segunda-feira, 30 de novembro de 2009

GRÊMIO INTEIRO.....E O PEIXE ?

Diretoria do Grêmio acaba de afirmar que ninguém será liberado para o jogo contra o Flamengo no Maracanã.

O Santos acena com a possibilidade de dar férias a vários jogadores, mas o Peixe vai enfrentar o Cruzeiro, na Vila, onde o time mineiro ainda briga por vaga na Libertadores.

Assim como entendemos que o tricolor gaúcho deva manter a sua melhor formação diante do Mengão, achamos que o Peixe também deve escalar seus titulares contra a Raposa.

Assim são as derradeiras rodadas de campeonatos por pontos corridos.
Sempre haverá jogos de equipes com missão cumprida - positiva ou negativamente - e por isso sem maiores pretensões.

Como resolver isto?

Nos torneios em sistema "mata-mata", como exemplo, isto não acontece.
Nos pontos corridos, é dificil, porque a cultura é de desinteresse por parte das equipes fora de qualquer concorrência.
Outra sugestão: marcar nas rodadas finais clássicos locais e que teoricamente sustentariam o interesse de todas as equipes em campo.

Em resumo, a discussão tem data pra começar e nenhum prazo estipulado para terminar.

É uma questão de cultura.

E no futebol, a cultura é sempre a de levar vantagem em tudo e de desprezar as normas éticas do esporte.

O SORTEIO É SEXTA-FEIRA

Semana de sorteio dos grupos para a Copa do Mundo.

É sexta-feira, às 3 da tarde, horário brasileiro de verão.

Os canais que transmitirão a Copa estarão mostrando a cerimonia ao vivo.

Dona Fifa vai apreciar aquele lance do jogo entre França x Irlanda, quando o gol frances que eliminou os irlandeses do Mundial foi irregular ( toque de mão de Thiery Henry ).

A Irlanda prepara um documento onde irá pedir a sua inclusão na Copa.
Teríamos, então, 33 seleções na África do Sul?

A entidade abriria esse precedente?

Particularmente acho que não.

Os irlandeses esperneiam, vão pedir, mas de nada irá adiantar.

Resta saber em que chave cairá o Brasil.
Seleções de menor expressão, certamente.
O encontro das potências será à partir da segunda fase.

Vamos aguardar.

CORPO MOLE ANUNCIADO ?

Se alguns dirigentes do Grêmio persistirem na insinuação de um time reserva diante do Flamengo e na manifesta vontade de não ajudar o rival - é o que tenho ouvido e lido - não seria matéria para as devidas observações do STJD?

Quanto a escalar um time sem os principais titulares, entendo que é um direito gremista, mas deixar claro que a rivalidade GRENAL não permite(?) que um ajude o outro, me parece atitude antidesportiva.

E atitude antidesportiva é passível de denúncia e de apreciação pelos tribunais.

É o caso do Grêmio neste momento, mas a história registra outros fatos com outras equipes ao longo dos nossos campeonatos.
Já aconteceu até em Copa do Mundo.

Estou me referindo ao STJD e ao Ministério Público, que ultimamente têm atuado muito. Sempre vigilantes.

Não ignoro as falcatruas que existem no futebol. Não sou ingênuo, nem inocente.
Mas se existem as leis, por que não aplicá-las, ainda que tudo isso seja muito subjetivo ao se apurar.

No momento em que um time anuncia "corpo mole" fica declarada a intenção de "jogar" contra a lisura da competição, do esporte.

O torcedor, o consumidor, está ( ou estaria ) sendo lesado.
E seus direitos?

É um caso pra se pensar.

domingo, 29 de novembro de 2009

ÚLTIMOS MOMENTOS DO BRASILEIRÃO

Estou chegando de Campinas, onde vi um Corinthians burocrata, uma atuação horrível de Evandro Rogério Roman, e um Flamengo certinho, ajustadinho, pronto para ser campeão.

26 mil pessoas no Brinco de Ouro.

Não vi nenhum problema entre as torcidas.

Policiamento trabalhando com esmero e eficiência.

A rodada jogou o São Paulo para a quarta colocação.

Pontificou a reação do Fluminense para sair do rebaixamento.

Registrou a queda do Timbu.
Dupla pernambucana caiu.
Ninguém pode gozar ninguém por lá.

A rodada marcou a reabilitação do Palmeiras.
E a confirmação do Internacional nas mãos de Mário Sérgio.

E agora todas as atenções se voltam para a RODADA FINAL do próximo domingo.

Vai crescer a polêmica sobre o time que o Grêmio irá colocar em campo diante do Fla.

Se o tricolor gaúcho derrotar o rubronegro, poderá ajudar o rival Colorado.

Inter terá uma aparente moleza no Beira-Rio: o quase rebaixado Santo André.

Palmeiras vai ao Engenhão encarar um Botafogo desesperado, sufocado.

O tricolor paulista jogará no Morumbi contra um esfacelado Sport, mas não depende mais de si para ser campeão.

Em resumo, tá tudo nas mãos - e nos pés - do Mengão.

Mas.......

CHUVA EM CAMPINAS

Tempo fechado aqui na região de Campinas.

Galeras de Corinthians e Flamengo certamente vão tomar chuva.

Essa é a previsão.

Curiosidade: o árbitro do jogo é o mesmo do primeiro turno, Evandro Rogério Roman, o paranaense que pertence ao quadro da Fifa.

Bom juiz, enérgico, passou este ano por uma reciclagem, voltou a atuar em alguns jogos da série B, mas nessa reta final do Brasileirão está em ação.

Hoje é aquele inferno pra chegar ao estádio Brinco de Ouro.
Polícia, fazendo o seu papel, fecha as ruas em volta do estádio, por segurança.

O problema é, como sempre acontece, que pinta uma enxurrada de guardadores(?) de carros nessas horas, explorando o torcedor e exigindo no mínimo 20 reais. Um absurdo.

Mas o espetáculo vale o sacrifício de quem esteja disposto a ir ao estádio.

Mas que vai chover, vai....

sábado, 28 de novembro de 2009

TAMBÉM AO VIVO NO SPORTV-2

Na rodada deste domingo do Brasileirão, teremos também transmissões do SPORTV-2.

Atlético Paranaense x Botafogo, para toda a rede, menos Paraná, que acompanhará Corinthians x Flamengo.

TRANSMISSÕES DO SPORTV

Canal Sportv neste domingo vai assim na penúltima rodada do Brasileirão.

Góiás x São Paulo, para todo o Brasil, menos o estado goiano.

O estado de Goiás vai acompanhar Sport x Internacional.

Programa TÁ NA ÁREA à partir das 16 horas, girando pelos dez estádios da rodada.

Depois que a bola parar de rolar, lá pelas 7 da noite, horário de verão, começa o programa TROCA DE PASSES, com toda a repercussão dos jogos.

JOGÃO EM CAMPINAS

Estarei em Campinas neste domingo.

Corinthians x Flamengo, cinco da tarde, transmissão do PFC, para todo o Brasil e também para os assinantes do exterior.

À partir das quatro horas estaremos no Sportv participando do programa TÁ NA ÁREA.

Terei nos comentários o amigo Mauricio Noriega. Nas reportagens, os brilhantes Carlos Cereto ( ganhador do troféu ACEESP ) e Edgar Alencar.

Corinthians e Flamengo se enfrentam há 91 anos. Desde 1918.

O rubronegro leva vantagem sobre o alvinegro, com 46 vitórias contra 41.
Foram 23 empates.

Interessante que no histórico do confronto em campeonatos brasileiros, foram registrados apenas dois empates por 0 a 0, em 46 partidas.

A última vitória do Corinthians sobre o Flamengo aconteceu em 2005.
Ano passado, 2008, não tivemos esse confronto, já que o Timão estava na série B.

Estarão em campo duas das equipes mais disciplinadas desse Brasileirão.
Corinthians teve apenas 5 expulsões, enquanto o Flamengo só teve quatro.

Será a terceira vez que teremos um Corinthians x Flamengo no interior paulista.
A primeira foi em Limeira (2004 ) e a segunda em Mogi Mirim (2005).

