terça-feira, 29 de março de 2016

ESCALAS

Quinta-feira vou ao Pacaembu para Palmeiras x Rio Claro.

O jogo é às 8 e meia da noite e ao vivo pelo Premiére.

Estarei com William e Thiago Maranhão.

- - - - - - - - - - -

Na sexta vou cumprir escala em Campinas.
Superliga, fase semifinal, jogo 2.
Campinas x Taubaté, 9 da noite.
Ginásio do Taquaral.
Na primeira partida o time do Vale do Paraíba venceu.

Na escala comigo, Marco Freitas e Fabíola Andrade.
Sportv e PFC Internacional.

- - - - - - - - - - -

Domingo 9 da manhã narro em Brasília a final da Superliga feminina.
Ginásio Nilson Nelson.
Sportv ao vivo.

Rio de Janeiro x Praia Clube de Uberlândia.
Jogo único.

Estarei com Marco Freitas - Carlão e Alexandre Oliveira.




segunda-feira, 28 de março de 2016

VIOLÊNCIA É FALTA DE INTELIGÊNCIA

A horrorosa onda atual de torcidas organizadas(?) invadirem centros de treinamento dos clubes é um retrato fiel do descontrole social que nos assola.

Fiel e triste.

Quanto destempero...

Quanta ignorância do que seja o esporte e do que seja a vida.

Ou quanta falta de serviço....

Além de tudo há o fator que se desenvolve há décadas, qual seja o da conivência das diretorias das agremiações com esses grupos uniformizados e sempre voltados para o mal.

Os clubes, através de seus dirigentes, alimentaram essa situação.

E agora fica quase impossível conter os atos irracionais que colocam em risco todos os profissionais das equipes.

Dizer que o lugar de torcedor é nas arquibancadas e com todo o direito de protestar pacificamente, é chover no molhado.
Qualquer ato violento é sempre deplorável, totalmente condenável.

Mas pedir aos violentos que sejam racionais é perder tempo, pelo que temos visto.

O que tem de acontecer é uma ação enérgica das autoridades policiais, e depois judiciais, além da conscientização dos diretores sobre parar de alimentar essas torcidas que se dizem organizadas, oferecendo apoio e regalias a elas, algo que tem ocorrido há décadas.

Estou chegando ao fim da vida e já me conformei em jamais ver os estádios somente com pessoas decentes, escrupulosas, inteligentes, voltadas apenas para a essência do esporte, que é pura, limpa e saudável.






DAR O BOM EXEMPLO.

Com o passar do tempo a gente vai aprendendo que excluir fatos negativos dos nossos pensamentos é extremamente saudável.

E isto não é alienar-se, despreocupar-se com tudo o que nos rodeia.
Devemos seguir atentos e vigilantes sobre o que ocorre no País.
É preciso limpar o que está sujo, custe o que custar ( e está custando ).

Olhos atentos, porém cuidar de nós mesmos, como pessoas físicas, é super importante.

Não se alienar, mas não se envenenar com ódio, rancor e coisas do gênero.

Mahatma Ghandi, o grande líder pacifista indiano, já dizia que se quisermos mudar o mundo devemos começar pelas nossas ações e atitudes.

Dando bons exemplos em nosso cotidiano já é uma rica contribuição ao Planeta, seja em casa, no trânsito, no trabalho, em qualquer lugar.

Sabemos que está difícil deixar de se contaminar pelo noticiário, que está pesado, carregado, indigesto, mas é preciso exercitar o autodomínio.  

Afinal, devemos cuidar da nossa própria saúde, bem antes dos desvarios de governantes, opositores e quem se engaja aos partidos com objetivos escusos, algo que mais estamos vendo nos dias de hoje nas esferas federal, estadual e municipal.

* e sobre darmos bons exemplos é bom atentar para o detalhe importante:  boas atitudes, ainda que ninguém esteja vendo.   As boas atitudes não precisam ter testemunhas.









quinta-feira, 24 de março de 2016

FUTEBOL SÁBADO E DOMINGO

Tenho escalas sábado e domingo.

Sábado vou a Itaquera com Corinthians x Ituano, 9 da noite, jogo do Premiére.
Comigo, Belletti e Joanna de Assis.
Esse jogo irá também para o PFC Internacional.

Domingo também pelo Premiére estarei em Santos x São Paulo.
Vila Belmiro.
18:30
Com William, Joanna de Assis e Alexandre Oliveira.

Bom feriado a todos !!!!!

terça-feira, 22 de março de 2016

PRIMEIRA LIGA EM BRASÍLIA.

Nesta quarta irei a Brasília.

Jogo da semifinal da Primeira Liga entre Fluminense x Internacional no Mané Garrincha.

Vai começar às 19:15 e terá transmissão ao vivo do Sportv.

