terça-feira, 31 de maio de 2011

BOA QUARTA

Uma quarta-feira boa de se curtir com o futebol.

Começa a decisão da Copa do Brasil e uma vaga da Libertadores em jogo.
Vasco e Coritiba se enfrentam no Rio. Depois tem a partida de volta no Couto Pereira.
Não me arrisco a palpitar.
Talvez o fator-campo pese levemente favorável ao Vasco, como também na segunda partida na capital paranaense pese pro Coxa. Mas é puro achismo.

O peixe joga tudo em Assunção diante do Cerro.
Esse time paraguaio, dirigido por um argentino e com outros hermanos em campo, é bom.
A vantagem obtida no Pacaembu tem de ser valorizada pelo Santos, mas é jogo de risco.
Como o Santos, por filosofia, não sabe jogar pelo empate, a partida tem tudo para ser eletrizante.

Nesta quarta, também, a seleção da Argentina joga na Nigéria contra a seleção da casa.
Outro dia os argentinos meteram 4 a 2 no Paraguai.
Los hermanos se preparam para sediar a Copa América, em julho.
Vale a pena ver esse amistoso, às três da tarde, através do Sportv.

E nesta quarta a Seleção de Mano Menezes se exercita em Goiânia.
Sábado é contra os vice-campeões mundiais, os holandeses, no Serra Dourada.
Belo amistoso.

RICO FIM DE SEMANA

Final de semana de luxo aqui no Brasil em termos de futebol.

Sábado, o grande amistoso entre Brasil e os vice-campeões mundiais, a Holanda.
Há muito tempo não tinhamos um jogo tão importante como esse em nossos gramados, ainda que seja apenas um amistoso.

Pelo Brasileirão, vários encontros de muita história.

O estádio João Havelange, o Engenhão, viverá dois ótimos clássicos nacionais.
Sábado abrigará Fluminense e Cruzeiro.
Domingo, Flamengo x Corinthians.
Quatro das maiores torcidas do Brasil, envolvidas.

A capital cearense se agita para Ceará e Botafogo, dois alvinegros.

O Figueira receberá o campeão goiano da temporada, o Atlético.

Palmeiras, de Felipão, jogará no Canindé com o Furacão, que ainda não pontuou.

Repeteco da decisão da Copa do Brasil entre Coritiba e Vasco, no Couto Pereira, em incrivel coincidência de tabelas e datas.

Duas camisas tradicionais frente a frente em Porto Alegre: Grêmio e Bahia. Há muito tempo as duas equipes não se pegavam na série A do Brasileirão.

O Colorado, de Falcão, vai a Campo Grande, MS, pegar o América Mineiro.
Um belo presente para a torcida sul-matogrossense, ansiosa por bons espetáculos.

Na Vila teremos Santos x Avaí. Se o Peixe se classificar para as finais da Libertadores, poderá optar por preservar, ou não, os titulares. Afinal, as duas partidas decisivas só acontecerão nos dias 15 e 22 de junho.

São Paulo e Atlético Mineiro deveriam se enfrentar neste fim de semana, mas a televisão levou o encontro para quarta-feira, dia 8. A partida será na Arena do Jacaré, Sete Lagoas.

domingo, 29 de maio de 2011

SELEÇÃO EM CASA

Seleção se reunindo.

Dois amistosos interessantes e preparação para a Copa América em julho na Argentina.

Goiânia esfregando as mãos para abrigar Brasil x Holanda no próximo sábado, quatro e vinte da tarde.
E depois o Pacaembu, dia 7, com Brasil x Romênia, na despedida de Ronaldo Fenômeno pela Seleção.

É sempre muito bom ver a seleção jogando aqui no Brasil. Enfim, ela tem atuado fora de casa e a massa brasileira sente falta da amarelinha em espetáculos domésticos.

Vamos conferir de perto o grupo de Mano Menezes.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

ZÉ LOVE E A MÁ FASE

Ontem durante Santos x Cerro na minha transmissão pelo Sportv-2, houve um momento em que fiquei com pena do atacante Zé Eduardo.

