terça-feira, 31 de maio de 2016

ELES NÃO MERECEM A NOSSA IDOLATRIA

Sigo preenchendo este nosso espaço com pensamentos, reflexões, minhas escalas de trabalho e tudo mais.

Tenho enfocado ultimamente um tema que julgo importante para todos nós e especialmente para o País em que vivemos.

Sempre tive um certo incômodo ao verificar as idolatrias.   Todas elas.

É evidente que respeito a todos, assim é viver e conviver em sociedade, porém diante do que está acontecendo na vida política do Brasil eu entendo que precisamos repensar o foco de idolatria.

Nossos políticos sempre foram idolatrados, venerados, colocados num pedestal que sinceramente não merecem e nunca mereceram estar.

Basta recuperarmos na história política os ÍDOLOS de todos os tempos.

Uma hora ou outra os podres aparecem e a revelação de como se tornaram "ídolos" são estarrecedoras.

Um homem público está para trabalhar pela Nação e simplesmente isso.
Não é para ser condecorado, supervalorizado, elevado ao mais alto grau de admiração.

Eles se submetem a um mandato político para SERVIR.  É o desiderato principal.
Não precisamos elogiá-los a ponto de colocá-los em um altar.

Trabalhar bem pelo povo é DEVER de quem se propõe a tal.

Como seres humanos, falíveis como todos somos, esses indivíduos quando investidos de altos cargos políticos, passam a sofrer o assédio dos fãs e dos oportunistas de plantão, de maneira que acabam se julgando uns deuses.
Passam a ser idolatrados e concluem que TUDO PODEM.

Eles se acham acima da lei e do bom comportamento ético e social.
E aí se esborracham em falcatruas, deslizes, e coisas mais graves.
Metem a mão no dinheiro do povo sem qualquer pudor.

E como têm a malfadada isenção da punidade ou imunidade parlamentar, deitam e rolam e riem de todos nós.

Já escrevi e repito o que penso.
Passou da hora de darmos uma geladeira em todos eles.
Chega de idolatrar quem não merece pois não é ídolo de nada.

No momento em que esvaziarmos os comícios, showmícios e derrubarmos a audiência dos programas eleitorais, estaremos começando a mudar os rumos do Brasil.

Não tenho nenhum político como ÍDOLO.
Nunca tive.

Estão todos a serviço do POVO.
E só isso.
Nada mais em especial.








segunda-feira, 30 de maio de 2016

CLÁSSICO EM ITAQUERA

Escala de trabalho no meio de semana pelo Brasileirão me coloca em Itaquera.

9 da noite tem Corinthians x Santos, ao vivo no Premiére.

Comentários de Juliano Belletti, reportagens de Tiago Maranhão e Joanna de Assis.

Quinta rodada.


sexta-feira, 27 de maio de 2016

PONTE x FLAMENGO, 11 DA MANHÃ!!!

Neste domingo vou a Campinas para trabalhar em Ponte x Flamengo.

O jogo é as 11 da manhã.

Transmissão ao vivo do Premiére.

Quarta rodada do Brasileirão.

Na jornada estarei com Wagner Vilaron, Daniel Moreira Dias e grande time envolvido na missão.


terça-feira, 24 de maio de 2016

IDOLATRAR POLÍTICOS? JAMAIS!!!!!!

Como brasileiro não posso me furtar a tocar no assunto que mexe com todos nós, que é a situação social, econômica, financeira e política nacional.

Nunca vivemos uma era de tamanha decepção com os políticos brasileiros.

Escândalo em cima de escândalo.
Hipocrisia alarmante na postura da maioria dos envolvidos.
Muitos são pegos com a mão na grana e ainda negam com ares de arrogância e prepotência.

É a falência moral.

Não sei, confesso, como ainda há pessoas que idolatram os políticos, se há décadas vimos sendo enganados por eles.
Eles mentem, enganam, vilipendiam o patrimônio público de todas as maneiras.

O político brasileiro, e aqui me permitem generalizar, está totalmente desmoralizado.

Se tem alguém que ainda acredita em algum, peço desculpas pela minha posição radical, pois eliminei todos eles de uma provável lista de candidatos a voto no futuro.

Não vejo como algum deles possa merecer a nossa confiança.