Jogão da eletrizante rodada.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

CANALHA NÃO É OFENSA

Decisões judiciais têm de ser respeitadas e cumpridas, mas não necessariamente aceitas.

Diretor do Flamengo, Marcos Braz, chamou o árbitro pernambucano Nielson Nogueira de "canalha" após uma partida do Brasileirão contra o Santos.

Todo dirigente que tem se pronunciado asperamente, recebe punição dura do STJD.

Mas esse mentor flamenguista foi poupado pelos julgadores e ABSOLVIDO.

Juro que eu gostaria de ter acesso aos argumentos dos juizes para essa absolvição.

O termo "canalha" foi explícito, claro, está gravado pelas rádios e tevês.

Ou chamar alguém de canalha passou a ser elogio?

Ah! esse tribunal.......

SÃO SÉRGIO

Hoje, sexta-feira, vou a São Caetano transmitir um jogo da série B que é apenas para constar.

Azulão e Figueirense se enfrentam às 9 da noite, transmissão do PFC, despedindo-se da competição na temporada.

Já escrevi em post anterior que irei rever o grande goleiro da década 70, Sérgio Valentim, nosso comentarista esta noite.

Sérgio vestiu as camisas de São Paulo, Corinthians, Coritiba, e também Seleção Brasileira em 1972, dividindo com Emerson Leão a posição.

Um dos maiores goleiros que vi atuar.
Pegava tudo.
Foi apelidado de "São Sérgio" na época.
O maior operador de milagres alí na pequena área.

Sérgio reside em São José dos Campos, onde se projetou para o futebol, e tem comentado jogos pelo PFC, emprestando a sua experiência às jornadas.

Fui fã dele enquanto jogador e hoje terei o prazer de abraça-lo e de dividir a transmissão do Premiére.

Meu amigo André Hernan, que também pega no gol nas horas de folga, será o repórter no Anacleto Campanella.

Mas que o jogo nada vale, isso é verdade.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

TÁ TODO MUNDO NA BRIGA

Tá chegando a hora.

Domingo o Brasil prende a respiração para a penúltima rodada do Brasileirão.

Não descarto nada do que possa acontecer.

Quando muitos colocam o Palmeiras como o menos cotado para ser campeão, eu não o faço.

Esse campeonato é... e está surpreendente.
O que já tivemos de palpiteiros caindo do cavalo nesse Brasileirão.

Então, o Palmeiras, o menos cotado pela maioria, pode perfeitamente derrotar o Galo e ter de carona os tropeços de São Paulo e Flamengo.

Acho difícil o Internacional empatar ou perder para o rebaixado Sport.
Mas não dá para descartar um possível vacilo colorado na Ilha do Retiro.
É do jogo.

Não estou afirmando que tricolor e rubronegro não poderão ganhar na rodada.
É claro que não afirmo isso.
E se vencerem, será absolutamente natural, pela supremacia técnica sobre os adversários respectivos neste momento.

O que quero dizer é que nenhuma afirmação DIRETA, CATEGÓRICA, CONTUNDENTE, condiz com a prudência que o futebol exige.

Alguém dirá que o Tricolor pode ser o campeão já neste domingo.
É verdade.
É possível.
Mas, por inspiração, recebo a mensagem que isto não ocorrerá.
Acho pouco provável, pela necessidade de uma cadeia de resultados para que isto aconteça.

Em síntese, prefiro aguardar, cautelosamente.
No popular, poderão dizer que fiquei em cima do muro.
Não tenho nenhum problema de assim ser tachado.
Opto pela prudência. Sempre.

E torcerei para que os árbitros envolvidos na rodada tenham muita sorte.
Um bom trabalho.
Vão errar, como erram os jogadores e treinadores, mas que suas falhas sejam pequenas, quase despercebidas.
Criticados eles o serão, irremediavelmente.
Assim é a cultura do nosso torcedor.
Mas que acertem mais do que errem, é a minha torcida.

E nada dessas tolices de conspiração A, B ou C.
Os juizes erram porque são humanos.
Má fé nos dias de hoje, complô ou coisa parecida, me parecem grandes desculpas dos perdedores de plantão.

Lembram-se daquela asneira da Copa de 98 quando todo mundo dizia que o Brasil "entregou" o titulo para a França, tendo em troca a sede de 2006 ou de 2010?

O Mundial de 2006 não foi no Brasil.
E o de 2010 é na África do Sul.

MINHA SOLIDARIEDADE A LUCIANO DO VALLE

Sabendo que muitas pessoas vão entender esse meu post como um ato corporativista ou coisa que o valha, preciso me pronunciar sobre uma maldade que corre na internet.

Meu amigo Luciano do Valle cometeu um ato falho na transmissão de Fluminense x LDU ontem pela Band, ao trocar a emissora do Morumbi pela Globo no comecinho do segundo tempo.

Isto acontece com muitos comunicadores. Já aconteceu comigo. E vai continuar acontecendo.

Por ser crítico, o jornalista é sempre alvo de escorregões para também ser criticado.

Tudo bem.
Faz parte.

Faz parte porque os seres aqui viventes ( nós ) têm essa coisa de "vigiar"" o semelhante, de policiar os atos e as atitudes dos outros, como se perfeitos fossemos.

E ao primeiro leve equivoco de alguém, crescemos na nossa pretensa superioridade e infalibilidade(?) e caimos de pau em quem cometeu o deslize.

As pessoas acham que os comunicadores - jornalistas - são perfeitos.
Entendem que são seres de outros planetas, infalíveis.
Que não PODEM errar.

Todos nós ERRAMOS.
Em qualquer profissão, em qualquer atividade.
Por que o jornalista não pode errar?

Atitude menor essa dos que se aproveitam da oportunidade e despejam satisfação pela falha de um ser humano, que circunstancialmente tem um microfone na mão.

Luciano, amigo e irmão, fica aqui a minha simples e modesta solidariedade.
Sei também que você nem liga pra isso, pois é superior e independente.
Entre seus erros e acertos na vida profissional, tá "99 x 1" pra ti.

Os "infalíveis"e "perfeitos" vão continuar caçando.
É assim que eles sabem viver.
É assim que eles se realizam.

ULTIMOS MOMENTOS DA SÉRIE -B-

Última rodada da série B.

Quase tudo definido.

Vasco, Ceará, Guarani e Atlético Goianiense já estão na planilha de jogos da série A 2010.

ABC, Campinense e Fortaleza já figuram no esboço de tabela da série B do ano que vem.

Falta um.

Candidatos: Juventude - Ipatinga - Brasiliense e América-RN.

Quatro "candidatos" pra uma vaga.

O time gaúcho joga em Campinas contra o Bugre, que só pensa em fazer festa no Brinco.
Isso é bom ou é ruim para o Juventude?
Dificil dizer.
Mas o Ju não depende só dele para não cair.

Ipatinga recebe o festivo Vasco na região do Vale do Aço.
O time mineiro não figurou quase em nenhum momento na zona do rebaixamento ao longo do campeonato.
Apareceu agora nas derradeiras rodadas.
Sei não...

Outro que apareceu na Z/4 recentemente é o Brasiliense.
O Jacaré vai jogar em casa com o tranquilo Vila Nova.
Aparentemente, uma missão mansa para o Amarelo de Taguatinga.
Duas equipes do Centro-Oeste brasileiro.
Sei não...

E finalmente o América de Natal, que terá um clássico nordestino com o Ceará, que já subiu.
O jogo é em Fortaleza.
Jogo de festa para o Vovozão cearense.
Pode ser bobagem, mas o alvinegro quer ser o vice-campeão da série B.
Sei não...

De qualquer maneira, uma rodada onde apenas quatro jogos têm importancia e que acontecerão no sábado.
Os demais, apenas para preenchimento da súmula, acontecem na sexta-feira.

RETA DE CHEGADA - AS PESSOAS SE PERDEM

Todo final de campeonato é a mesma coisa.

Mala branca, tribunal, troca de acusações, declarações odiosas e vingativas, dirigente falando o que não deveria, desconfiança das arbitragens, e outras leviandades.

