quarta-feira, 16 de agosto de 2017

A CHAPE ESTÁ DE VOLTA.

A Chapecoense volta ao Brasil.

Depois do jogo com o Barcelona e de outros compromissos pelo planeta, a equipe catarinense pega domingo o Palmeiras em São Paulo.

O jogo é às 7 da noite.

E de volta ao Brasileiro terá que se dedicar ao máximo porque está nas últimas posições da tábua de classificação.

Ainda tem o jogo com o Corinthians que será dia 23, quarta-feira próxima em Chapecó, correspondente à primeira rodada do returno.

Já o Palmeiras segue entre os 4 primeiros e mantendo-se na zona da Libertadores-2018.

Estarei nessa jornada de trabalho com os amigos Mauricio Noriega, André Hernan, Filipe Cury, Serginho Mourad, Fred Chimeli e grande equipe Globosat envolvida.

Rodada 21.

No primeiro turno foi 1 a 0 para a Chapecoense.






terça-feira, 15 de agosto de 2017

ESTAMOS MELHORANDO ???

Quem produz o ódio vai contra as diretrizes do Universo Inteligente.

Se quiserem, esqueçam as religiões e seus dogmas, mas pensem em algo racional e concreto como é o Universo e suas Leis.

As religiões foram criadas pelo Homem e têm muito valor, quando trabalhadas e exercidas com pureza e honestidade.

Mas o que vale mesmo é a Balança Cósmica, aquela que pesa as ações que mobilizam as energias.

É claro também que quem ainda pratica o Ódio está longe de uma boa compreensão disso tudo, pois seu estágio evolutivo é primário, ou pré-primário.
* Isso se entendermos e aceitarmos a Sucessão de Existências, algo que muitos negam e repudiam.

Mas se não for assim, como explicar tantas e tantas coisas ao nosso redor?

Acontecimentos inexplicáveis(?) somente se justificam com a Lei de Causa e Efeito.
Colhe-se o que se planta, e não necessariamente aqui nessa Passagem.    Há muitas Passagens e já houve tantas e tantas outras.

O mundo atual está envolvido em ódio, vingança, ciúmes, exatamente pelo estágio evolutivo de quem o habita.
E pela BAGAGEM que trouxemos de outras paragens.
E daqui levaremos a BAGAGEM deste momento vivido para outros desafios.

Ainda somos criancinhas cósmicas brigando por causa de brinquedinhos.
Fazendo traquinagens às escondidas.
Ainda não crescemos.
E ai daquele que não se esforçar para crescer.
Estamos aqui EXATAMENTE para exercitar o aprendizado e nos desvencilharmos dessas picuinhas infantis.

Dotado de inteligência, a inquietude do Homem só se explica pela sua ignorância existencial.
É o que ele tem para o momento.   E ela deve ser compreendida.
Mas, por outro lado, deve ser criticada, pois só persiste no crime e na maldade quem não quiser MUDAR, dar um passo rumo à EVOLUÇÃO.

Todo dia, toda hora, temos a oportunidade de MUDAR.       Para melhor.

E também de procurar melhorar o semelhante, o próximo.

Há mundos melhores - isso é muito claro - e com energias ótimas para se viver.
Mas enquanto não merecermos tais "locais" deveremos seguir na labuta do crescimento.

Tudo é MERECIMENTO.

Fazer por MERECER.

Essa é a meta inteligente do Universo.

Perguntinha final:  Será que estamos nos esforçando???







sexta-feira, 11 de agosto de 2017

COMEÇA O SEGUNDO TURNO.

Virada a página do Brasileirão, vai começar o segundo turno.

O líder e invicto está de folga.
Deveria enfrentar a Chapecoense mas com a viagem do time catarinense à Europa, o Corinthians vai somente assistir à rodada.

Já o Grêmio, vice-líder, pega o Botafogo no Rio, duelo que se repetirá nas quartas-de-final da Libertadores à partir de 13 de setembro.
Duas das equipes de melhor rendimento na atualidade brasileira.
Jogo bom.

O Peixe joga na segunda-feira com o Fluminense.
É o encontro do terceiro colocado com o nono.
Dois treinadores cascudos ali na área técnica: Levir Culpi e Abel Braga.