Eles estão envergonhando a Nação.
Políticos de partidos A, B, C, D e vai até o Z.

Precisamos começar a tratá-los com rigor, e parece que isto já começou, felizmente.
Mas é preciso parar com idolatrias.
Se precisamos ter ídolos, que tal partirmos para outras personalidades que não estejam ligadas ao mundo da política?

Eles cavaram a própria sepultura.
Hoje todos sabem que os desvios de dinheiro, as propinas, a ilicitude da grana nas campanhas políticas, e tudo mais, acontecem há muito tempo e dilapidam o patrimônio social brasileiro.

E os reflexos do mau comportamento dessa gente está na nossa frente, na frente de todos.
Educação falida, saúde, segurança pública, tudo em grau de miséria.

Somem-se os bilhões e bilhões de reais ( ou dólares ) desviados por esses anti-brasileiros e vejam quanto poderíamos estar equilibrados nessas áreas sociais tão importantes.

Por isso repito:  se alguém ainda acredita em algum político ou idolatra alguém, por favor pense no País exclusivamente.  Pois o Brasil está sendo a grande vítima de todos eles, os irresponsáveis.

Chegamos a um ponto que simplesmente trocar de "comando" é apenas trocar de barganhadores.
É preciso algo mais contundente no cenário e principalmente um "troco" bem dado nesses políticos desleais com a Nação, seja na hora do voto ou sei lá quando.

Chega de idolatrar quem jamais foi ídolo.
* e reforço:  de todos os nomes, de todos os partidos e facções.










segunda-feira, 23 de maio de 2016

40 ANOS DE SÃO PAULO

Agora na metade do ano 2016 vou completar 40 anos de trabalho em empresas da capital paulista.

E foram poucas.
Fundação Cásper Líbero(rádio e TV Gazeta), Rádio e TV Bandeirantes e atualmente Sportv/Globosat.

Cheguei em 1976 à Gazeta depois de ter participado de um concurso para narradores e levado pelos amigos Roberto Petri e Galvão Bueno.

Estive na casa de Cásper Líbero até dezembro de 1980.

Convidado por Osvaldo dos Santos e Flávio Adauto - então os que dirigiam o esporte na rádio Bandeirantes - assinei com a emissora do Morumbi.

Fiquei 3 anos e meio atuando pela rádio Bandeirantes.
Já fazendo alguns trabalhos na televisão Band acabei sendo contratado pela PromoAção, empresa de Luciano do Valle, no segundo semestre de 1983.
* depois a PromoAção se transformou em Luqui.

Luciano chegava à Band, mesmo ainda cumprindo contrato com a Record até dezembro daquele ano, montando a equipe e implantando o depois vitorioso projeto SHOW DO ESPORTE.

Ele somente pôde estrear pela Band à partir de janeiro de 1984 quando findou o seu contrato com a Record.

Fiquei na Band até janeiro de 1999 quando meu contrato se encerrava e com a chegada de Jota Háwilla para comandar o esporte da televisão.

Meu nome não constava da nova equipe Band com o comando de Háwilla.

Dois meses e meio depois do meu desligamento da Bandeirantes fui convidado a trabalhar no canal Sportv.

Já se passaram 17 anos e sigo prestando meus serviços profissionais ao Sportv, uma casa que me acolheu aos 50 anos de idade e onde nessa faixa etária aqui no Brasil a pessoa já é tida como velha e ultrapassada.

Portanto, com esse histórico, completo quatro décadas de trabalho na capital paulista, um sonho desde que comecei a fazer rádio em Americana ( minha cidade ) em 1969.

47 anos de atividade profissional e disso muito me orgulho.
Tempo em que muito fui prestigiado e ajudado por tanta gente.
Impossível enumerá-los e nominá-los.

O agradecimento é amplo, geral.

Mas em especial à minha família, sempre com carinho e incentivo a seguir na missão.






CORINTHIANS x PONTE, AS 11 DA MANHÃ.

Escala do meio de semana me leva a Itaquera.

Quinta, feriado, 11 da manhã, tem Corinthians x Ponte pelo Brasileirão.

Transmissão ao vivo do Premiére e PFC Internacional.

Terceira rodada.

Estarei na jornada com Mauricio Noriega, Tiago Maranhão, Alessandro Jodar e dezenas de companheiros no local e na retaguarda/Rio/Globosat.




domingo, 22 de maio de 2016

PÉ-FRIO !!!