Estarei nessa com Belletti - Fred Justo e Daniela Ramalho, além de grande equipe de suporte no local e na retaguarda/Rio.

Se houver empate teremos os pênaltis.

Quem passar irá enfrentar Flamengo ou Atlético Paranaense.

Faz 16 anos que o Colorado não atua no Mané.




segunda-feira, 21 de março de 2016

SEMIFINAL AO VIVO !!!

Nesta segunda-feira transmito Superliga feminina.

Ginásio José Liberatti, Osasco, 18:30, primeiro jogo das semifinais.

A grande rivalidade entre o time da casa e Rio de Janeiro.

O time de Bernardinho teve a melhor campanha na primeira fase, já a equipe de Luizomar de Moura ficou em quarto.

Transmissão ao vivo Sportv e PFC Internacional.

Comigo na jornada os amigos Marco Freitas - Alexandre Oliveira - Marina Izidro e grande equipe no local e na retaguarda.

Boa semana !!!!!!

domingo, 20 de março de 2016

DOMINGO NA CIDADE AZUL

Neste domingo, 20/3, vou a Rio Claro, interior paulista.

Estádio Augusto Schmith Filho, a casa do Galo Azul, como é chamado o time rioclarense.

O jogo é entre o Galo e o Peixe.
Vai começar às 7 e meia da noite e será ao vivo pelo Sportv.
Décima rodada do Paulistão.

Rio Claro ameaçado de rebaixamento e o Santos tranquilo no campeonato.

Estarei nessa jornada com Raphael Rezende, Fabiola Andrade e Thiago Crespo.

A transmissão terá início às 19 horas.

A cidade é conhecida como a "Cidade Azul".


quinta-feira, 17 de março de 2016

DOIS COMPROMISSOS

Escalas de trabalho pelo Sportv/Premiére/PFC Internacional no final de semana.


Sábado estarei no jogo Corinthians x Linense, 4 da tarde, em Itaquera.   Premiére.

Domingo em Rio Claro x Santos, 19:30h, no interior, pelo Sportv, pela décima rodada.


Ótimo fim de semana pra todos!!!

terça-feira, 15 de março de 2016

A FALÊNCIA DA CLASSE POLITICA

Já vivi algumas décadas e lá atrás pensei que nunca o povo se rebelaria com a classe política e suas desastrosas ações nas esferas municipal, estadual e federal.

Mas neste momento respiro com esperança por tudo o que vejo.

Há no ar um clima de despertar social para repelir todas as barbaridades que os políticos vem cometendo, comprometendo o dia a dia do cidadão trabalhador e honesto.

E o mais positivo que vejo é a abrangência da situação, ou seja, o sentimento é de repulsa a todos os partidos e políticos.
Afora o fanatismo, seja de esquerda ou de direita, os brasileiros que somente pensam no País estão contra tudo o que aí está.

Sintam que quase todos os homens da política que tem aparecido em público estão recebendo vaias e protestos veementes.
Isso é o maior reflexo do quanto a população se encheu desses falastrões.

Tirando os bajuladores profissionais, e isto nunca irá acabar, todos os demais querem mudanças de comportamento daqueles que são eleitos para nos representar com dignidade, seriedade, ética.

O povo não confia mais em qualquer partido ou em qualquer político.
Eles se desgastaram, eles cavaram essa situação.

Alguém poderá invocar as "exceções" e sempre haverá.
Mas a realidade nos mostra que os políticos com boas intenções formam na minoria e portanto incapazes e incompetentes para mudar o quadro.

Ainda estamos em plena turbulência, isso é fato, mas a sinalização do povo nas ruas e redes sociais é altamente positiva e nos dá alguma esperança de mudanças.

Em resumo, de tudo o que estou vendo vejo que a classe política está muito incomodada e sentindo que a situação está insustentável.

Aprendi a respeitar todas as opiniões e posições, em qualquer atividade ou área, e continuarei respeitando, porém como brasileiro quero lisura e responsabilidade de quem se diz nosso representante nas esferas municipal, estadual ou federal.

Não tenho simpatia por qualquer partido, nunca tive, por isso quero sempre defender o BRASIL.
E todos os que denegrirem a nossa imagem revestidos de homens da política terão a minha repulsa e reprovação.

A falência é moral, ética.
Nenhum partido ou pessoa irá salvar o País se não colocar em prática a honestidade em primeiro lugar.

Que os políticos continuem sendo apupados, sem exceção, pois neste momento é tudo o que eles merecem.
E se alguém disser que são homens públicos e que merecem respeito, diríamos que a falta de respeito vem sendo praticada por eles há muito tempo, envergonhando o País e aviltando a população.















domingo, 13 de março de 2016

TRICOLOR NA VENEZUELA.

Quarta-feira, dia 16, estarei na transmissão de São Paulo x Trujillanos da Venezuela.