Há 13 jogos sem marcar, ele se esforçou, buscou, deu carrinho, e mais uma vez não botou a bola nas redes.

Minha manifestação de pesar pela falta de sorte do jogador provocou algumas ironias no twitter, mas a minha posição é totalmente tranquila quanto ao fato.

Vejo sempre o lado humano de qualquer profissional no desempenho de sua atividade.
Ninguém erra porque quer. Atacante, por exemplo, sempre tem e terá essas "fases" de ficar um bom tempo sem fazer gol.
Os maiores atacantes do futebol já passaram por isso.
Zé Eduardo é um bom jogador - tanto que já está negociado com o futebol italiano.
Fiquei com pena, sim, desse atleta.

Não é fácil você se esforçar e nada dar certo. Na vida de muitas pessoas isto acontece.
E nessas horas as pessoas precisam de compreensão, solidariedade e voto de crédito.

Evidentemente que me refiro a bons profissionais, com competência e técnica comprovadas.

Me desculpem se vejo o futebol e suas nuances sem paixão. Mas com algum bom senso e humanismo.
Neste momento sou solidário ao atacante do Santos.

segunda-feira, 23 de maio de 2011

SANTOS X CERRO, NO PACAEMBU

Quarta-feira transmito Santos x Cerro Portenho ao vivo do Pacaembu, nove e cinquenta da noite, pelo Sportv-2.

Jogo de ida. Depois o pega é em Assunção, valendo vaga para a decisão da Libertadores.

Estarei com Carlos Eduardo Lino, Carlos Cereto e André Hernan.

Galera alvinegra vai preencher todo o Paulo Machado de Carvalho, com certeza.

Peixe não perde há 14 jogos. Treze com Muricy, um com Marcelo Martelotte.

Santos jamais perdeu para um time paraguaio na Libertadores. Em nove jogos.

Desde 1991 que o futebol brasileiro tem representante nas semifinais da competição.

Nas últimas nove partidas do Peixe, a equipe só tomou três gols.

** a fonte da pesquisa é a empresa WSC.

sábado, 21 de maio de 2011

LARGADA DO BRASILEIRÃO !!

Ontem estive na vitória do Goiás sobre o Barueri por 1 a 0 no Serra Dourada.

Hoje volta pra casa e amanhã cedinho viagem para Rio Preto.

Lá jogam Palmeiras e Botafogo, quatro da tarde, com transmissão pelo PFC.

Estarei com os amigos Wagner Vilaron nos comentários e Edgar Alencar nas reportagens.

Largada do Brasileirão!!!

quinta-feira, 19 de maio de 2011

SEXTA NO SERRA DOURADA

Nesta sexta-feira começa a Série B do Brasileiro e começa a cobertura do Sportv e PFC.

Todos os jogos da Segundona terão cobertura do PFC, no sistema pague-pra-assistir.
Todos.

O jogo de abertura desta sexta-feira no Sportv é Goiás x Grêmio Barueri.
O alviverde goiano, rebaixado em 2010, vice-campeão estadual agora em 2011.
O Barueri, que até há alguns dias era Prudente, volta a ser o Grêmio Barueri.

Goiás x Barueri é às 9 da noite no Serra Dourada.
*O estádio vai receber no próximo dia 4 o amistoso da Seleção contra a Holanda, quando a Fifa vai fazer um pequeno ensaio de organização já para um jogo de Copa do Mundo.

Estarei ao lado de Wagner Vilaron e Ivan Andrade.
Teremos também um profissional da Globo/local nas reportagens, mas ainda não tive acesso ao nome do companheiro.

A transmissão será para toda a rede, menos Goiás, de acordo com o contrato da Série B.

terça-feira, 17 de maio de 2011

EU GOSTO DO BRASILEIRÃO !

Vai começar o Brasileirão, um dos mais importantes do planeta.

Importante porque é jogado no País que mais ganhou Copas, no País que mais "fabrica" jogadores de futebol e exporta, e onde temos a maior extensão territorial de todos os campeonatos nacionais.