A paixão cega algumas pessoas, já ouvimos dizer.

No caso do futebol, então, isso se acentua muito.
É claro que toda paixão precisa ser compreendida e no caso do futebol entendo perfeitamente aqueles que estão mergulhados nesse sentimento.

Ontem, sábado, o Palmeiras perdeu para a Ponte Preta e recebi alguns comentários de que isso aconteceu porque "eu" narrei o jogo.   Que sou pé-frio...e por aí vai.

Tudo perfeitamente compreensível, pois o torcedor apaixonado tem de desabafar em alguém.

E prova maior de que a paixão cega as pessoas é que uns dias antes também "narrei" Palmeiras x Atlético Paranaense e o Verdão goleou por 4 a 0.
Aí ninguém me chamou de pé-frio.

Vida que segue, com o futebol apaixonante e seus seguidores.






sábado, 21 de maio de 2016

MACACA x VERDÃO, AO VIVO!!!

Neste sábado trabalho em Campinas pelo Brasileirão.
Segunda rodada.
Ponte x Palmeiras, 4 da tarde, ao vivo Premiére e PFC Internacional.

Na jornada, William Machado, Fabíola Andrade, Daniel Moreira Dias e grande equipe.

Torcedores reclamando da alta nos preços dos ingressos, mas mesmo assim Moisés Lucarelli deverá receber um bom público.

Palmeiras não perdeu nas últimas 8 partidas e a Ponte empatou fora na rodada de abertura.

Faz 3 anos que Ponte e Palmeiras não se enfrentam no Majestoso.
E pelo Brasileirão o confronto não acontece em Campinas desde 2012.

Bom final de semana a todos.



quinta-feira, 19 de maio de 2016

FORTE RESFRIADO

Um congestionamento nas vias aéreas me impede de narrar hoje Vitória x Portuguesa pela Copa do Brasil em Salvador.

O grande amigo e super competente Eduardo Moreno estará nessa pelo Sportv às 21:30 com William, Renan Pinheiro e Thiago Crespo, mais grande equipe de produção local e retaguarda.

Tratamento intensificado aqui para no sábado estar OK e trabalhar em Ponte x Palmeiras, 4 da tarde, Campinas, pelo Premiére e PFC Internacional.


segunda-feira, 16 de maio de 2016

CHUTES. TODOS CHUTAM.

O tema é velho, mas sempre merece ser abordado.

Me refiro a quem gosta de futebol e se gaba de saber TUDO de tática, técnica e tudo mais.

Não excluo deste meu comentário todos nós jornalistas/radialistas e nem poderia excluir.

Quando caímos do cavalo - bem no popular - somos muito criticados e as vezes escrachados, porém é perfeitamente compreensível que erremos nos prognósticos.
O futebol é surpreendente.
Além de todos os estudos táticos e da ciência introduzida nele, sempre é bom considerar que o futebol é um JOGO.

Qualquer falha individual - ou coletiva - num único lance acaba modificando tudo o que foi planejado e arquitetado pelos treinadores.
Nem sempre ganha o mais forte.
Há também as fases alternativas dessa ou daquela equipe.

Tudo acontece quando a bola rola, dentro ou fora de qualquer expectativa.

Não dá para cravar NADA nesse esporte.

Sem falar das falhas da arbitragem e que podem mudar a história de uma partida.
* pondere-se que os erros dos juízes são também compreensíveis, posto que são humanos e sujeitos a equívocos.

Mas com tudo isso, é gostoso acompanhar os palpites, os chutes dos torcedores e observadores, as análises dos comentaristas, dos treinadores, de todos enfim.

E pra encerrar e reforçar como o futebol é surpreendente, vejamos o campeonato inglês agora com o título do Leicester, quando a maioria apostava no Chelsea, Manchester e outros fortes times de lá.




QUINTA EM SALVADOR

Na próxima quinta-feira estarei em Salvador.

Jogo pela Copa do Brasil.   Jogo de volta.
Vitória x Portuguesa no Barradão.
Começa às 9 e meia da noite.
Ao vivo no Sportv.

Na primeira partida em São Paulo foi 0 x 0.