Fala-se muito mais nessas coisas do que nas falhas técnicas dos clubes ao longo do campeonato.
Aqueles pontos bobamente perdidos, gols desperdiçados, falhas de zagueiros e goleiros, treinadores ruins, dirigentes despreparados e etc etc etc...

Mas a maioria prefere se referir às arbitragens, conspirações, jogando tudo nas costas dos outros.
É mais fácil.

Quando chegaremos às rodadas finais dos eventos com serenidade, respeito, espirito esportivo, elegancia no comportamento?

Quando os erros próprios serão reconhecidos pelos profissionais da bola?

Acho que jamais.

Essas últimas declarações de um diretor do Goiás - ou ex-dirigente, sei lá - depõem contra a legitimidade do esporte. Levantam dúvidas, acirram os animos, nada é provado, e nas arquibancadas o povão se digladia.

É o festival da irresponsabilidade. De chutes pra todo lado.

Vejam agora, também, o presidente do Palmeiras aprontando mais uma.
Junto de torcedores das organizadas, pegou o microfone e "atacou" um clube adversário com a leviandade preconceituosa das palavras.

O esporte, na sua essência, não é bem compreendido pelas pessoas.
O esporte não é para fazer inimigos.
Rivalidade não é sinonimo de guerra.

Futebol é lazer, entretenimento, diversão.
É competição, obviamente.
Mas também em qualquer competição cabe o respeito às leis, aos adversários, àqueles que trabalham na atividade.

Confesso ficar muito decepcionado nessas horas.
E todo ano é a mesma coisa.

Não descarto um clube defender seus direitos, evidentemente.
Todos devem buscar proteção ao sentir que poderá haver algum prejuízo.
Mas exagera-se DEMAIS.
Apela-se em demasia.

Age-se com leviandade. E aí é que a coisa pega.

Mas quem sou para tentar puxar as orelhas das pessoas.
Mas como sou alguém que trabalha na área, me sinto na obrigação de pelo menos expressar minha decepção com tudo o que vejo.

Não seria muito mais saudável se víssemos os espetáculos com olhos positivos, otimistas, acreditando nas pessoas e nas entidades?

Há ervas daninhas. É óbvio que sim.
Mas não acredito que sejam maioria.

Sei que esse meu comentário é "uma viagem", mas era preciso desabafar.

Com a idade a gente fica mais frio em coisas supérfluas. O futebol é supérfluo.
Eu, pelo menos, assim me sinto.
Hoje sou um "gelo" com o futebol.
Talvez por isso esse meu post.

Mas como o futebol é uma paixão......

Me rendo e me recolho às minhas indignações constantes.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

MINHAS ESCALAS FIM DE SEMANA

Minhas escalas para o final de semana sairam.

Sexta-feira vou a São Caetano do Sul transmitir pelo PFC um jogo que servirá de despedida para o Azulão e o Figueirense.

Com a derrota em casa para o Duque de Caxias, morreram as esperanças do Figueirense para esta última rodada.

Assim, o jogo desta sexta-feira no Anacleto Campanella serve só para preencher a tabela.

Terei o prazer de trabalhar ao lado de um dos maiores goleiros que vi jogar: Sérgio Valentim.

Ele fechava o gol. Foi até apelidado de "São Sérgio" naquela oportunidade.

Nas reportagens, André Hernan.

No domingo estarei em Campinas para Corinthians e Flamengo.

Jogo do PFC.

Comigo, Mauricio Noriega, Carlos Cereto e Edgar Alencar.

SOU FLU HOJE EM QUITO

Pela maneira como sempre encarei o futebol - desde quando era apenas torcedor - torço à cada vez que um clube brasileiro decide um título internacional.

É o caso do Flu agora nas finais da Sul-Americana.

Hoje no estádio Casablanca, Quito, mais de 2.800 metros de altitude, o tricolor carioca tem a minha torcida. Afinal, é o futebol brasileiro alí representado.

Não há consenso nisso, eu sei, porque torcedores de outros clubes - especialmente os rivais diretos do Fluminense - não vão gostar do sucesso tricolor nessa decisão.

A tarefa do time de Cuca é muito difícil. Mas a equipe está embalada. Vem numa fase crescente espetacular.
Hoje em Quito o negócio ideal é arrancar um empate, pelo menos.

Depois tem o jogo decisivo no Maracanã.

Boa sorte ao representante brasileiro nas finais da Sul-Americana.

Escapar do rebaixamento, depois, é outro desafio. É outra história.

OS MELHORES DO ANO

Todo final de ano a ACEESP - Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo - promove a eleição dos profissionais que mais se destacaram na temporada, em rádio, jornal, televisão, internet e revistas.

O troféu foi instituído há muito tempo e à partir deste ano teve também a abertura para os internautas votarem.

Parabéns a todos os eleitos, e em especial aos amigos da empresa em que trabalho, como Milton Leite, Carlos Cereto, Thiago Leifert, Cléber Machado e equipe de produção do Sportv e Globo.

A festa da entrega é no próximo dia 14 de dezembro.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

DUNGA, SEMPRE RAIVOSO

Ao anunciar a relação dos candidatos ao prêmio "Craque do Brasileirão", o técnico Dunga novamente destilou o seu veneno ao responder às perguntas da mídia.

Ele parece estar sempre com pedras nas mãos.

Parece se sentir agredido pelas perguntas dos jornalistas.

Responde com uma certa má vontade, com revides desnecessários.

Pra que isso, professor ?

Dá a impressão que todas as críticas que recebeu ao longo da sua carreira - como jogador e treinador - ainda estão nas suas veias e agora insiste em dar o troco.

Ao responder sobre Ronaldo ser convocado ou não, se enrolou, desrespeitou o colega Parreira e o próprio jogador, denunciando que todos erraram naquela oportunidade.
Além de ter insinuado que a imprensa teve culpa em tudo o que houve na Alemanha.

Dunga cada vez mais me decepciona no trato com aqueles que servem de intermediários apenas, na relação treinador-torcedor, os jornalistas.

A imprensa é a interlocutora. Só isso.
Pergunta o que o torcedor normalmente perguntaria.

Aliás, Dunga é daqueles treinadores que só gostam de perguntas fáceis, superficiais, dóceis.

Seus resultados dentro de campo têm sido ótimos, mas fora de campo ele continua cintura-dura, assim como quando era jogador.

Uma pena.

MENINAS DO VÔLEI NO MUNDIAL

E o nosso vôlei feminino também conheceu nesta terça-feira os adversários do Mundial de 2010, que irá acontecer no Japão.

O grupo do Brasil terá Itália...Holanda...Quênia...República Tcheca e Porto Rico.

Comissão técnica da seleção gostou do sorteio.

Perceberam que brasileiras e italianas estarão juntas no grupo?
Elas que decidiram há poucos dias o título da Copa do Mundo, onde as italianas levaram a melhor.

Zé Roberto Guimarães segue à frente da seleção campeoníssima e com o grande objetivo do ouro em Londres 2012, evidentemente.

BASQUETE FEMININO NO MUNDIAL

A seleção feminina de basquete já sabe com quem irá trombar no Mundial da República Tcheca em 2010.

Brasil pegará a Espanha ( terceira do ranking europeu )....Coréia do Sul ( vice asiática ) ....e Mali ( vice-campeã africana ). Jogos da primeira fase, evidentemente.

O Mundial será em setembro do ano que vem.

Com a saída do técnico Paulo Bassul, a direção da CBB ainda não definiu o novo treinador.

Há um certo receio por parte dos técnicos brasileiros que a confederação coloque no comando da seleção feminina um profissional estrangeiro, como já ocorre no masculino.

Particularmente, entendo como desnecessário um treinador ( ou treinadora ) de fora.

Temos muitos técnicos competentes aqui na terrinha. Muitos.

GACIBA PERDE O ESCUDO

Lamentável a situação de um dos melhores árbitros do Brasil.

Leonardo Gaciba da Silva foi reprovado outra vez nos testes físicos e acabou perdendo o escudo-Fifa.

Vi uma matéria sobre a dificuldade que ele tem em administrar seu lado emocional na hora dos testes de avaliação física.

Gaciba é um dos melhores que temos.

O mais incrível é que ele não deixa a desejar no aspecto físico em nenhum jogo que atua.

Sempre em cima do lance.