Outro detalhe importante é que o Brasileirão, diferentemente de outros lugares, apresenta o certame onde há mais favoritos ao titulo. Aqui não nos prendemos a dois ou três candidatos apenas, para ganhar a competição.

Basta levantar os últimos 10 Brasileiros, onde tivemos sete campeões diferentes.
São eles: São Paulo, Fluminense, Flamengo, Corinthians, Santos, Cruzeiro e Atlético Paranaense.
Sendo que o tricolor paulista venceu três edições, 2006, 2007 e 2008.

Não engrosso o coro daqueles que argumentam que há equilibrio porque o nível técnico é baixo.
Respeito, mas não concordo.
Me julgo um modesto entendedor de futebol e vejo outros campeonatos, onde nada me salta aos olhos em termos gerais. Vemos algumas equipes espetaculares lá fora, mas no geral, nada que suplante o futebol brasileiro.

Temos por aqui jogos de baixo nivel, assim como no exterior.
Temos atletas fracos tecnicamente, e lá fora há muitos também.
Mas temos grandes espetáculos no Brasileirão. Lá fora, idem.

O futebol é assim.

O importante para o torcedor brasileiro é que o "nosso campeonato" vai começar.

É aqui que as rivalidades afloram.

Gosto do Brasileirão. E profissionalmente, para a minha felicidade, é mais um em que irei desenvolver o meu trabalho. O que muito me orgulha.

O JORNALISTA

Muito animador o que tenho visto e percebido aqui através da Internet.

Quantos e quantos jovens enveredando pelo jornalismo e buscando saber qual caminho seguir.

Tenho "conversado" bastante com muitos deles através dos emails, facebook, blogs, messenger...

Procuro, na medida do possível, passar um pouco da minha experiência e sempre alertar para os naturais percalços da carreira, e também dos prazeres da atividade, obviamente.

Gosto da disposição dessa moçada, da impetuosidade e do arrojo desses jovens para desbravar caminhos. Qualquer profissão precisa desse expediente, mas especialmente o jornalismo, que é um desafio diário para a criatividade.

Tenho um filho jornalista, com quem troco muitas informações e idéias.
E vejo nele os obstáculos a que os profissionais da atualidade se submetem.

De qualquer maneira, o jornalismo é uma atividade fascinante.
Seja na mídia impressa, radiofônica, televisiva ou virtual.

Particularmente aprendi na prática, mesmo.
Quando comecei ainda não havia o curso de jornalismo em faculdades.
Fui aprendendo com a mão na massa, prestando muita atenção em tudo o que ocorria no mundo da comunicação.
E como a minha área foi sempre a do esporte, algo tido como supérfluo por muita gente, busquei aprender a respeitar a veracidade da noticia e dos acontecimentos. Busquei sempre a essência da prática do jornalismo, ou seja, a fidelidade aos fatos, a verdade e a responsabilidade do exercicio profissional.

Mas, enfim, escrevo hoje para registrar e para homenagear a todos os jovens que estão se iniciando no jornalismo.
O mundo precisa dos profissionais da informação e da formação de opinião.
A noticia não para de acontecer. Não tem hora para acontecer. E o jornalista é quem faz o registro da noticia. Um profissional imprescindível.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

TIRANDO O CHAPÉU

É incontestável a carreira já vitoriosa de Muricy Ramalho.

Basta levantar o que ele já ganhou nos anos 90, com Náutico, São Caetano, Internacional, São Paulo, Fluminense e agora o Santos. Teve tropeços, sim, é claro. Mas na média geral, é um grande vencedor.

E se voltarmos no tempo, sua passagem pelo futebol mexicano como treinador também foi coroada de sucesso. É idolo até hoje em plagas mexicanas.

Muricy vai se juntando aos grandes nomes do futebol como um técnico de gabarito, de seriedade, de conhecimento, e de vitórias marcantes.