Quem se classificar nesse confronto pegará o Cruzeiro na terceira fase.




sexta-feira, 13 de maio de 2016

BRASILEIRÃO - EU GOSTO!

Vai começar o Brasileirão-2016.

Décimo-quarto ano consecutivo no formato de turno e returno, pontos corridos.

O futebol brasileiro continua exportando jogadores e também por isso sigo valorizando bastante o nosso campeonato e as categorias de base de vários clubes.
Há o papel dos empresários, é claro, mas isto hoje é realidade em todo o Planeta.

Podemos estar desatualizados no plano tático em relação aos europeus, mas no item "talento individual" o Brasil segue muito bem.

Estivéssemos tão mal como muitos apregoam e os magnatas europeus não estariam constantemente em busca dos nossos atletas.

Devemos reconhecer que a organização do campeonato melhorou, embora continuemos a discutir sobre o calendário nacional.
Há divergências sobre nos adaptarmos ao calendário europeu, se é correto ou não.

A nossa realidade cultural, climática, se encaixaria no sistema de datas da Europa?

O estudo deve ser profundo e técnico para que a conclusão seja boa e cabível.

Mas com a bola rolando reafirmo que gosto do campeonato brasileiro.
É o certame que dá aos clubes uma base de programação, em todos os sentidos, para resultados técnicos.

Não fosse o sistema de pontos corridos algo positivo e os estudiosos europeus já teriam modificado seus campeonatos nacionais.

Que continuem os torneios "mata-mata" pois a galera gosta e a televisão também, mas um nacional é preciso ser jogado nos moldes atuais, com turno e returno, e com o melhor sendo campeão.

E o fato de se criticar um campeonato longo como o Brasileirão tem muito a ver com o nosso atual estado de espírito, qual seja o de estarmos envolvidos pela ansiedade do cotidiano e de querermos que tudo seja resolvido imediatamente.

Os europeus sabem lidar com os pontos corridos serenamente e os mantém intactos há décadas e décadas.
E se tanto nos miramos no comportamento e na organização deles, por que criticarmos o nosso Brasileiro de pontos corridos?

Mas a discussão é sempre válida e é dela que surgem as luzes do futuro, em qualquer setor de atividade.






quinta-feira, 12 de maio de 2016

COMEÇA O BRASILEIRÃO

Minha primeira escala no Brasileirão é sábado.

Palmeiras x Atlético Paranaense, 4 da tarde, com transmissão ao vivo pelo Premiére e PFC Internacional.

Estarei com William Machado nos comentários e Anselmo Caparica nas reportagens.


terça-feira, 10 de maio de 2016

TODOS SOMOS RESPONSÁVEIS.

Impressiona como o povo está assustado com a situação política do País.

Nunca vi isso.

Poucos estão alheios ao que está acontecendo no mundo da política brasileira.
A maioria está amedrontada e é até compreensível, porque os efeitos recaem exatamente sobre quem paga os impostos e se depara com os preços no cotidiano.

E principalmente sobre os assalariados, que vêm a todo momento os empregos serem extintos, amigos perderem as colocações profissionais, uma repressão assustadora.

E tudo isso pelos desmandos administrativos em todas as áreas: federal, estadual e municipal.

O mau gerenciamento da coisa pública e é claro os desvios criminosos de recursos em detrimento do básico, qual seja, educação, cultura, saúde, levam todo o País ao caos social.

O político nunca esteve tão em baixa como neste momento.
Ainda bem que o povo parece estar despertando de um sono profundo e começando a falar alto.
Mas isso somente será comprovado quando vierem as eleições, pois o temor de repetição dos erros é algo a ser pesado.

Acredito que estejamos distantes de um amadurecimento político para sanear a máquina, como também sei que os homens públicos ainda não estejam a altura dos cargos que exercem.

Mas é chegada a hora do BASTA.
Disso tenho certeza.
E este meu comentário nem é exclusivo à possibilidade de mudança de Governo com o impedimento da atual presidente, mas em todos os sentidos e direções.

Temos o poder de mudar, através de nossas posturas à favor do Brasil, sem qualquer paixão ou simpatia por partidos.
Nunca confiei em facções partidárias.   Nenhuma delas.
Sempre preferi crer nos homens e suas responsabilidades quando eleitos democraticamente.