O jogo vai começar às 19:30 no horário de Brasília.

Será ao vivo no Sportv.

Estarei com o amigo Lédio Carmona nos comentários.

Terceira rodada pelo grupo do Tricolor na Libertadores.






sábado, 12 de março de 2016

CLÁSSICO NO PACAEMBU.

Neste domingo trabalho no clássico São Paulo x Palmeiras às 11 da manhã.

Jogo no Pacaembu e com transmissão Premiére e PFC Internacional.

A jornada começa às 10:40 e estarei com Mauricio Noriega, Anselmo Caparica e André Hernan.

Os times devem escalar formações alternativas pois estão mais preocupados com os jogos pela Libertadores no meio de semana.

O tricolor não ganha do Palmeiras pelo Paulista desde 2009.
Aliás, a última vitória do São Paulo sobre o Palmeiras, em todas as competições, foi em novembro de 2014.

Bom final de semana a todos!


segunda-feira, 7 de março de 2016

TRICOLOR EM BUENOS AIRES

Com as férias do amigo Milton Leite cabe a mim narrar quinta-feira o jogo do São Paulo diante do River Plate pela Libertadores.

A situação do Tricolor preocupa a sua grande torcida e pegar o time argentino no Monumental de Nuñez é complicado para qualquer equipe.

Um estádio onde estive pela última vez em 1978 na Copa do Mundo transmitindo a decisão do terceiro lugar entre Brasil e Itália.
Na época eu trabalhava pela Rádio Gazeta de São Paulo.

Ao mesmo tempo em que a tarefa do São Paulo é gigantesca, pinta também uma ótima oportunidade de reabilitação.   No futebol tudo é possível e o time do Morumbi pode sim colher um bom resultado e ganhar moral para as próximas etapas.

Chance valiosa para o Tricolor dar a volta por cima, embora reconheça-se a imensa dificuldade do embate.

Transmissão do Sportv à partir das 18 horas e o jogo vai começar às 7 e meia da noite.

Estarei nessa com Mauricio Noriega, André Hernan, Estevão Nunes e grande equipe de retaguarda e apoio.


sexta-feira, 4 de março de 2016

LIMPAR A CASA É A ORDEM.

Fora do esporte.

O Brasil vive momento tensos, muito delicados.

Além de todos estarmos pedindo ação firme e forte das autoridades policiais e judiciárias contra quem vilipendia o País, não dá para comemorar absolutamente nada.

Ao mesmo tempo em que torcemos para que os envolvidos sejam julgados e se for o caso, punidos, é triste chegarmos a esse ponto na vida brasileira.

Quanta podridão no ar.

Podridão ética, moral, tudo o que há de pior está ocorrendo todos os dias.

O lado bom é que a depuração acontece.
Sofremos com o desgaste da imagem nacional porém não há como curar o mal maior com remédios brandos.
Remediação amarga é imprescindível quando a doença é grave.

E cabe a nós, aqui do lado de baixo da casta, levantar a bandeira do Brasil e defendê-la com total afinco e exclusividade.

Neste momento agirmos com pendência partidária é jogar contra a Nação.

Precisamos levantar a bandeira da verdade, da apuração dos fatos e de sanear o país.

Quem tiver de ser punido deverá sê-lo.
Os absolvidos seguirão sua vida normal e com ficha limpa.

Devemos colocar a mão na consciência e ajudar a limpar o Brasil dos aproveitadores, usurpadores do patrimônio público ( o dinheiro do povo que paga os impostos ).

Pedimos tanto a todo momento que os crimes sejam combatidos e nessa hora não podemos ser incoerentes e contestar quem está tentando combater quem está agindo fora da lei.

Sou brasileiro e quero um País limpo, saudável, honesto por parte dos homens públicos.

Sejam eles de qual partido for.




quinta-feira, 3 de março de 2016

RODADA DUPLA EM CAMPINAS.

Minhas escalas do final de semana.

Campinas sábado e domingo.
Estádio Moisés Lucarelli.

Sábado Ponte Preta x XV de Piracicaba, 18:30, ao vivo no Sportv.
Estarei com Wagner Vilaron, Tiago Maranhão, Joanna de Assis e grande equipe.
Uma rivalidade de décadas entre pontepretanos e quinzistas.
Jogo bom de ser acompanhado.

Domingo tem Red Bull Brasil x São Bento, 6 e meia da tarde, ao vivo Sportv.
O Bentinho está invicto e o RBB vem de vitória sobre o Santos.
Comigo nessa os companheiros Ivan Andrade e Gustavo Biano.

Oitava rodada do campeonato paulista.
Teremos 15 nessa fase para a classificação de oito times, com seis rebaixamentos.

quarta-feira, 2 de março de 2016

EURO DE PORTÕES FECHADOS

No post anterior abordei os riscos e medos que sempre envolveram os grandes eventos do esporte ao longo de décadas.