O traumatizado Palmeiras vai ao Rio enfrentar o Vasco esperando se reabilitar e se manter na zona da Libertadores-2018.
O time cruzmaltino é o 12o. colocado e segue cumprindo punição do seu estádio.

Outro jogo de rica história teremos em BH.
Galo x Flamengo.
Também ainda sob o trauma de sair da Libertadores, o Atlético tenta se recuperar diante do rubro-negro que aguarda Rueda, o seu novo treinador.
O time mineiro precisa de reação no Brasileirão, pois está bem perto da zona de rebaixamento.

O sexto colocado do campeonato joga em casa, Ilha do Retiro, pegando a Ponte Preta.
Mesmo vindo de derrota para o Corinthians, o Sport está com moral na competição, sempre se mantendo na zona da Libertadores ( ou pré-Libertadores ).
Luxemburgo arrumou o Leão pernambucano.
Já a Macaca caiu muito de rendimento e preocupa a sua torcida.

Cruzeiro vai a São Paulo enfrentar o Tricolor no Morumbi.
Jogo das 11 da manhã no domingo.
Segue delicada a situação do time paulista, enquanto a Raposa está encostada no Z-6.
Mas o jogo é de ótima recomendação pra se ver.

O Furacão, depois da batalha intensa na Vila Belmiro pela Libertadores, vai receber o Bahia em Curitiba.
Choque direto.    Três pontos separam as duas equipes na tábua de classificação.

Em Goiânia o Coxa pega o lanterna.
Se aparentemente o jogo se apresenta como fácil para o Coritiba, é nessas horas que todo cuidado é pouco.
Desesperado, o Dragão goiano vai com tudo diante de sua torcida para ganhar os 3 pontos.

Desespero mesmo teremos em Salvador.
Encontro do antepenúltimo e o penúltimo do campeonato.
Vitória x Avaí.
O rubro-negro baiano vem de grande resultado no Rio onde ganhou do Flamengo.
Tá com moral.
O time catarinense não vence há 3 rodadas.
Que duelo!

Chapecoense x Corinthians ficou para o dia 23 de agosto em Chapecó.

Boa rodada a todos!!!











quinta-feira, 10 de agosto de 2017

NEUROSE HISTÓRICA NAS CONVOCAÇÕES

Saiu mais uma convocação da Seleção.

Desde pequeno e de quando passei a me interessar pelo futebol, sempre nas convocações pintaram reclamações, protestos e etc.

É normal.

O futebol envolve paixão e cada um se acha um treinador brilhante.
Sem falar das preferências clubísticas e simpatias por esse ou aquele jogador.

Me lembro que para as Copas de 58 e 62 - quando o Brasil foi campeão - o burburinho foi monstruoso, alimentado na época pela rivalidade SP/Rio, os dois estados que dominavam as listas dos chamados.

Gaúchos e mineiros ficavam à margem das convocações.   Nordestinos, então, nem pensar em ter um jogador na lista da Seleção.

E assim foi ao longo dos tempos.

O treinador tem suas preferências, visões táticas, simpatia por esse ou aquele atleta.
E também influências políticas, é claro, quanto a regionalismo e tudo mais.

Nunca foi diferente.

A neurose coletiva quando o assunto é CONVOCAÇÃO chega a impressionar.

Todas as seleções brasileiras que foram campeãs mundiais viajaram sob protesto de muita gente, além de desconfiança geral.
Assim é o futebol, assim são as cabeças.

Juro que tento - teimosamente - deixar pra lá tudo o que ouço e leio nessas horas, mas não me conformo com a AUTORIDADE com que muitas pessoas criticam e dão receitas certas(?) para as conquistas.

E nisso incluo a minha classe, a de jornalistas da área do esporte.

É evidente que palpitar é do jogo, faz parte.
Futebol sem discussões e quedas-de-braço não teria graça.
Mas me incomoda a empáfia e a soberba de alguns que se julgam melhores que os outros.

Talvez porque sempre tenha visto esse esporte com alguma frieza.
Ganhar e perder, para mim, realmente fazem parte do jogo.
Um dia se vence, noutro se perde.
Então é esperar a HORA de ganhar e entender a HORA das derrotas.

