segunda-feira, 15 de setembro de 2014

MUNDIAL DE VÔLEI FEMININO.

Ficarei praticamente 1 mês fora das narrações do futebol pelo Sportv/Premiére.

Viajo na sexta-feira, dia 19, para a cobertura do Mundial feminino de vôlei.

As meninas brasileiras vão tentar pela primeira vez o título da competição.
Falta esse título para o vôlei feminino brasileiro.

A competição acontecerá na Itália.
Na primeira fase o Brasil jogará em Trieste.
Serão jogos contra Bulgária, Camarões, Canadá, Turquia e Sérvia.
Passando para a segunda fase a seleção deverá jogar em Verona ou Modena.
A fase final será em Milão.

Viajo com Marco Freitas, Felipe Brisolla, Juliana Mattos, Ailton Amalfi, além de companheiros cinegrafistas e operadores.

É ano de Mundiais em várias modalidades e com a presença do Sportv.

A estréia brasileira será contra a Bulgária no dia 23 deste mês de setembro às 3 da tarde, horário de Brasília.

Boa sorte pra Seleção comandada por José Roberto Guimarães e Paulo Cocco.


quinta-feira, 11 de setembro de 2014

DOMINGO EM BH

Domingo vou a Belo Horizonte.

Transmissão Sportv e Premiére.

Galo x Grêmio, 18:30, no estádio Independência.
Sportv para toda a rede, exceto Minas Gerais que poderá ver no Premiére.

Estarei na jornada com Mauricio Noriega, Josino Ribeiro, Elton Novaes.

Segunda rodada do returno do Brasileirão.



quarta-feira, 10 de setembro de 2014

PAIXÃO, PAIXÃO, PAIXÃO.........

Reflexões a respeito daquele acontecimento na Arena Grêmio com aquela torcedora sendo flagrada ao ofender o goleiro Aranha....

Um fato triste, comprovadamente, pois fica difícil aceitar qualquer tipo de discriminação, quando todos somos falíveis, errantes, frágeis em nossas atitudes morais diárias.
Cor da pele, raça, preferência religiosa, nada disso define caráter.

Mas o que também me chamou a atenção foi a declaração da moça escancarando sua "maior paixão".  Pelo Grêmio.

A entidade gaúcha tem uma linda história, um dos maiores clubes do planeta, um orgulho para o futebol brasileiro.
Isso é indiscutível.

Porém, em termos gerais, sociais, reputo muito mais importante que as pessoas AMEM em primeiro lugar, por exemplo, a família.....
Que AMEM a si próprias.
O futebol vem bem depois na ordem de importância na nossa existência.

Não é de bom alvitre que se priorize o futebol, antes de família, saúde, educação, trabalho e etc.

Que o futebol envolve, enlaça, emociona, tudo isto é óbvio.
Mexe com as emoções, evidentemente.
Mas deve ser encarado como uma DIVERSÃO, um entretenimento, embora seja competitivo e conduzido profissionalmente no mercado.

Minha colocação não despreza nem minimiza a importância desse esporte, mas tenta colocá-lo no devido lugar dentro das prioridades humanas, sociais.

Não é concebível que se pratiquem crimes em decorrência de amor ao futebol, ao clube.

Não se concebe que pessoas agridam, desrespeitem, aviltem a honra de outrem por causa do futebol, de resultados, de gols anulados, pênaltis não marcados e essas coisas.......
E isto temos visto a todo instante, lamentavelmente.

Entendo que é muito gostoso apreciar o futebol, saboreá-lo, senti-lo intensamente, mas sem descontrole emocional exacerbado, irracional às vezes.

Não nos tornemos ridículos ao extremar sentimentos em torno de um jogo de futebol, de um campeonato, ou de uma cor de camisa.

Discussões saudáveis são ótimas, troca de interpretações sobre este ou aquele jogador, analisar lances e seus desfechos é muito bom, MAS com limites e respeito ao próximo.

Ah se aquela menina gaúcha que ofendeu duramente o goleiro Aranha direcionasse a sua PAIXÃO para a sua própria vida com a mesma intensidade.......

Ah se refreássemos os instintos toda vez que o assunto fosse futebol.....