Termina as partidas em plena forma. Corre até o último segundo de jogo.

Mas....a Fifa tem os testes a serem vencidos e aí é que o bicho pega para o árbitro gaúcho.

Uma pena.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

PINÇANDO UMAS E OUTRAS

Repasso notas lidas agora a pouco na "rede".

- Ponte Preta acertou a volta do técnico Sérgio Guedes a Moisés Lucarelli, ele que foi vice-campeão com a Macaca no Paulistão de 2008. É competente, além de figura humana respeitável.

- Velloso, ex-goleiro do Palmeiras, deixou o comando técnico do Mogi Mirim, clube que hoje pertence a Rivaldo.

- Técnico Adilson Batista não se acertou com o Grêmio e vai continuar no Cruzeiro.

- Dois jogos pelo Brasileirão puxados para o sábado neste fim de semana.
Grêmio x Barueri, às 19:30, no Olímpico.
Avaí x Santos, em Floripa, também às sete e meia da noite, horário de verão.

- Palmeiras colocou 50% de desconto nos ingressos populares para a partida com o Atlético Mineiro, domingo, Palestra Itália. Ressuscitado na disputa do título, Verdão vai lotar a sua casa.

- FIFA vai se reunir extraordinariamente para analisar o lance polêmico ocorrido em França x Irlanda, pela repescagem européia para a Copa do Mundo, onde Thiery Henry levou a bola com a mão e fez o passe pro gol de Gallas.

- Quarta-feira tem Fluminense nas alturas de Quito fazendo a primeira partidas das finais da Copa Sul-Americana. O adversário é a chatíssima LDU, que o tricolor tem atravessado na garganta desde o ano passado. Lembra?

PAGOU, LEVOU O EVENTO

Tem uma empresa promotora de eventos que anda consultando alguns clubes do interior paulista no intuito de "comprar" os jogos do Paulistão de 2010.

Exemplo. Rio Branco x Palmeiras, marcado para Americana.
A empresa propõe valores pelo "mando" riobranquense e leva o espetáculo para uma outra praça.

E assim faria com outras agremiações que receberão os "grandes" em seus estádios.

Fico perguntando como está a posição da Federação Paulista nessa história?

Ela sabe disso? É permitido?
Os direitos sobre o evento são da entidade paulista.

E as mudanças de local das partidas?
Ela aprovaria?

Vamos ver qual o desdobramento desse assunto.

GOLEADA E O DINHEIRO DE VOLTA

Fato inédito no futebol.

O time inglês do Wigan, que tomou de 9 a 1 no fim de semana do Tothenham, resolveu que irá reembolsar seus torcedores.

Todos os torcedores do Wigan que pagaram ingresso para ver a partida, receberão o dinheiro de volta.

A crise de culpa do grupo prevaleceu e a decisão entra para a história do futebol.

Haverá seguidores em todo o mundo ?

NOSSO VÔLEI MASCULINO É DEMAIS

Nosso vôlei masculino é demais.

Praticamente imbatível.

Hoje a seleção brasileira ganhou a Copa do Mundo pela terceira vez ( 1997, 2005 e 2009 ) em plena Nagoya, derrotando os japoneses por três sets a zero.
A partida teve a duração de 100 minutos.

Time de Bernardinho sai da competição com o caneco, e sem derrotas.

Este ano o vôlei masculino do Brasil ganhou o Sul-Americano, a Liga Mundial e agora a Copa do Mundo do Japão.

Sensacional.
Só alegria para o torcedor brasileiro.

PORTUGUESA INSISTE NA BRONCA

Todo clube tem de buscar seus direitos.

Mas algumas agremiações marcam por repetitivas buscas nos bastidores, e sempre quando não são bem sucedidas dentro de campo.

O Vasco foi assim nas infindáveis gestões de Eurico Miranda.

O extinto dirigente - para o bom saneamento do futebol - era especialista em procurar "pêlo em ovo" quando o clube da Cruz de Malta perdia no campo de jogo.

Tumultuou muito o nosso futebol com seus arroubos de coronelismo, arrogância e prepotência.

Nos dias de hoje é a Portuguesa que vai se "especializando" no assunto.

Lembram-se do lamentável fato do zagueiro Jean, da Ponte Preta, que teve sua honra atacada pela diretoria da Lusa, naquela partida contra o Santos?

Nada ficou provado, e ninguém respondeu pela leviandade, o que é pior.

Agora, a Portuguesa faz de tudo para tirar o acesso do Guarani, alegando escalação irregular de um atleta bugrino, quando a própria CBF já disse que não houve qualquer problema com esse profissional.

Procurar os direitos, pode.
Deve.

Mas a partir do momento que a entidade maior do nosso futebol assegura ao Guarani total regularidade nas condições do atleta, nada mais há a ser discutido.

Mas os dirigentes da Portuguesa insistem, e até ameaçam(?) recorrer à Justiça Comum para apurar melhor o fato.

Perguntinha: se a Portuguesa tivesse conseguido o acesso, juntamente com o Bugre, será que a diretoria lusa iria fazer esse barulho ?

É só uma pergunta.

domingo, 22 de novembro de 2009

PALMEIRAS VOLTA A SONHAR ?

Esse Brasileirão está tão surpreendente...

Quem diria que líder e vice-líder fossem tropeçar na rodada?

Internacional é que está indo bem. Ganhou mais uma e já é o terceiro colocado.

Torcedor do Palmeiras reacende a esperança?

Na próximo rodada, a penúltima do campeonato, só o Verdão atuará como mandante, entre os quatro primeiros.

Palmeiras pegará o Galo, no Palestra.

Flamengo vai a Campinas enfrentar o Corinthians.

São Paulo irá a Goiânia pegar o reabilitado Goiás.

O Colorado vai a Recife enfrentar o rebaixado Sport.

De qualquer maneira, os próximos e restantes "seis pontos" estão sobre a mesa.

As apostas continuam.

BRIGA NO RODAPÉ DA TABELA

A rivalidade entre Botafogo e Fluminense está mais acirrada do que nunca.

O alvinegro carioca botou pressão na decisão do campeonato ao derrotar o São Paulo por 3 a 2 e engrossou a rixa com os tricolores das Laranjeiras.

Além disso, a vitória do Botafogo sobre o São Paulo apertou a situação da dupla paranaense - Atlético e Coritiba.

Dá uma olhada nos jogos que faltam para essas equipes.

BOTAFOGO
Choque direto com o Atlético Paranaense, em Curitiba.
Palmeiras na última rodada, no Engenhão.

FLUMINENSE
Vitória, no Rio de Janeiro.
Coritiba, no Couto Pereira.

ATLÉTICO PR
Botafogo, na Arena.
Barueri, na grande SP.

CORITIBA
Cruzeiro, em BH.
Fluminense, no Couto Pereira.

SANTO ANDRÉ
Náutico, em Santo André.
Internacional, em Porto Alegre.

Bolsa de apostas em aberto.

sábado, 21 de novembro de 2009

MÁFIA EUROPÉIA DO APITO

A Europa vive agora o que vivemos em 2005 no terrível episódio/Edilson Pereira de Carvalho.

A máfia do apito ( ou das apostas ).

Muita gente sob suspeita e a certeza de que houve manipulação de resultados nos badalados torneios da Liga Européia de Futebol.

É ilusão achar que no "primeiro mundo" não há corrupção.
Corruptos e corruptores existem em todos os cantos do planeta.

É evidente que não dá para generalizar, pois há gente honesta e ética no futebol ( aqui e lá fora ), mas um pezinho atrás sempre é muito bom.

Vamos acompanhar o desdobramento das apurações.
Muitos resultados comprometidos. A fé e a confiança do torcedor foram lesadas.

Profundamente lamentável, como diria Osmar Santos.

PIMENTA NO CONFRONTO DO ENGENHÃO

Pronto.
O jogo entre Botafogo e São Paulo deste domingo já tem uma pimentinha nos ingredientes.

Perguntado sobre a inquietação de Ricardo Gomes quanto às decisões do tribunal, o técnico Estevam Soares retrucou dizendo que o treinador do São Paulo chora de barriga cheia.