Quando terminei de publicar eis que leio a notícia dos dirigentes da Eurocopa alertando para a possibilidade de jogos sem público na competição deste ano na França.

Dentre tantos problemas mundiais, um dos mais contundentes é o terrorismo.
Por ideologias muitas vezes distorcidas, os extremistas amedrontam, matam, inquietam as pessoas de bem em todas as suas atividades de trabalho e de lazer.

Um torneio tão importante como a Eurocopa perderia muito do seu brilho caso tivesse os seus jogos com portões fechados, privando o público de momentos de entretenimento, além de decretar a incompetência das autoridades internacionais no combate às organizações terroristas.

E assim como a polícia não consegue deter totalmente as ações criminosas, dado ao volume de violência que impera, também as autoridades internacionais não terão como evitar ataques de grupos determinados a matar, caso eles realmente queiram agir.

Uma Euro sem pessoas nos estádios seria mais uma vitória dos anarquistas, e que batem no peito acreditando estar matando com um "aval divino", o que no fundo é um apenas um pretexto para exteriorizar sua índole perversa, eivada de ódio e rancores.

Na verdade, focalizo esse problema mais pelo grande problema mundial que vivemos, e muito menos pelo fato da Euro privar os espectadores de adentrarem os estádios.

Mesmo sendo o futebol um entretenimento, o evento é comercial e os organizadores estão preocupados com o prejuízo financeiro, mas de fato a maior derrota é a social e moral, com as facções criminosas tomando conta de todo o cenário.

Muito pior que déficit financeiro em qualquer atividade é a derrota no combate ao crime.

Estamos perdendo a guerra para o mundo do crime aqui no Terceiro Mundo e nos países tidos como de Primeira Grandeza também os bandidos estão na frente.

Muito triste e preocupante.




























terça-feira, 1 de março de 2016

RIO 2016 - MAIS UM DESAFIO

Participo dos grandes eventos do esporte desde a Copa de 1978 na Argentina e sempre às vésperas de Copas e Jogos Olímpicos me lembro de ameaças e medos.

No Mundial da Argentina em plena Ditadura Militar vivíamos dias e noites tensos, tanto no hotel como no Centro de Imprensa, nos estádios, restaurantes e nas ruas.
As revistas eram constantes e certa madrugada tivemos nossos quartos invadidos por militares e tudo revirado por soldados do Exército argentino.

Na Copa de 1982, Espanha, falava-se que os Bascos iriam aproveitar a competição para marcar território e impor sua ideologia política.  Também vivemos semanas de preocupação dada à forte segurança implantada pelas autoridades espanholas.

Em Los Angeles/84 o mundo vivia a Guerra Fria entre URSS e Estados Unidos inclusive com o boicote dos atletas soviéticos aos Jogos naquele ano.
Éramos severamente revistados ao entrar no Centro de Imprensa e nos locais das competições.
O clima era tenso todos os dias.

Na Copa do Mundo de 1986 o trauma estava atrelado ao terremoto que havia ocorrido 6 meses antes na Cidade do México em que muita gente perdeu a vida, além de vasta destruição na capital asteca.

Lembro que éramos orientados a escovar os dentes com água mineral, porque havia suspeita de contaminação de toda a rede pública de encanamento por conta do terremoto.

No hotel em que nos hospedamos a visão era terrível ao nosso redor, visto que nada tinha ficado de pé.  Havia um plano de fuga para todos os hóspedes em caso de tremores e todas as noites vividas ali foram muito tensas.   Como repousar plenamente sabendo que novos abalos sísmicos podiam acontecer?

E foi assim ao longo do tempo, no Mundial da Itália(90),  Barcelona-92, Copa nos USA em 94, Olimpíadas Atlanta em 1996, França/98, até os dias de hoje.......

E agora nas Olimpíadas Rio-2016 também há vários fatores preocupantes.
A segurança para os turistas, atletas, todos enfim, mais o mosquito que está assustando o Planeta.

Na verdade, o mundo está conturbado social e moralmente e onde se realizar um evento grande, seja do esporte ou qualquer outra atividade haverá perigo, preocupação e receios.

Como a vida do Planeta não pode parar, os Jogos Olímpicos vão acontecer e os riscos acabam sendo inerentes.
 
Cabe às autoridades tomar as providências necessárias para minimizar o perigo, oferecendo tranquilidade aos participantes, sejam atletas, mídia e assistentes.
Cabe também aos que estiverem envolvidos no evento todo o cuidado possível, atentando para cada detalhe de risco.

Em resumo, tudo o que se promove em qualquer parte do mundo estará sujeito a incidentes, desta ou de qualquer natureza.   A convulsão social se generaliza, infelizmente.