Mas como também os homens públicos estão nos decepcionando - e muito - agora a desconfiança abrange a todos, indistintamente.
Fica difícil acreditar que este ou aquele vá trabalhar exclusivamente pela Nação, pela economia estável, progresso, estabilidade, ações sociais sem o toma-lá-dá-cá, e por aí vai.....

A decepção é gigantesca.

Mas como a vida é um eterno "para a frente e para o alto", sigamos unidos em defesa do Brasil, seja qual for o regime, sejam quais forem os governantes, com a força e o poder que temos.

O que precisamos tomar cautela é com posições fixas, irredutíveis, apaixonadas, inescrupulosas, onde todos perdem.
Olhar pelo País é enxergar horizontes e desbravar caminhos espinhosos, independentemente de políticos, falsos profetas, vendedores de ilusões e etc.

Que os ladrões do dinheiro público sejam punidos, os incompetentes deletados, que o povo faça a sua parte com suas convicções e participação efetiva na vida política, fiscalizando a cada minuto e denunciando.
Precisamos também deletar os falastrões, os que falam bonito e são carismáticos(?), pois nesses reside um dos maiores perigos para a sociedade.

Em suma, acordemos para uma nova realidade.
O Brasil nunca precisou tanto de seus cidadãos.
Uns mais, outros menos, mas que cada um faça a sua parte consciente de contribuir para um País melhor.

Como disse alguém outro dia: "Não quero me mudar para um País melhor.   Quero morar num Brasil melhor".














segunda-feira, 9 de maio de 2016

PEIXE NO ACRE

Quarta-feira estarei na transmissão de Galvez do Acre e Santos pela Copa do Brasil.

Jogo da segunda fase, jogo de ida.

Sportv ao vivo.

Início da partida marcado para as 19:30 no estádio ARENA DA FLORESTA.

Estarei nessa com Belletti, Paulo Henrique Nascimento e Daniel Moreira Dias.

Caso o campeão paulista vença por 2 gols de diferença a segunda partida não ocorrerá em Santos.

Boa semana a todos!!!

domingo, 8 de maio de 2016

M Ã E

Por mais que nos esforcemos para buscar e rebuscar palavras, homenagear as mamães é sempre ficar devendo diante de tudo o que elas representam.

Sabemos também que na verdade elas querem apenas a simplicidade do nosso afeto e do nosso respeito.

Toda mãe quer a homenagem diária do carinho, de um gostoso beijo no rosto.

Mãe que é mãe não precisa de grandes homenagens, de pompa e circunstâncias.
Elas são simples de coração.

Um olhar terno e de eterno agradecimento preenche o lindo coração das mamães.

E para aquelas que partiram desse Mundo, e que é claro continuam a ser mães, é bom sabermos que lá onde estão - e estão - nossos gestos de carinho serão recebidos por elas.

Nenhum sentimento de amor se apaga.    É eterno.
Sentimento é energia e se propaga, se mantém.

Amar é lindo, amar aquela que nos trouxe à luz, ou que cuidou de nossos primeiros passos, é a expressão maior da boa energia que emana.




sexta-feira, 6 de maio de 2016

SINALIZADORES

As ditas torcidas organizadas continuam levando sinalizadores aos estádios.

Os árbitros registram na súmula e os clubes continuam recebendo punição.

Pergunta-se, então, como eles conseguem entrar com esses artefatos nos estádios já que existe a inspeção prévia do policiamento?

Em janeiro de 2013 eu transmitia um jogo da Copa São Paulo de juniores em Araras onde o Corinthians estava em campo, e por causa desses sinalizadores o jogo teve um grande atraso em seu início.

Registrei meu protesto naquela oportunidade pelo Sportv e recebi muitas criticas de torcedores do Corinthians pelas redes sociais.

Fui rotulado de velho, ultrapassado, anti-corintiano e tudo mais.
Diziam que os fogos dão vida ao espetáculo, blá blá blá......

Semanas depois daquela partida pela Copinha em Araras aconteceu a tragédia de Oruro onde o menino Kevin Espada foi atingido por um sinalizador e perdeu a vida.

*É claro que não recebi nenhuma mensagem reconhecendo a minha preocupação com os sinalizadores e os riscos que todos correm quando eles são acionados.

