segunda-feira, 29 de julho de 2013

VERDÃO CONTRA VERDÃO

A missão profissional nesta terça-feira é Pacaembu.

Jogo Palmeiras x ICASA pela 11a. rodada da série B do Brasileiro.

Encontro do vice-líder com o nono colocado.

O Icasa é de Juazeiro do Norte, Ceará, conhecido como o "Verdão do Cariri".
Um clube fundado em 1963 e que leva o nome de uma empresa do ramo de algodão daquela época.
Leva na camisa o verde da folha do algodão e no calção o branco da pluma do algodão.

Palmeiras e Icasa nunca se enfrentaram.

Verdão paulista não perde há cinco jogos e segue num bom ritmo de rendimento para voltar à série A.

Depois de duas aparições seguidas em canais abertos, o jogo desta terça-feira será pelo Premiére-HD e PFC Internacional.

Lá estarei com Juliano Belletti nos comentários e Felipe Diniz nas reportagens.
Participação importantíssima da equipe Globosat ( Rio e São Paulo ) das áreas técnica, de produção e coordenação.

A partida está marcada para as 21:50h.


sexta-feira, 26 de julho de 2013

CLÁSSICO NO PACAEMBU.

Missão de trabalho domingo no Pacaembu.

Corinthians x São Paulo, ao vivo pelo Premiére, às 4 da tarde.
Jogo da rodada 9 do Brasileirão, mas o tricolor fará a sua 11a. partida do campeonato.

Estarei na transmissão com Mauricio Noriega, Carlos Cereto, André Hernan, Idival Marcusso, Pedro Moreno e toda a equipe de geração e retaguarda.

Expectativa pela torcida do São Paulo, que promete boicotar o espetáculo e fazer protestos em volta do Pacaembu.

Já o Corinthians precisa se reabilitar na competição pois ocupa a 13a. posição na classificação geral.

Rodrigo Guarizzo do Amaral vai apitar.
Um árbitro discreto, 38 anos de idade, e tido como muito sério e dedicado à função.
Boa sorte a ele.

quinta-feira, 25 de julho de 2013

MÊS DE JULHO. AH, MÊS DE JULHO...

Mês de julho.
Ah, mês de julho.

Em 1996 aconteceu a partida de meu pai.
Em 2012 a viagem espiritual de minha mãe.
Ainda em 2012, poucos dias antes de minha mama, partia meu sogro.

Por mais que entendamos o ciclo da vida terrena, onde um dia ele tem de terminar, a dor é muito grande.
Tudo o que é matéria se deteriora.  E o corpo físico é matéria.  Um dia acaba.

Por mais que saibamos da existência eterna da essência cósmica, que é o espírito, e que os entes queridos aqui falecidos continuam a viver, a separação é muito cruel.

A saudade é inerente a quem tem amor no coração.  O apreço pelos que partiram é notório quando há amor e respeito.  Só sente saudade quem ama.  E esse precioso sentimento devemos cultivar dentro de nós.

Sente saudade quem fica, sente saudade quem parte.
Os sentimentos não são físicos, são mentais, espirituais, por isso sobrevivem.
E isto é fantástico.

Quem a tudo criou, fez TUDO bem feito.
E é muito fácil concluir a grandiosidade da obra.  Basta ter sentimentos profundos, percepção aguçada.
Basta ter um mínimo de discernimento para detetar o quanto é grandiosa a Obra Divina.

Não se trata de facção religiosa, ou bandeira religiosa, nada disso.
A religião é importante para muitas pessoas.  Ela é necessária neste nosso estágio evolutivo.
Mas o principal é SENTIR.  Ouvir o CORAÇÃO.  Estar voltado para a prática do BEM.  Prestar MUITA ATENÇÃO em tudo o que nos rodeia.

É importante ter a compreensão do quanto somos ainda pequenos, mas a inteligência que nos foi dada nos credencia a captar os sinais da inteligente "máquina cósmica" acima das nossas cabeças.

Creio porque penso, raciocino, e concluo do quanto a Engenharia Universal é superior e soberana.

Por tudo isso e por essas divagações é que rendo homenagens aos entes que deixaram o Plano Físico e desejo à eles uma boa continuidade de VIDA.

E, consequentemente, um ATÉ BREVE.










quarta-feira, 24 de julho de 2013

DJALMA E DOMINGUINHOS - ASTROS

A noite de terça-feira apresentou duas noticias tristes.

As mortes físicas de Dominguinhos e Djalma Santos.
Dois astros brasileiros.
Ambos estavam lutando pela vida, mas o Comando Superior já havia determinado o fim do ciclo terreno dessas duas lindas entidades.

À par do que representaram profissionalmente, Dominguinhos e Djalma tiveram conduta pessoal impecável.
Afáveis, simples, humildes, foram exemplos bons de como se comportar no Mundo.