E respeitar quem tem a responsabilidade de convocar, treinar e escalar.




sexta-feira, 4 de agosto de 2017

SANTOS EM FLORIPA.

Minha escala do final de semana é em Florianópolis.

Domingo, 7 da noite, na Ressacada, Avaí x Santos.
Sportv(menos SC), Premiere e Premiére-Play.

Última rodada do turno.

A transmissão tem início às 18 horas pelo Sportv.

Estarei com William Machado comentando, Alessandra Flores e Pedro Mota nas reportagens.

Um ótimo final de semana pra todos!

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

HOJE E AMANHA.

As duas escalas do meio de semana.

Quarta, 21:45, Santos x Flamengo, Pacaembu, Premiére ao vivo.
Com Noriega, Caparica, Mota e grande equipe Globosat.

Quinta Morumbi.
19:30
São Paulo x Coritiba, ao vivo pelo Premiére também.
Com William Machado, Livia Laranjeira e André Hernan.

Bom futebol pra todos!!!

terça-feira, 1 de agosto de 2017

CONSCIÊNCIA TRANQUILA É TUDO.

Sobre torcedores acharem que tal narrador está "torcendo" por esse ou aquele time na hora do jogo, sempre conto algo acontecido em 1995 na decisão Santos x Botafogo pelo Brasileiro.

Naquele dia eu estava nos estúdios da Band de plantão caso houvesse algum problema com a transmissão de Luciano do Valle.
Isso sempre acontece, ou seja, um locutor fica na cabine para qualquer eventualidade técnica na transmissão vinda do estádio.

Na época o Band tinha o programa SHOW DO ESPORTE e cerca de 30 meninas trabalhavam como atendentes ao telefone, pois sempre havia no final o sorteio de um belo prêmio aos participantes.

Passou a bola rolar para as atendentes enlouquecerem com as ligações.

A todo momento torcedores de Santos e Botafogo reclamavam com elas sobre o narrador Luciano do Valle.
Na avaliação dos santistas, Luciano "torcia" pelo Botafogo na transmissão.
Já os botafoguenses chiavam dizendo que o locutor estava torcendo pelo Peixe.

E isso foi durante os 90 minutos da decisão.

Nós, narradores, já nos acostumamos com tal comportamento de alguns torcedores.

A paixão acaba tendenciando a definir que o comunicador está "contra" sua equipe de coração.

Já o narrador, ele vive o MOMENTO dos lances e jogadas, e especialmente quando o gol acontece.
Ele vibra com qualquer lance, seja da equipe A ou B.
E se o time mandante - com maior número de torcedores no estádio - faz um gol ou uma grande jogada, é natural que o SOM AMBIENTE ressalte a vibração do narrador.
Nem por isso o locutor está tomando partido dessa ou daquela agremiação.

Sabemos que esse tipo de manifestação do apaixonado torcedor jamais irá acabar.

Nós, comunicadores, temos responsabilidades.   Somos profissionais e não torcedores quando no empenho da transmissão.
Temos nome a zelar.
Nossa preocupação maior durante uma partida de futebol é com tudo o que está ocorrendo na transmissão, buscando oferecer qualidade de som, imagem, relato, opinião e informação.

Aprendemos a respeitar todas as bandeiras.
Time grande ou time pequeno, para nós, merece dignidade e respeito.

Talvez seja difícil a compreensão do torcedor quanto ao nosso papel.

Entendo que podemos ser julgados por incompetência, falta de recursos e tudo mais, porém quanto à honestidade de propósitos e empenho profissional creio que merecemos respeito.

Assim como todo profissional merece respeito, em qualquer atividade, desde que o faça com responsabilidade, ética e fidelidade de princípios.

Outra maldade que as vezes se comete é dizer que o locutor está atrelado a interesses da sua emissora em favorecer essa ou aquela agremiação.
Tenho quase 50 anos de profissão e NUNCA fui "orientado" a tendenciar para qualquer time de futebol, por onde passei.
E não aceitaria tal imposição, por ter dignidade e prezar muito meu nome e reputação.

As críticas irão continuar, mas minha consciência ( e dos companheiros ) seguirá limpa, em paz e serena.