No jogo entre Corinthians x Nacional do Uruguai na última quarta-feira as organizadas alvinegras repetiram os sinalizadores, retardaram o inicio do jogo, poluíram o ambiente e certamente colocaram pessoas em risco no estádio.

Não acho que os espetáculos de futebol ficam mais bonitos com os fogos de artifício.
Nunca achei.
São perigosos, além de poluírem um ambiente onde os profissionais/atletas precisam de oxigênio puro para o desempenho de sua atividade.
E não só os atletas, mas todos precisam respirar livremente.

Continuo condenando quem se utiliza dos sinalizadores em estádios/arenas.

E sigo indignado com a facilidade com que esse pessoal adentra os estádios levando um arsenal desses perigosos artefatos.











quarta-feira, 4 de maio de 2016

MUDANÇAS

Problemas vocais com Milton Leite me colocam em Itaquera nesta quarta.

Corinthians x Nacional do Uruguai, 21:45, pela Libertadores, valendo classificação para as Quartas-de-final.

Transmissão ao vivo do Sportv.

Eu iria narrar Copa do Brasil em Araraquara entre Ferroviária e Fluminense às 19:30.
Odinei Ribeiro vai trabalhar nessa partida à partir das 18:30 horas.

Quem passar de Corinthians x Nacional irá pegar o classificado de Boca Juniors x Cerro Portenho.

Mauricio Noriega, Tiago Maranhão e Anselmo Caparica estarão na jornada em Itaquera, além de dezenas e dezenas de profissionais no local e na retaguarda Globosat/Rio.

Hoje e amanhã a Libertadores conhecerá os oito qualificados para a próxima fase.


terça-feira, 3 de maio de 2016

VEM AÍ AS OLIMPÍADAS

Há 3 meses dos Jogos Olímpicos e o clima de expectativa bem que podia ser diferente.

O grande evento do esporte vem ao Brasil pela primeira vez e a turbulência nacional inquieta o meio olímpico.

Inquieta a todos nós brasileiros e ao mundo do esporte.

É verdade que nas edições olímpicas anteriores também houve apreensão, seja por questões de segurança ou de tumulto social nas cidades anfitriãs.

O mundo está sob forte tensão e ninguém está isento de preocupações em eventos do esporte.

Na atualidade duvido que algum local escolhido esteja totalmente imune a riscos em quaisquer competições esportivas que se organize.

O Rio de Janeiro conta os dias para a abertura dos Jogos, mesmo que os problemas do cotidiano sejam bem conhecidos, constantes e de difícil solução.

Mas o esporte tem algum poder de anestesiar momentaneamente os problemas sociais e por pelo menos algumas semanas aliviar as tensões.

Se levantarmos Copas e Olimpíadas que já vivemos que se iniciaram sob grande tensão, dificilmente alguma delas será excluída dos medos e temores dos povos.   Mas quando as competições começam parece que uma aura de paz e confraternização se instaura sobre todos.

Afora as discussões normais e necessárias sobre os gastos com a organização de grandes eventos - Copas, Mundiais, Pan-Americanos, Jogos Olímpicos - o esporte tem um papel social extraordinário e precisa ter seu espaço valorizado e bem cuidado.

Por tudo isso é que os meios de comunicação investem fortemente na cobertura, sempre com o apoio comercial/publicitário de grandes empresas, e com respostas magníficas de audiência.

Gostaríamos que o Brasil abrigasse as Olimpíadas com a economia crescendo, baixos índices de desemprego, bons salários, políticos e governantes honestos e competentes, obras construídas sem desvios e propinas, paz social, mas como tudo isso é apenas um sonho, vamos viver os Jogos apenas com os olhos do esporte.














segunda-feira, 2 de maio de 2016

FLUMINENSE EM ARARAQUARA

O Fluminense estará em Araraquara na quarta-feira.

Jogo da Copa do Brasil, segunda fase.

Horário?
19:30
Arena da Fonte Luminosa.

Transmissão ao vivo do Sportv.

O tricolor carioca eliminou na primeira fase o Tombense de Minas.
Já a Ferroviária passou pelo Salgueiro.

O jogo de volta marcado para o dia 12 próximo no Rio de Janeiro.

Caso o Flu vença por dois gols de diferença nesta quarta eliminará a partida do dia 12.