Como naquele programa de televisão, comandado pelo corintiano Raul Gil, para Muricy Ramalho eu "tiro o chapéu".

sábado, 14 de maio de 2011

MINHAS ESCALAS

Amigos, volto a narrar na próxima sexta-feira, primeira rodada da série B do Brasileiro.

O jogo é Goiás x Barueri, nove da noite, ao vivo no Sportv, menos estado de Goiás.

Estarei com o amigo Vagner Villaron nos comentários.
Ainda não tenho a escala dos repórteres.

Depois, no domingo, dia 22, estarei em São José do Rio Preto para Palmeiras x Botafogo, primeira rodada do Brasileirão, em trabalho pelo PFC.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

SANTOS OU CORINTHIANS ???

Os mais intimos me perguntam como é que estou na profissão de jornalista esportivo?

E explico.

Eles ficam indignados com o fato de eu ser avesso a discutir futebol, como também me nego a arriscar palpites sobre resultados técnicos.

Confesso que mesmo na idade da impetuosidade, juventude, ou como queiram classificar, eu me escondia dos papos e das discussões. Sou muito prático, talvez por isso. Entendo que cada um tem seus pontos de vista, suas convicções, e qualquer conclusão é meramente pessoal.

Vou ao extremo, devo admitir, de pensar que é uma tremenda futilidade discutir futebol e suas peripécias com seriedade, autoridade e veemencia. Respeito quem gosta, evidentemente. Mas não é a minha praia.

Então, quando me perguntam sobre quem vai ser o campeão de domingo na Vila Belmiro, prefiro ficar em cima do muro e não me envergonho disso.
Futebol é técnica, tática, preparação fisica, organização clubistica, tudo isso, mas é um JOGO.
Há nuances numa partida de futebol que não estão nas pranchetas dos treinadores.
Existe o sempre atento Imponderável FC, que a qualquer momento aparece.
Há os equivocos de arbitragens, inevitáveis, pois os caras são humanos, e também sujeitos a erros.

Por essas e outras, não tenho a minima vontade de palpitar sobre o campeão paulista de 2011.

Torço para que o espetáculo seja vistoso, empolgante, emocionante. Isso sim.

Torço da mesma forma para que a arbitragem erre o menos possivel, não influindo no resultado, para não termos nenhuma mancha na conquista do titulo.

Torço pelo futebol em si.

quarta-feira, 11 de maio de 2011

PACAEMBU VAZIO ???

Curiosidade geral sobre como estará o Pacaembu esta noite.

Duas coisas nos parecem certas, dentre tantas dúvidas. Ou seja, haverá a presença das organizadas do Verdão e o Coritiba terá 99% de chances de se classificar.

O grosso da massa palmeirense comparecerá? Creio que não, e por razões mais do que compreensíveis.
Ou a torcida do Palmeiras dará demonstração de solidariedade e amor ao clube, e estará presente?

Há também a possibilidade nesse Palmeiras x Coritiba de uma quebra de invencibilidade paranaense.
Isso aliviaria a torcida palmeirense? Ou nada neste momento diminui a tristeza alviverde?

Enfim, curiosidade geral pelo que poderá acontecer esta noite no Paulo Machado de Carvalho, inaugurado em 1940 exatamente com um jogo entre Palestra(hoje Palmeiras) e Coritiba.

SANTOS X ONCE CALDAS

Hoje o Santos defende a honra do futebol brasileiro na Libertadores.

Joga em Manizales, Colômbia, contra o Once Caldas.
Altitude branda de 2.200 metros.
Os jogadores do time colombiano estão sem receber os salários e ameaçam greve.
O Peixe, sem Ganso, entrando o bom Alan Patrick em seu lugar.

Que o torcedor santista não se iluda com esse lance da possivel greve do Once Caldas.
E que ninguém se espante se a diretoria colombiana pagar os salários momentos antes do jogo.
Isso tudo faz parte de um triste contexto do futebol atual.
( ou do manual da malandragem do futebol ).

Particularmente acredito que o Peixe arranque um empate.

Hoje, também, se enfrentam Penharol e Universidad Católica.

terça-feira, 10 de maio de 2011

BELLUCCI - O CARA É BOM

Temos uma tendência de sempre comparar idolos do esporte.