Djalma esteve em 4 Copas do Mundo, ganhou duas.
Vestiu as camisas do Palmeiras, Portuguesa, Atlético Paranaense e de seleções ( estadual, nacional e certa vez uma Mundial ).
Jogava alegremente, fazia malabarismos com a bola, nunca foi expulso de campo.
Carisma é o que não faltava a Djalma.

Dominguinhos, artista da música, da simplicidade, da humildade.
Poeta.
Sorriso estampado 24 horas por dia.
Sua "arma" era a sanfona.  Sua munição era a criatividade.  "Matou" muita gente de fortes emoções com suas mensagens românticas e tocantes.   Dessa "violência" a gente gosta.

Djalma e Dominguinhos partiram juntos para o Eterno.
Deixaram histórias bonitas de VIDA terrena.
Vão continuar cantando e jogando pelos lindos campos da eternidade.




quinta-feira, 18 de julho de 2013

SANTOS x CORITIBA, NA VILA.

A escala de trabalho me manda para a Vila Belmiro no domingo.

Jogo do Premiére-HD e que vai começar às 16 horas.

Lá estarei com os amigos Wagner Vilaron, Felipe Diniz, Sérgio Mourad e grande equipe, mais o time de retaguarda Globosat/Rio.

Peixe não perde há quase 1 ano na Vila, desde agosto de 2012 para o Bahia.
São 23 jogos de invencibilidade.

Já o Coritiba, líder e invicto, neste ano só conheceu três derrotas.
Incrivel a campanha do Coxa em 2013.
De 37 jogos disputados na temporada, o Coritiba venceu 22.

Tem tudo para ser uma partida muito atraente.




quarta-feira, 17 de julho de 2013

MAIS UM TITULO PARA O BRASIL ????

Libertadores da América está chegando ao fim de mais uma edição e mais uma vez com o Brasil nas finais.

Pra ser sincero, pouco vi dessa Libertadores.
Como não fui escalado para nenhuma transmissão da competição, apenas vi lances, gols, dados e ouvi comentários.
Não testemunhei, portanto, nenhum lance "in loco" do evento.

Confesso minha impaciência para ficar assistindo a jogos pela televisão.
Trabalho nas minhas escalas - e dou tudo de mim para que saia um bom trabalho - mas ficar grudado na frente da televisão eu não tenho conseguido.  E já faz algum tempo.

E essa minha preguiça vale para jogos do exterior, também.
O tempo vai passando e vamos nos desligando de coisas que antes nos preenchiam fortemente.
Aliás, algo que jamais imaginei fosse acontecer, pois o futebol sempre exerceu um enorme fascínio sobre mim.
Hoje dou mais valor para outros tipos de atrações, seja na televisão ou através de livros e internet.
E, é claro, com total prioridade para a família, a mais importante das instituições.

Mas, negligência minha à parte, sempre quero que times brasileiros se deem bem.
E agora com o Galo não é diferente.
Gostaria que o Atlético levantasse o troféu, pela sua história, pela sua torcida e também pelo Cuca, a quem respeito muito.

Boa sorte ao Galo!
Bom entretenimento a quem irá acompanhar os dois jogos finais.
Darei umas boas espiadas e tomara que o espetáculo me prenda à frente do televisor.







segunda-feira, 15 de julho de 2013

NEI COSTA, O GRANDE COMUNICADOR.


Todo meio de comunicação é útil e perigoso ao mesmo tempo, dependendo de como se utiliza, evidentemente.
Se utilizado para o BEM, ele é ótimo, prazeroso.
Se utilizado para o MAL, é nefasto, devastador às vezes.

Nesses dias tive a alegria de encontrar no Facebook um querido amigo, companheiro de rádio Bandeirantes nos anos 80,  NEI COSTA.

Um notável comunicador, que ainda hoje enriquece o rádio brasileiro pelas bandas do Paraná.
E além do grande comunicador, alguém totalmente da paz e da harmonia.
Fez amigos e mais amigos em sua passagem pelo rádio paulista.
Seu programa nas manhãs da Bandeirantes na década de 80 era campeoníssimo de audiência.

Me lembro de uma passagem com o Nei durante a Copa do Mundo de 82 na Espanha.
Nei apresentava o seu programa diariamente dos estúdios do IBC de Madri, o Centro de Imprensa do Mundial.

Aí veio "aquele" jogo Brasil x Itália em Sarriá, de melancólica memória pra nós.
Assisti àquela partida ao lado de Nei Costa no hotel em que estávamos, em Madri.
Terminada a "tragédia", cada um tomou um rumo tal a decepção.
Fui caminhar sem destino pelas ruas madrilhenhas, por horas e horas.
Na volta ao hotel encontrei o saudoso e querido Luiz Augusto Maltone no saguão, que dividia o apartamento com o Nei.
Maltone, espantado, me olhou e disse: " Nei Costa deixou um recado em cima da cama dizendo que foi para o aeroporto pegar o primeiro avião para o Brasil!!! ".
E ele conseguiu.
Foi embora da Espanha, tamanha a decepção com a eliminação do Brasil, mesmo ainda tendo vários programas para apresentar até o final da Copa.