Estevam diz que Ricardo tem um ótimo time e que não sabe o que é ser prejudicado pelas arbitragens e pelo tribunal. O Botafogo, sim, segundo Soares, sabe o que é isso.

Mas com a bola rolando no Engenhão, neste domingo, o fato é que o alvinegro precisa vencer.
Curiosamente, o torcedor do Flamengo estará ao lado do Fogão nessa parada.

Palpite pra essa partida no estádio João Havelange, nem pensar.
Se o tricolor paulista tem mais bala na agulha e é sério candidato ao título, o Botafogo joga em casa e sabe da enorme responsabilidade que tem nas costas.

Pelos números do campeonato o certo seria apontar o São Paulo como o mais indicado para ganhar.
Mas de vez em quando as indicações mais óbvias não se confirmam.

De qualquer maneira, é um dos grandes jogos da rodada.

Jogaço no Engenhão.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

CALOR E ESTRELAS EM SALVADOR

Cheguei em Salvador com muito atraso.

Tempestade em Campinas pouco antes de decolarmos, com direito a queda de energia, enchente dentro da sala de embarque e falta de onibus para conduzir os passageiros até a aeronave.

Coisa rara em Viracopos. O dito cujo fechado. É raro.
Mas choveu muito.

Salvador, no entanto, com 26 graus, lua bem visível, estrelas, muita gente pelas ruas e avenidas, bares e restaurantes.

No voo, alguns torcedores do Guarani.

Amanhã transmito esse jogo pelo Sportv-2 para o Estado de São Paulo, ao lado de Jorge Allan, Sérgio Pinheiro e Joanna de Assis.

À partir das quatro da tarde, horário de verão, já estaremos à disposição do Tá Na Área.

FURACÃO X RAPOSA

Outro jogo do sábado é Atlético Paranaense e Cruzeiro, em Curitiba.

A Raposa de olho em vaga da Libertadores.
O Furacão precisando de pontos para se manter na série A.

Time paranaense, depois, terá Botafogo ( em Curitiba ) e o chato Barueri, em Barueri.

Cruzeiro ainda tem...o Coritiba em BH......e na última rodada, o Santos, na Vila.

Time mineiro briga pela Libertadores com o Galo, Internacional e Palmeiras.

Futebol paranaense também precisa dar uma parada pra pensar após esse Brasileirão.
Atlético e Coxa ficaram devendo muito às suas galeras.

UM NÁUTICO AFLITO NO PACAEMBU

Um jogo que só interessa ao Náutico neste sábado no Pacaembu.

Timão já pensando nas festas de Fim de Ano, e é claro, na Libertadores de 2010, o grande sonho de consumo da massa alvinegra.

O Timbu, muito aflito, tem uma pontinha de esperança, mas sabe que a Série B está muito próxima.

A missão do Náutico é ingrata.
Não depende mais de si, e tem dois jogos fora de casa ( Corinthians e Santo André ).
Na última rodada pegará o bom Avaí, em Recife.

Futebol pernambucano já aceita o péssimo 2009.
Ninguém pode gozar ninguém no pedaço.
Náutico, Sport e Santa Cruz precisam de uma séria reciclagem.
Uma boa correção de rota.

Já o Corinthians aguarda que Papai Noel atenda ao pedido de um ótimo 2010, um ótimo Centenário e se possível, o título da Libertadores.
Seria pedir muito?

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

O JUIZ SUECO É LADRÃO ?

Até os irlandeses perderam a pose com o erro do árbitro sueco no jogo com a França.

Teve até ministro da Irlanda pedindo a anulação da partida.

O juiz da Suécia não viu - nem os bandeirinhas - a mão boba do atleta francês.

A televisão mostra, de um determinado ângulo, que realmente o lance foi difícil para o juiz visualizar o toque de Thiery Henry.
Talvez o bandeirinha pudesse ter visto.
Mas não viu.

Sem falar que no lançamento da bola pra área irlandesa, havia posição de impedimento de dois jogadores franceses. Impedimento não marcado.

O fato prova que erros graves de arbitragem ocorrem em todas as partes do planeta.

Acredito muito pouco em armações, "projetos arquitetados" para favorecer esse e prejudicar aquele.
Acredito muito em erros humanos e também em despreparo de alguns apitadores.

Mas creio também que alguns árbitros são suscetíveis a pender para essa ou aquela camisa, dependendo da sua força e tradição, sem que estejamos falando em suborno palpável.

Há camisas que pesam mais na hora do árbitro decidir.

Esse caso do árbitro sueco que apitou França e Irlanda, que deixou de impugnar um lance capital da partida, valendo classificação para uma Copa do Mundo, deixa claro sobre as dificuldades nos dias de hoje em apitar futebol.

Não tivéssemos tantas câmeras na partida e certamente ficaríamos na dúvida sobre a irregularidade do atacante francês.

Suspeitar por suspeitar é leviandade.
Prefiro sempre acreditar em erros naturais, decorrentes de falha humana. Mais o que citei atrás, de alguns árbitros se impressionarem por casa cheia e por algumas camisas famosas.

O imaginário do torcedor de futebol sempre vai pelos caminhos das "armações", do favorecimento aos grandes clubes e às principais seleções, mas é preciso entender que errar é do jogo.
Erram todos, desde os atletas, treinadores e dirigentes.
Mais a imprensa.

Fico pensando se esse árbitro sueco apitasse aqui no Brasil numa hora dessas.

O EFEITO FICA SEM EFEITO

Efeito suspensivo do efeito suspensivo.

Entendeu?

Depois de divulgar que os jogadores do São Paulo, Jean/Dagoberto/Borges, estavam liberados para jogar no domingo contra o Botafogo, através de um EFEITO SUSPENSIVO, a secretaria do STJD corrige e diz que errou.

Não foi bem assim, disse o tribunal.

Houve um equívoco do secretariado do órgão.

Então, os jogadores do tricolor paulista continuam SUSPENSOS.

O "efeito suspensivo" fica sem efeito.

EFEITO SUSPENSIVO

Tribunal puniu, mas entra em campo o glorioso EFEITO SUSPENSIVO.

Quanta gente já foi salva por ele.
Agora é a vez do tricolor do Morumbi.

São Paulo disparava criticas ao STJD pelas punições a Jean, Borges e Dagoberto, mas de repente é obrigado a mudar o discurso.
** Exemplo: técnico Ricardo Gomes logo pela manhã ao falar do tribunal.

É claro que o julgamento definitivo acontecerá na próxima semana, mas os três jogadores poderão entrar em campo contra o Botafogo domingo.

Mudou o enfoque do mérito pelos homens do tribunal?
Valeu a pressão da mídia paulista?
Trabalhou bem o jurídico do Morumbi?
Os homens do STJD se arrependeram?

O que teria interferido para que os jogadores do Tricolor fossem momentaneamente absolvidos?

Eu sempre quis entender esse tal de EFEITO SUSPENSIVO.

Hoje é o São Paulo, mas outros clubes já foram beneficiados.
Afora os casos de agremiações que não obtiveram sucesso na empreitada do recurso.

O próprio tricolor não conseguiu o EFEITO para a perda de mando do jogo contra o Sport, da última rodada, marcado para o Morumbi e que deverá ser realizado longe da Capital.

Sempre quis entender o tal de EFEITO SUSPENSIVO.

Dá-se um despacho e minutos depois ele é suspenso, fica sem efeito.

Não parece contraditório?
Ou conveniente?

Gostaria de entender.
Se é que já não entendi.

VOU A SALVADOR

Minha escala do final de semana aponta para Bahia x Guarani, em Salvador.

À exceção de Campinense x ABC - duas equipes já rebaixadas - todos os demais jogos serão no mesmo horário - sábado às 17 horas de Brasília.

Bahia e Guarani, dois campeões brasileiros ( 1988 e 1978 respectivamente ) se enfrentam no estádio de Pituaçu em situações opostas.

Enquanto o tricolor baiano precisa de pontos para escapar de vez do rebaixamento, o Bugre precisa somar apenas um para consolidar o seu acesso à elite.

De preferencia, o Bahia precisa da vitória para independer de outros resultados da rodada.