O menino de Tietê, interior paulista, Thomás Bellucci, se estabelece entre os 22 melhores tenistas do mundo e já começam as odiosas comparações à Gustavo Kuerten.
Nada a ver.

Guga tinha um estilo, Bellucci tem o seu.

A verdade é que Bellucci não figura entre os melhores do planeta por acaso.
Ninguém chega ao número 22 da ATP por favorecimento ou coincidência.

O menino é realmente talentoso. Falta-lhe mais disciplina mental, o que Larry Passos vem trabalhando com maestria.
Sua postura melhorou bastante com a chegada de Larry.

Vi Bellucci pela primeira vez ganhando o Aberto de São Paulo, anos atrás, e ali já dava para vislumbrar um tenista diferente da maioria.

Bellucci ainda vai perder muito, vai vencer muito, mas é indiscutível a sua ótima condição de brilhar internacionalmente.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

SEMANA BOA

Semana que terá o único representante brasileiro na Libertadores jogando nas alturas de Manizales ( 2.200m ) contra o Once Caldas.
Não é tão alto a ponto de interferir drasticamente no rendimento dos jogadores, mas é um fator que poderá influir dado ao cansaço dos santistas.

Sem Paulo Henrique Ganso, o Peixe ainda assim tem uma bela formação e pode se dar bem na Colômbia, deixando para ratificar a classificação na Vila na próximo semana.

Semana de esperanças para o tênis brasileiro com Thomás Bellucci em quadras romanas.
Ele esteve muito bem em Madri, subiu no ranking da ATP ( agora é o número 22 do mundo ) e está com moral e jogo para o desafio de Roma.

Semana de jogos decisivos pela Copa do Brasil.
Avaí x São Paulo na Ressacada; Ceará x Flamengo em Fortaleza; Vasco x Atlético PR no Rio; e o Coritiba no Pacaembu com a estonteante vantagem sobre o Palmeiras.
Vamos conhecer os semifinalistas da competição.

Belas atrações para o mundo do futebol.

quinta-feira, 5 de maio de 2011

FATIDICO '' 4 DE MAIO ''

A trágica noite de ontem do futebol brasileiro reforça a tese de que discutir e prognosticar futebol são desafios eternos para todos nós.

Quando analisamos, instintivamente nos baseamos no retrospecto e também no presente dos litigantes. E tem de ser assim, mesmo. Bola de cristal, ninguém tem.
Dificilmente invocamos a possibilidade de algo diferente acontecer.

As eliminações de Fluminense, Internacional e Cruzeiro, contrariaram praticamente a todas as apostas e conjecturas.
A eliminação do Grêmio, pela derrota no primeiro jogo, era mais ou menos previsivel.

É dificil alguém bater no peito e afirmar categoricamente que "entende de futebol".
Podemos estar "por dentro" do que acontece no futebol, mas entender a ponto de prognosticar e acertar resultados, é pura ilusão.

E coloco nesse bolo TODOS os mortais, sejam eles torcedores, jornalistas, dirigentes, jogadores e tudo mais.

Sabe aquele lance do IMPONDERÁVEL FUTEBOL CLUBE?
Ou da ZEBRINHA ESPORTE CLUBE?
Eles às vezes entram em campo, sim senhor. E quebram solenemente as expectativas.

Digo que futebol é um conjunto de coisas: técnica, talento, preparo físico, tática, organização, boa estrutura, profissionais competentes, tudo isso.
MAS É UM JOGO!

E como em todo JOGO, há o imponderável, o revés, as invertidas.
Incluo aqui, contrariando muita gente, o aspecto SORTE.
A sorte também joga e aqui precisariamos de muito espaço para dissertar sobre ela no esporte e suas interferências.

De qualquer forma, o "4 de maio de 2011" fica na história do futebol brasileiro como algo inacreditável de ocorrer. Mas que aconteceu. Algo notável, sob o aspecto negativo, obviamente.

