conferir.

Estarei com Ricardinho nos comentários, mais os repórteres Alessandro Jodar e Danilo Ribeiro.


segunda-feira, 15 de outubro de 2018

PREMIÉRE AO VIVO.

Volto a narrar nesta semana.

Sábado tem São Paulo x Atlético PR no Morumbi às 7 da noite.
Trigésima rodada.
Vamos para a reta final do campeonato.
O Furacão vem de 2 vitórias expressivas ( dois 4x0 em América e Sport ) enquanto o Tricolor não vence há 5 rodadas.

Partida que terá transmissão do Premiére.

Estarei nessa com Wagner Vilaron, Fabíola Andrade e Thiago Crespo, além de dezenas de profissionais envolvidos na missão.

Uma boa semana a todos.

sábado, 13 de outubro de 2018

PITACOS, APENAS PITACOS.

Sei que é de pouca valia a minha opinião, mas não posso me furtar a dar alguns pitacos sobre o momento político e de campanha que estamos vivendo.

E a constatação é das piores possíveis.

Afora respeitosas opiniões ( e estas sempre as de ponderação e equilibrio ) o que se ouve e lê são disparos raivosos, odiosos, com pedras na mão, que em NADA contribuem para a resolução dos problemas nacionais.

Entendo minimamente que a reação dos raivosos é fruto de tudo o que estamos sofrendo no cotidiano ( violência, desgoverno, falta de empregos e etc ) mas se refletirmos só um pouquinho veremos que NENHUM salvador da Pátria irá num toque de mágica resolver as questões cruciais do País.

A ferida é maior e não está concentrada unicamente em quem irá presidir o Brasil.

Temos uma conjuntura política, sistêmica, viciada, difícil de ser modificada num estalar de dedos.

Ninguém sobe uma escadaria de 50 degraus num único salto.

E o primeiro passo, no caso, seria uma compreensão de tudo o que está ocorrendo, sem paixões e desequilibrios.

Eleição num processo democrático precisa de estudo, avaliação, reflexão.

À partir do fato de nos preocuparmos mais com a eleição do Presidente do que com o Congresso já estamos incorrendo em erro.

Menos mal que grande parte do Congresso está sendo renovada.   Ufa!    Isso dá alento.

Mas é no Legislativo que deveríamos concentrar mais diretamente nossas atenções.

Um bom Presidente depende da Câmara e do Senado para a aprovação de suas idéias e projetos políticos.

Como depende também de conchavos (infelizmente) e acertos para obter sucesso junto aos deputados e senadores da República.

Mas esse jogo político viciado do "toma lá, dá cá" até que seria suportável se os interesses do povo fossem priorizados.

Porém não é o que ocorre.    É o que temos visto claramente.

Os políticos, lamentavelmente, só se preocupam exclusivamente com o povo em época de campanha.
Ah, mas temos as exceções, diriam alguns.
Sim, temos, mas essas exceções fazem parte da fatia menor e acabam sendo impotentes em seus anseios republicanos.

Quem sabe agora com uma perceptível renovação do Congresso a coisa mude.

Mas quanto ao Presidente de plantão, seja quem for e em qualquer época, é menos importante que a formação do quadro de parlamentares.

Minha visão é simplista aos olhos de quem estudou e estuda os meandros da política, mas reforço que muitas vezes a resolução dos problemas está no SIMPLES, no PRÁTICO, no arroz com feijão, ou no Beabá da Política.

Além de tudo isso e só pra não passar batido, é óbvio que a raiz está na ÉTICA, na boa MORAL, na RETIDÃO de conduta e na responsabilidade de quem pratica a política.

Sem essa base sólida da personalidade e do caráter TUDO vai por terra.

E é o que temos visto na história deste País chamado Brasil.

* E vejam que não entrei na profundidade da política quanto às linhas de esquerda, direita, centro ou o que quer que invoquem.   Essa matéria a maioria da população não conhece, não entende, pois precisaria de estudos dessa matéria, que é complicada, diga-se.

Se não temos em nossa área educacional o conteúdo mínimo exigido para a formação das crianças e jovens, como sonhar em ter orientação política e profundidade do assunto.

Em tese, a população deveria ser conhecedora disso tudo, mas diante do quadro que se nos apresenta, ela quer ATITUDES dos legisladores e dos executivos.
Ela paga os impostos, vota, para o devido e justo retorno social, além da consideração respeitosa que merece.