Conto essa passagem mais como uma pequena homenagem ao querido amigo Nei.

Aos fãs de Nei Costa dos tempos de rádio Bandeirantes a notícia, portanto, é muito boa.
Ele continua bem, saudável e trabalhando no rádio paranaense, sua terra natal.


















quinta-feira, 11 de julho de 2013

TRÊS AMIGOS EM RECUPERAÇÃO

Três queridos colegas e amigos estão passando por um momento indesejável.

Gostaria de pedir a todos de bom coração que emitissem boas energias e as endereçassem a esses queridos amigos em fase de recuperação cirúrgica.

Estou me referindo a Orlando Duarte, Roberto Carmona e dr.Osmar de Oliveira.

Convivo com eles há décadas e sempre com muito respeito e admiração.

Orlando, o eclético, jornalista e escritor.
Fez várias obras sobre Copas do Mundo e Olimpíadas.
Escreveu seu nome através do rádio e da televisão.
Muitas vezes dividi os papos e as opiniões com o querido amigo.

Carmona, o incansável repórter, inteligente, astuto, experiente. Sempre se fez respeitar perante os entrevistados e nunca deixou de perguntar o que o ouvinte gostaria de saber.
Me lembro que na década de 60 eu já ouvia Roberto Carmona pela antiga Rádio Nacional/SP, que depois virou Globo.

Osmar de Oliveira, médico e jornalista.
Trabalhei com ele na Gazeta, rádio e tevê.
Voltei a ser seu colega de trabalho na Tv Bandeirantes, equipe de Luciano do Valle.
Há pouco tempo me encontrei com Osmar no Engenhão, Rio de Janeiro, após uma transmissão que fizemos e onde pudemos bater um papo muito agradável.

Que os três amigos se recuperem rapidamente.

E vão se recuperar, com toda a certeza.



quarta-feira, 10 de julho de 2013

UM BEIJO PRO 'SEU JUCA'

Vivo uma semana de reflexões.

Reflexões exclusivas do campo pessoal, diga-se.

No último domingo, dia 7, meu pai completaria 87 anos de vida terrena.

Na quinta, dia 11, completa-se um período de 17 anos da sua morte física.

Seu Juca, como era conhecido, era amigo, solidário, boa índole, divertido.

Foi um amigão.

Hoje com certeza habita outra esfera e trabalha pelo próximo com a mesma disposição que aqui na Terra o fez.
Ninguém morre com o falecimento físico.
A vida plena, a essência espiritual, tudo isso é eterno.
Desvestimos a roupa da matéria e continuamos a viver na nossa essência energética.

E esse entendimento não está atrelado a nenhum vínculo religioso.  É assim que entendemos o mecanismo cósmico, inteligente, supra religioso.

O tempo vai passando para quem continua na Terra ( pois aqui ainda precisamos contar o tempo e controlá-lo ) e vai consolidando o amor em nossos corações.
Cada dia que passa, mais rendo homenagens gostosas de saudade aos que partiram.
A dor da saudade diminui, por incrível que pareça, pela plena certeza de que todos eles estão muito bem, e principalmente pela certeza de que lá na frente voltaremos a nos encontrar.

Seu Juca, José Francischangelis, foi e continua sendo um cara do BEM.

Assim é a sua natureza.  Ele conquistou ao longo da viagem cósmica - com paragens e paragens - essa integridade espiritual e moral de amor ao próximo.
E eu fui presenteado nesta passagem terrena por ele ser MEU PAI.

Permitam mandar um grande beijo pro velho ( e que neste momento está mais remoçado do que nunca  em suas atuais atividades espirituais ).

A velhice é apenas da matéria, pois ela é perecível.

Beijo, seu Juca !!!!!!!!







segunda-feira, 8 de julho de 2013

ESCALAS DA SEMANA

Minhas próximas escalas de trabalho.

Quarta-feira no Morumbi.
Jogo da décima-primeira rodada, que seria realizado em 03/8, mas antecipado para que o São Paulo dispute a Copa Suruga no Japão.

São Paulo x Bahia, 9 da noite, Brasileirão, ao vivo pelo Premiére(também em HD) e PFC Internacional.
Tricolor só venceu nas duas primeiras rodadas do campeonato, vive uma forte crise.
O Bahia não venceu nas duas últimas rodadas.
As duas equipes estão com 8 pontos, o São Paulo fica à frente por ter melhor saldo de gols.


Na sexta-feira tem série B, com o Palmeiras voltando ao Pacaembu.
Verdão versus ABC de Natal, 9 da noite.
Depois de muito tempo atuando fora, teremos o retorno do Palmeiras à Capital paulista.
Verdão é o terceiro colocado, junto aos representantes catarinense no G-4.

Nas duas transmissões terei ao meu lado o amigo comentarista Wagner Vilaron.
Os repórteres ainda não foram definidos.