Já o alviverde campineiro poderá até perder, desde que o Figueirense não vença o Duque de Caxias, em Florianópolis.

Estarei na capital dos baianos ao lado de Jorge Allan e Sérgio Pinheiro.

Transmissão do Sportv-2 somente para o estado de São Paulo.

MÁS ENERGIAS NO PALESTRA

O palmeirense está de cabeça baixa, decepcionado, inconformado, buscando explicações.

Ouvem-se as mais diversas colocações sobre a queda do Verdão.

Cada um tem um enfoque e uma explicação.

O treinador diz que ele cresce nas horas difíceis - mas a hora é agora - e o Palmeiras não tem saído do lugar.
Além disso, se descontrola o treinador ao tratar mal a imprensa e questionar perguntas que ele julga inoportunas, ou burras.

Aliás, perceberam que depois da chegada de Muricy - e seu mau humor - o time também ficou emburrado, sizudo, sem alegria?

Jogadores se descontrolam e brigam entre si, oferecendo triste espetáculo para o esporte.

Presidente perde a cabeça depois de uma arbitragem desastrada, ofende a tudo e a todos, pega punição pesada e continua dizendo que não se arrepende.

Marcos, o goleiro, sempre que abre a boca para dizer que está tudo errado, é confundido como um agitador e que desrespeita a hierarquia.
Mas ninguém melhor do que ele para detectar as feridas dentro do grupo.

Diretores batem cabeça nas conclusões a respeito da queda de rendimento e da possível perda do campeonato.

Parque Antártica está precisando ser exorcizado.
O que tem de más energias habitando o recinto, é uma grandeza.
Mas é bom lembrar que as más energias são produzidas por nós mesmos.

E que futebol se faz com alegria, como disse o sizudo e fechado Muricy.

Essa alegria teria de partir do comandante, concluo.

E isto não ocorre.

E se no São Paulo deu certo, dá para concluir também que o sucesso do tricolor não dependeu exclusivamente do humor de seu então treinador.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

FLU PAGOU OS ATRASADOS

Que temporada maluca do Fluminense.

Tricolor está fechando 2009 numa situação muito curiosa.

Pode ser o campeão da Sul-Americana e pode cair para a Segundona do Brasileiro.

Acaba de pagar os meses de salários atrasados para entrar em campo logo mais contra o Cerro Portenho, pela Sul-Americana.

Venceu em Assunção e tem tudo pra chegar à essa decisão.

Flu não perdeu nas últimas 11 partidas que disputou.

Tricolor joga esta noite e depois viaja para Recife, onde pega o rebaixado Sport no domingo à noite.

Boa sorte ao Tricolor daqui a pouco, representando o futebol brasileiro diante do Cerro.

JOGÃO NOS PAMPAS

Menos de duas horas pro pega em Porto Alegre.

Que missão espinhosa tem o Palmeiras.
Ganhar do Grêmio no Olímpico jamais foi fácil, ainda mais agora onde o tricolor gaúcho está invicto há mais de doze meses.

Além disso, o Grêmio entra em campo livre de grande responsabilidade, como tem o Verdão.

Palmeiras tem a necessidade de vencer.
O Grêmio joga à vontade e é claro, vai querer os três pontos da partida.

Chove na capital gaúcha.
Mas o gramado é bom, a drenagem é ótima.
Não haverá problema no rendimento técnico das equipes.

Flamengo e São Paulo jogam juntamente com o Grêmio.
Verdão terá o reforço da galera colorada.

Jogão nos Pampas.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

ARENA SPORTV

Vou substituir o amigo Cléber Machado nesta quarta-feira na apresentação do programa ARENA SPORTV, às duas da tarde.

Cléber vai a Porto Alegre transmitir Grêmio e Palmeiras, pela TV Globo/SP.

Milton Leite também não poderá comandar o ARENA.

Assim, lá estarei.

Farei o possível para não baixar o nível de qualidade do evento.

BRASIL X OMÃ - VAI ASSISTIR ?

Deixe tudo de lado e assista logo mais Brasil x Omã.

É claro que estou ironizando.

É claro que sempre haverá jogos com seleções de pequeno porte.

Brasil vai cumprir contrato e fechar a temporada.
E com exito, diga-se.
Os números da Seleção nesse 2009 que agoniza, são excelentes.

O temor pela inexperiencia de Dunga vai se esvaindo na medida em que os resultados técnicos são incontestáveis.

Isto, é claro, não garante o titulo da próxima Copa do Mundo.
Futebol, além de tudo, é um jogo.
Copa é praticamente um mata-mata.

Em oito meses até o início do Mundial, muita coisa pode mudar.
Pra melhor ou pra pior, evidentemente.

Mas a seleção brasileira está navegando em mares tranquilos visando a África do Sul.

Mas, perdão, não farei nenhum esforço para assistir à Brasil e Omã, logo mais ao meio-dia e meia, horário de Brasília.
Acho que se resolver assistir, só resistirei a alguns e poucos minutos à frente da televisão.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

ANTEPENÚLTIMA RODADA - CONFIRA

Veja como ficou a rodada do Brasileirão, desta semana.

É a antepenúltima.

QUARTA FEIRA
Grêmio x Palmeiras, no Olímpico, 21:50h.

SÁBADO
Corinthians x Náutico, Pacaemb, às 19:30h.
Atlético PR x Cruzeiro, Arena, às 19:30h.

DOMINGO
17h - Santos x Coritiba, na Vila.
17h - Botafogo x São Paulo, no João Havelange.
17h - Sport x Fluminense, no Recife.
17h - Santo André x Avaí, em Santo André.

19:30 - Vitória x Barueri, em Salvador.
19:30 - Flamengo x Goias, no Rio.
19:30 - Atlético Mineiro x Internacional, em BH.

* horário de verão.

TRIO FIFA NO OLIMPICO

Paranaense Héber Roberto Lopes vai apitar Grêmio x Palmeiras quarta-feira no Olímpico.

Será assistido por Roberto Braatz, também paranaense, e pelo baiano Alessandro Rocha Matos.

Os três pertencem ao quadro da Fifa.

Jogo isolado do Brasileirão e que vai abrir a antepenúltima rodada do campeonato.

TRIBUNAL ESPORTIVO F.C.

Brasileirão vai chegando ao fim e como sempre acontece nessas horas, entra em campo o glorioso STJD com suas penadas e canetadas de efeito.

É só o campeonato se aproximar das definições para o citado tribunal aparecer no noticiário.

Perceberam que de algumas rodadas pra cá, o órgão solicita imagens da televisão, denuncia esse ou aquele, joga duro com os clubes que tiveram invasão de campo...

Sempre foi assim.

É o histórico dos tribunais esportivos, quando o assunto é futebol.

Não se trata aqui de levantar suspeita, desconfiar da ação jurídica dos doutos senhores, mas apenas registrar o fato que se repete há décadas.

Campeonato chegando ao seu final, tribunal buscando os holofotes da televisão e espaços na mídia.

Esta semana que estamos vivendo, por exemplo, há inúmeros jogadores na pauta e com grande especulação de que o tribunal irá jogar duro.

Vamos checar.
Hoje há reunião e atletas e clubes importantes envolvidos em disputa de título.

BRASIL X OMÃ

Nesta terça-feira a Seleção de Dunga joga com Omã, fechando a temporada.

Omã é a atual campeã da Copa do Golfo, e segundo o treinador brasileiro, trata-se de uma seleção emergente do futebol mundial.

Ocupa a posição de número 79 no ranking Fifa.

O jogo é em Mascate, capital de Omã, no Oriente Médio.

Vai começar às 12:30, hora de Brasília.

MARADONA SUSPENSO ???

A punição da Fifa a Diego Maradona é hilária.

Hipócrita.

Dois meses de gancho(?) ao treinador(?) argentino.

A entidade sabe que nesse período a Seleção de los hermanos nada tem a fazer.

Tipo da punição-mentirinha.

sábado, 14 de novembro de 2009

SÁBADO DE SELEÇÃO E MEDALHAS

Seleção de Dunga venceu mais um grande do futebol.

Um a zero na Inglaterra. Gol de Nilmar, de cabeça.

Terça-feira é contra Omã, meio dia e meia, horário de Brasilia.