Ah se passássemos a respeitar o semelhante, seja em qualquer circunstância......

Ah se crescêssemos de verdade, contribuindo para um mundo melhor.......

Temos participação no caos moral que hoje assola o País.
Pequenas atitudes do dia a dia, com agressões e desrespeito, contribuem para piorar o "astral" do planeta....

Creia nisso!



segunda-feira, 8 de setembro de 2014

QUARTA NO PACAEMBU.

Nesta quarta a escala de trabalho me coloca no Pacaembu.

Brasileirão, primeira rodada do returno.

7 e meia da noite tem Palmeiras x Criciúma.
Transmissão ao vivo do Premiére em Alta Definição.

Estarei na missão com Ivan Andrade e André Hernan.




sábado, 6 de setembro de 2014

ATLÉTICO x PALMEIRAS, AO VIVO.

Neste domingo vou a Curitiba.

Vou trabalhar no jogo Atlético Paranaense x Palmeiras pelo Brasileirão, última rodada do primeiro turno.

A equipe atleticana não venceu nas últimas quatro rodadas do campeonato, e nos últimos 7 jogos só obteve uma vitória.
O técnico Claudinei Oliveira inicia o seu trabalho à frente do CAP.

Já o Palmeiras busca um novo caminho agora sob a direção de Dorival Júnior.

Nossa transmissão será à partir das 5 e meia da tarde, porém o jogo começa às 18:30h.

Transmissão do Sportv(menos estado do Paraná) e PFC Internacional.
O estado paranaense poderá acompanhar à partida através do Premiére FC.

Estarei nessa jornada de trabalho com Belletti, Nadja Mauad, Felipe Diniz aos microfones.


segunda-feira, 1 de setembro de 2014

GALO x PALMEIRAS EM BH

Quinta-feira vou a Belo Horizonte.

Copa do Brasil, jogo que vai definir o classificado entre Atlético e Palmeiras para as quartas-de-final.

Transmissão do SPORTV e PFC INTERNACIONAL às 8 da noite.

Quem passar irá pegar Corinthians ou Bragantino, que se enfrentarão um dia antes.

Estarei no estádio Independência com Wagner Vilaron, Belletti, Felipe Diniz e grande equipe de geração, produção, coordenação e apoio.




sábado, 30 de agosto de 2014

É PRECISO COMBATER ENERGICAMENTE.

Há muitas coisas repugnantes na vida.
Muitas.
Ainda estamos em processo de aprendizagem, social, moral e ética.
Os erros humanos até que são compreensíveis, exatamente por estarmos ainda aprendendo a viver e a conviver.
Mas as repreensões e punições fazem parte do processo e precisam ser fortes, enérgicas.

Os fatos de racismo e qualquer outra discriminação necessitam de mão forte punitiva aos seus praticantes, para corrigir e para exemplificar aos demais seres humanos.

No futebol ocorre algo interessante e é certamente objeto de estudos por parte dos profissionais da área da psicologia.
O cidadão à partir da sua entrada em um estádio parece receber um alvará amplo para agir totalmente livre de métodos éticos e morais.
Ele se transforma e pensa estar imune a qualquer punição da lei.

Quantas pessoas conhecemos que no cotidiano agem com lhaneza de conduta, são profissionais bem sucedidos, excelentes chefes de família, mas que ao adentrar um estádio se transfiguram de maneira até assustadora.

As injúrias raciais continuam acontecendo.   No Brasil e fora dele.
A herança cultural de muitas pessoas sobre suposta superioridade a outras raças, por ser branco ou rico, é uma imbecilidade que precisa ser combatida.
Nesse ponto invoco a possível carência de formação espiritual/religiosa.
Somos filhos do mesmo Universo.
Corre em nossas veias sangue da mesma cor.
A pele é decorrência exclusiva da miscigenação, da mistura de raças.   Só isso.

Por tudo isso é que precisamos combater energicamente toda manifestação que agrida, ofenda, pessoas que tragam na pele esta ou aquela cor.
Assim como também as diferenças de crenças, credos e por aí vai.

Em resumo, precisamos CRESCER.

E as punições são indispensáveis, ainda que entidades ou agremiações sejam arroladas no processo, para quem sabe inibir futuros contraventores.