Fica como advertência. Um alerta. Uma grande lição de como encarar esse fantástico esporte chamado futebol como algo que foge à precisão e à lógica.

Por tudo isso que não gosto de dar palpites sobre os resultados de jogos e quando me abstenho recebo às vezes a pecha de "mureteiro".
Abster-se de palpitar no futebol é respeitar esse esporte maravilhoso e suas nuances.
Não arriscar palpites é ser prudente, no meu ponto de vista.

terça-feira, 3 de maio de 2011

ARENA AO VIVO

Nesta quarta-feira apresento o ARENA SPORTV, duas da tarde, ao vivo pelo canal Sportv.

Num dia de jogos importantes pela Copa do Brasil e Libertadores, o programa é todo preenchido com matérias, opinião e entrevistas ao vivo, aquecendo a rodada.

Direção de Carlos Alberto Cereto e chefia de produção de Laura Fonseca.

QUE DÊ PEIXE HOJE

Sei que poderei contrariar a muitas pessoas com o que vou colocar agora.
Mas é a minha cabeça, a minha forma de pensar.

Sempre que há clube brasileiro envolvido em jogos internacionais, torço para o sucesso nacional.
Não tenho, há muito tempo, apego emocional com o clube X ou Y.

Lá atrás, quando bem mais jovem, torcia e sofria ( pouco ) com o clube da minha simpatia.
O tempo passou e esfriei em relação a clubes e a própria seleção brasileira.
Gosto de futebol, gosto de trabalhar no esporte, mas o tempo me deu maturidade para apenas apreciar e relatar os eventos, respeitando a quem assiste e a quem lê.

Hoje, por exemplo, gostaria muito que o Santos se classificasse.
Assim como amanhã, nos casos de Fluminense, Cruzeiro, Grêmio e Inter.

Dentro da rivalidade sul-americana no futebol, é óbvio que sempre gostarei de ver os brasileiros conquistando espaços e titulos.
Sou brasileiro, afinal.

Portanto, que hoje em Querétaro o Peixe se classifique.
É a minha esperança pessoal.

segunda-feira, 2 de maio de 2011

O FUTEBOL E O DESEQUILIBRIO

Vendo o futebol com olhos frios e sempre pensando no "social", a gente fica triste com muitas coisas.

Apesar de entendermos o "sangue quente" das disputas, há profissionais adultos ( e praticamente são todos adultos ) que se comportam como criancinhas no pátio da escola, agindo com irracionalidade, falta de educação e de respeito ao próximo.

Passam péssimos exemplos para quem está se ligando agora no esporte, casos das próprias crianças e jovens.

O bate-boca, por exemplo, de Felipão e Tite no clássico paulista, foi algo deplorável.
Dois adultos, vividos, bem resolvidos financeiramente e agindo com total falta de equilibrio.

Discutir as coisas do futebol, divergir, tudo é perfeito.
Mas passar rancor, ódio, incitar as massas, é perigoso.
Os icones, os lideres, precisam demonstrar controle de ações e bom senso, mesmo nas batalhas verbais e ideológicas, sob pena de contagiar cabeças desprovidas de razão.

O reflexo disso tudo são as brigas antes e após os clássicos, as pessoas baleadas nas ruas por conta do futebol, e tudo mais.
Profundamente lamentável.

Incluo no contexto certos programas de rádio e televisão que contribuem para acirrar os animos nos grandes centros.
Papo de futebol irresponsável é para as esquinas e bares. Meios de comunicação se revestem de incrivel força e tudo o que ali é apresentado ganha proporções inimagináveis.
Opiniões em rádios e tevês têm poder e contaminam mentes ( positiva ou negativamente ).

Desculpem o desabafo, mas é que vejo o esporte com frieza ( sempre vi assim ).
Vejo mais a repercussão dos fatos na vida das pessoas do que propriamente os resultados técnicos em campo ou quadra.

Aliás, o esporte deveria ser assim visto.
Resultados em campo são importantes, mas os efeitos na vida comum valem muito mais.

Boa semana pra todos.