Artilheiro da Seleção, Luiz Fabiano, perdeu pênalti. Chutou lá em cima....

- - - - - - - - - - -

-- Parreira reestreou à frente da África do Sul com empate sem gols. E o time jogou mal.

-- Camarões, Nova Zelândia e Nigéria confirmaram neste sábado presenças na Copa do Mundo.

-- Logo mais à meia-noite tem Uruguai x Costa Rica, largada da repescagem sul-americana para a Copa da África do Sul.

-- Diego Hipólito é fera mesmo. Faturou mais um ouro na Copa do Mundo de ginástica. Brilhante.

-- Leonardo Leite, fera do judô brasileiro, ganhou ouro na etapa de Samoa da modalidade.

-- Masters 1000 de Paris tem final entre Novak Djokovic e o frances Gael Monfils, neste domingo ao meio dia, hora de Brasília. Nadal e Federer ficaram pelo caminho.

CLIMA TENSO EM JOINVILLE

Estou em Joinville, céu nublado, forte calor, aguardando o jogo de amanhã entre o time da casa e o Flamengo, pelo Novo Basquete Brasil.

Marcelinho, pivô daqueles incidentes graves da última partida entre os dois times, não joga.
Está contundido.

Isto diminui um pouco a tensão para essa partida.
Quando chegamos à cidade, o papo era de clima de revanche com o Flamengo e principalmente em cima de Marcelinho.

Soube que a CBB sugeriu às duas equipes uma ação de paz para o jogo de amanhã, pacto de reconciliação, mas ambas as agremiações não quiseram.
Uma pena.

O jogo deste domingo é às 10 da manhã, horário de Brasilia, no ginásio Ivan Rodrigues, com transmissão do canal Sportv.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

UM CATADO CONTRA OS INGLESES

Sem querer ridicularizar a Seleção Brasileira, mas está parecendo um autentico "catado" o time que vai enfrentar os ingleses neste sábado em Doha, Catar.

Nunca vi tantos jogadores se apresentarem contundidos à uma Seleção.
Clubes de origem dos atletas dizendo sonoros "nãos" à CBF.
Atletas desconhecidos do grande público ( Hulk é um exemplo ) sendo chamados por Dunga.
Descanso a alguns titulares.
Titulares chamados e que não jogam há muito tempo. E que não irão jogar. Caso de Robinho.
Dunga tendo que chamar rapidamente o zagueiro Chris, ex-Corinthians, para poder escalar o time.

E olha que vamos jogar com a Inglaterra, hein?

Em resumo, são amistosos fim de feira - ou de temporada.

Quanto desprezo ao selecionado cinco vezes campeão do mundo.

Que triste encerramento de temporada.

QUEM APITA

Nove cidadãos brasileiros têm a grande incumbencia do trabalho de arbitragem do Brasileirão no final de semana.

Eles, e mais 18 assistentes.

O enérgico gaúcho Leandro Pedro Vuaden vai apitar São Paulo e Vitória, no Morumbi.
Tem como filosofia, a de deixar o jogo correr, não paralisando à toa.
Mudou um pouco esse perfil, mas continua "querendo jogo", ou seja, quer ver a bola rolar.

O carioca Marcelo de Lima Henrique, quadro Fifa, atua em Cruzeiro x Grêmio.
Jogo tenso pela tradição do confronto, pela rivalidade.

Paulista Paulo Cézar Oliveira(Fifa) apita Coritiba x Atlético Mineiro, em Curitiba.
Outro jogo tenso.
Mas Paulo Cézar é dos melhores do Brasil. Vai conduzir bem a partida.

Uma das revelações do apito brasileiro nessa temporada, Francisco de Assis Almeida Filho, cearense aspirante ao quadro da Fifa, vai trabalhar em Avaí x Corinthians.
O jogo é apenas para cumprir tabela, mas deve exigir grande empenho do apitador.
Mas é um nome a ser bem observado para as próximas temporadas.

O baiano Jailson Macedo Freitas vai pegar Barueri x Botafogo.
É um bom árbitro. Está tendo um bom ano.
Mas o jogo deverá ser difícil, especialmente pela necessidade do Fogão vencer.

Outra revelação do campeonato, Sandro Meira Ricci, do DF, aspirante à Fifa, estará na panela de pressão dos Aflitos, em Náutico x Flamengo.
Que desafio para o árbitro.
Boa sorte pra ele.

Inter x Santos terá o baiano Arilson Bispo da Anunciação, também aspirante à vaga no quadro Fifa.

Paulista Sálvio Spínola vai apitar Fluminense x Atlético Paranaense.
Tricolor carioca no embalo de 10 partidas sem perder, já o Furacão precisando de dois pontos para ficar livre de possível rebaixamento.
Jogo intrincado.

Outro aspirante à Fifa, Péricles Bassol Cortez, carioca, estará em Goiânia apitando Goiás x Santo André.
Forte crise alviverde goiana, pois o time despencou no campeonato, mais o desespero do time paulista do ABC, sonhando todas as noites com o rebaixamento.

Que as arbitragens errem pouco.
Errar nada, é impossível, posto que são todos HUMANOS.

Torço por eles.

TUDO EM ABERTO NO BRASILEIRÃO

Não formo no coro de que o Palmeiras não tem mais chances de ser campeão.

E muito menos que o Verdão poderá ficar até sem a Libertadores.

Palmeiras, São Paulo, Flamengo e Atlético Mineiro seguem na queda de braço para a conquista do título.

Cruzeiro e Internacional seguem no páreo para a Libertadores.

Com essa "coisa" chamada futebol, de alta imprevisibilidade, não dá para brincar.

As quatro equipes continuam na briga.

De todos, Palmeiras e Galo vêm decepcionando suas galeras nas apresentações, mas isto não sentencia absolutamente nada.

Sãopaulinos e flamenguistas estão mais confiantes, otimistas, o que não garante confirmação de exito nos jogos que faltam.

A prudencia manda aguardar o desfecho.

Quem gosta de apostas, que vá em frente.

Prefiro esperar, sem chutar.

E é simples a explicação.
De uma hora para outra, as coisas se modificam no desempenho dessa ou daquela equipe.
Já vimos esse filme, inúmeras vezes.

Então, o jeito é ficar de olhos bem abertos no final de semana.

São Paulo x Vitória, no Morumbi.
Tricolor jamais perdeu para uma equipe da Bahia em sua casa.
Mas isso é apenas retrospecto, evidentemente.

Atlético Mineiro em Curitiba contra o Coxa.
Coxa que tem as águas batendo no queixo quanto ao rebaixamento.

Flamengo terá toda a efervescência do estádio dos Aflitos, domingo.
Já imaginaram como estará a casa do Timbu?
Náutico já assistiu ao rebaixamento do rival Sport, e está ansioso para não repetir o fracasso do concorrente.

Cruzeiro e Grêmio se enfrentam e registram mais uma página da história do rico confronto.
A Raposa mineira precisa ganhar e seguir batalhando pela vaga da Libertas.

Colorado pega um peixe cansado - voltando de viagem ao México - e urge somar os três pontos do jogo.
Inter precisa ganhar do Santos, torcer(?) para que o Grêmio complique a vida do Cruzeiro em BH.
E também para um "trupicão" do Galo em Coritiba.

Na minha opinião, está TUDO EM ABERTO.

BASQUETE EM JOINVILLE

Pelo segundo fim de semana consecutivo vou trabalhar no NBB - Novo Basquete Brasil.

Estive domingo passado em Franca, e agora estarei em Joinville.

Terceira rodada do Nacional masculino.

Time da casa, dirigido pelo amigo Alberto Bial, pega o Flamengo.

O jogo é às 10 da manhã no ginásio Ivan Rodrigues, com transmissão do Sportv.

Professor Byra Bello nos comentários, reportagens de Fernanda Gentil.

Estive em Joinville umas duas ou três vezes, fazendo futebol pela Band.

O interior catarinense é muito bonito. Diferente.

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

FIM DE NOITE

Leio neste final de noite....