Seja qual for a linha filosófica política numa democracia o alvo a ser atingido é o INTERESSE COMUM.     É dar ao contribuinte o justo retorno do que foi arrecadado.    É prover a população de escolas, saúde, saneamento, dignidade social.

Amigos e amigas, são apenas reflexões.

E nunca precisamos tanto de reflexões, pensamentos, avaliações e tudo mais.






segunda-feira, 8 de outubro de 2018

POLÍTICA. DECEPÇÕES. CONSTATAÇÕES.

Por que me calo em época de eleições?

Primeiro porque pouco entendo de política apesar de entender muito bem as manobras que nela os oportunistas praticam.

Há tempos que deixei de acreditar no discurso da imensa maioria dos políticos.

Vejo principalmente nas campanhas que o oportunismo e a hipocrisia campeiam escandalosamente ofendendo e menosprezando a inteligência de todos nós.

Vou às urnas desde os anos 70 e tive uma experiência em campanha nessa época, onde as decepções começaram a surgir à minha frente.

Não é preciso dizer que generalizar é sempre um erro e muitas vezes uma injustiça.
Mas o balanço é que é forte no sentido de que a pilantragem prevalece.

Os que têm boas intenções e propósitos tem sido engolidos pelo viciado sistema político.

Na verdade, tudo tem raiz na conduta moral e ética das pessoas.
Comportamento reto, honesto, digno, é que norteia o rumo das coisas.
E infelizmente a política tem um poder funesto de tirar proveito dos defeituosos de caráter.

E tem sido assim ao longo da história brasileira.

Outra coisa que contribui para que os políticos profissionais cresçam e apareçam é o fato de sempre serem endeusados, bajulados e colocados num pedestal que não merecem.

Político jamais deveria ser idolatrado.
Eles, eleitos, nada mais fazem que nos representar publicamente e com o dever de nos defender.
São muito bem remunerados, tem equipes de apoio além do necessário, vantagens exageradas em todos os sentidos, afora outras benesses indevidas.

Fico indignado quando vejo alguém beijando políticos, querendo selfies, dando tapinhas nas costas, pois ídolos verdadeiros temos em outras áreas, como na ciência, na benemerência, no sério trabalho espiritual e por aí vai.

O político quando atende à população nas áreas básicas e essenciais está simplesmente fazendo sua obrigação, cumprindo o que prometeu quando empossado no cargo.

Idolatrar políticos é dar alimento à sua vaidade e ao seu pretenso empoderamento.

As reformas que o País verdadeiramente precisa não saem do lugar.   São empurradas para a frente descaradamente há décadas.

E nesse aspecto sou pessimista, pois do jeito que a classe política trabalha(?) nenhum presidente de plantão conseguirá mexer nas feridas abertas.
É uma indolência e uma conveniência revoltantes.

Me desculpem o pessimismo, mas a vida ao longo de meus quase 70 anos é que me mostrou um quadro escancarado disso.

E nada é modificado num piscar de olhos.
O processo é lento, demorado, e muitas vezes emperra por conta da irresponsabilidade dos que são eleitos.

Que os otimistas estejam certos.




sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Folga nas escalas de transmissão dos canais Sportv/Premiére/PFC Internacional.

Volto depois do dia 15/10.


sexta-feira, 28 de setembro de 2018

DOMINGO NA VILA

Volto à Urbano Caldeira.

Domingo 4 da tarde tem Santos x Atlético Paranaense pelo Brasileirão.
Rodada 27.
Duas equipes com praticamente os mesmos números no campeonato.
Campanhas semelhantes.

Duelo que na história já tem 92 anos.    Tudo começou em 1926.

Última vitória do Furacão na centenária Vila Belmiro foi em 2005 (12 jogos).

Transmissão do Premiére.

Estarei na jornada de trabalho com Wagner Vilaron, Gláucia Santiago, Thiago Ribeiro e grande equipe.




quarta-feira, 26 de setembro de 2018

SANTOS x VASCO NA QUINTA.

Nesta quinta-feira jogam Santos e Vasco no Pacaembu.
Jogo da terceira rodada.

8 da noite.

Enquanto o Peixe vem reagindo no campeonato, o Vasco ainda precisa de uma boa sequencia na pontuação para espantar a zona do rebaixamento.

Partida terá transmissão pelo Premiére, PFC Internacional e Premiere-Play.

Estarei nessa com Sérgio Xavier comentando e as reportagens de Livia Laranjeira e Thiago Crespo.