- Que a Fifa fez o sorteio dos jogos do Mundial de Clubes, que irá acontecer entre os dias 9 e 19 de dezembro próximo, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes.
Nesse torneio só entra um representante sul-americano, o campeão da Libertadores, e no caso o Estudiantes de La Plata.

- Que o STJD denunciou o presidente do Palmeiras e que a pena poderá chegar a 6 meses de suspensão.

- Que o árbitro de Palmeiras x Sport, Elmo Resende, não apita mais nesta temporada.

- Que Elmo Resende colocou o segundo gol do Palmeiras contra o Sport para Diego Souza, ao invés de Danilo, o verdadeiro autor.

- Que Mike Tyson continua detido em Los Angeles, depois de ter agredido a um fotógrafo. Fato que aconteceu várias vezes na vida do ex-campeão mundial.

- Que a cirurgia de apendicite do zagueiro Luizão, da Seleção, foi bem sucedida.

- Leio também que Fábio Aurélio foi desconvocado dos amistosos da Seleção contra Inglaterra e Omã.

- Leio que um dos maiores encestadores da NBA, Kareen Abdul Jahbar, luta contra a leucemia. Esse jogo é duro, mas ele vai ganhar.

NADA VAI MUDAR

De tudo o que li, assisti e ouvi nesta quinta-feira sobre o árbitro goiano Elmo Resende ontem no Parque Antártica, concluo que não haverá outra partida entre Palmeiras e Sport.

Para a configuração do "erro de direito" numa partida de futebol é preciso que o árbitro "confesse", além de alguns outros ingredientes jurídicos. E isto, evidentemente, não irá ocorrer.

Na súmula o árbitro goiano nada colocou, e dificilmente deporia de maneira diferente no tribunal.

Rubens Aprobatto Machado, presidente do tribunal, disse que esse processo se resolve numa média de 20 dias. Será?

Mas acho difícil que o STJD aceite o pedido do Sport Recife.

Embora haja um certo interesse de Palmeiras e Sport se enfrentarem novamente.
Palmeiras pode até entender que numa outra jornada, em outro dia, a vitória poderia vir.
Enquanto o Leão pernambucano tenha lá no fundo do coração uma certa esperança de repetir o jogo do primeiro tempo de ontem.

Não vai dar em nada, amigos.

Mas essa partida deu uma grande lição ao futebol.

Em algumas horas apenas, quem reclamou de ter sido prejudicado, acabou sendo beneficiado.

Assim é no mundo da bola, que tanto gira.

O Sport caiu e o Palmeiras continua sonhando com o título.

A BOBAGEM DO OPORTUNISMO

Todos iremos morrer um dia e ficaremos sem ouvir de vitoriosos no futebol, que foram eventualmente beneficiados pelas arbitragens nessa ou naquela vitória.

A constatação é.....

Chora e reclama dos juizes, quem perdeu.
Comemora e nem dá bola para os erros de arbitragem, quem venceu.

Assim é a paixão - e a falta de elegancia - no futebol.

Como seria lindo se um time vencedor - eventualmente favorecido por equivocos dos árbitros - pontuasse que a vitória ocorreu, TAMBÉM por causa disso.

Afinal, o futebol é uma modalidade esportiva.
E esporte não pode ser guerra ou um campo amplo para oportunismos.

Outro dia, o Fluminense foi favorecido pelo erro de Carlos Eugênio Simon e não ouvi de nenhum dirigente tricolor o reconhecimento da falha do árbitro.

Ontem no Palestra Itália a defesa do Sport parou com o apito do juiz no lance do segundo gol palmeirense. O lance seguiu e o gol foi validado - acertadamente, pois a posição do jogador do Palmeiras era legal - mas ninguém do Verdão pontuou a falha do árbitro, após à partida.

Não vejo nenhum problema em se reconhecer a vitória com uma suposta - ou comprovada - falha de arbitragem.

Ao contrário, seria elegante, ético. Justo.
Seria uma lição para outras atividades do nosso cotidiano social.

Seria reconhecer que o árbitro é humano, e pode errar. E erra ( quando não age de má fé, evidentemente ).

Má fé é outro departamento.

Mas é um sonho, eu sei.

Por sinal, na vida é assim, infelizmente, com raríssimas exceções de comportamento.

Todos - ou quase todos - querem levar vantagem nas atitudes, não importando se as conquistas foram fruto de oportunismo ou de ilegitimidade.

Enfim, é uma cultura que parece não querer mudar.

Aliás, certa vez comentando um jogo do time da minha cidade - Rio Branco de Americana - pela emissora local, eu disse enfaticamente que o árbitro tinha deixado de marcar um pênalti, prejudicando o adversário do Tigre.

Dia seguinte, fui duramente criticado nas ruas de Americana por cidadãos torcedores, por haver falado do pênalti. Me disseram que não fui americanense. Segundo eles, reconhecer que o árbitro favoreceu o Rio Branco não era ser "legal" com a cidade.

Me disseram na época que era PROIBIDO dizer que o juiz "ajudou" o Rio Branco.
No mínimo, segundo eles, a ordem era ignorar o lance.

Ainda bem que não pautei a minha vida profissional pela "filosofia" daquelas pessoas.

Já fui rotulado de bobão, ingênuo, sonhador, em relação ao assunto.

Mas isso não me perturba. Vale é a minha consciência em paz.

Mas vou continuar achando que lisura, ética, respeito à verdade, cabem sim no futebol.
Como deveriam caber integralmente na vida.

E a minha bandeira sobre as arbitragens continua tremulando.
TODOS OS QUE HOJE SÃO PREJUDICADOS POR ERROS DE ARBITRAGEM, JÁ FORAM FAVORECIDOS ONTEM.
E vice-versa.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

ALGUMAS DA NOITE

- Garoto Kaio Márcio ganha o ouro em Estocolmo, Suécia, nos 100m borboleta, com o tempo de 49"44centésimos.

- Paulo Autuori deixa o Grêmio e volta para o Catar. Não deu certo essa passagem do treinador pelo tricolor gaúcho.

- Tumulto na diretoria do Corinthians a respeito de Riquelme e Roberto Carlos.
Um dirigente não gostou da afirmação de Mano Menezes sobre o acerto verbal com o lateral campeão do mundo.
Outro dirigente ia viajar para a Argentina e conversar com Riquelme, mas não foi.
Fala-se em ciuminho entre cartolas alvinegros na disputa pelos holofotes da televisão.

- Meu Rio Branco de Americana estreará no Paulistão dia 17 de janeiro contra o Santos, no estádio Décio Vitta. Tigre ficou dois anos na segundona do campeonato paulista e voltou à elite estadual.

- Fim de semana com novos horários do Brasileirão.
Os jogos das 16 horas vão começar às cinco da tarde.
As partidas das 18:30 terão início às sete e meia da noite.

- Palmeiras reclama do tribunal por enquadrar o goleiro Marcos em dois artigos - um deles fala em agressão - e onde a pena poderá ser bem pesada.

- Em todo final de campeonato o famigerado STJD entra em campo.
Pinça lances da televisão e denuncia jogadores em artigos para julgamento, antes mesmo de esperar o relatório do árbitro.
Que fome de aparecer.



-

P F C HOJE NO PALESTRA

Palmeiras x Sport hoje no Palestra Itália poderá ser visto no canal PFC.

O jogo vai começar às 21:50 - horário de Brasília.

A escala é a seguinte.

Narração: Milton Leite.

Comentário: Wagner Vilaron.

Reportagens: Marco Aurélio Souza e Carlos Cereto.

Bom trabalho aos amigos.

PALMEIRAS VERSUS SPORT RECIFE

O episódio Simon deveria ser tema proibido hoje no Palestra Itália.

Pelo menos por parte de jogadores, comissão técnica e até diretoria alviverdes.

O desafio nesta quarta-feira é o Sport, e principalmente conseguir a reabilitação no campeonato, após os tropeços que fizeram o time perder a liderança, e a tranquilidade.

O episódio Simon agora é matéria para o STJD, advogados, pareceres, defesas e argumentos.

De nada adianta ficar chorando o erro do árbitro gaúcho no Maracanã, se a equipe não voltar a vencer. Vencer, e convencer.

Um tropeço esta noite no Sport seria catastrófico e praticamente aniquilaria ( psicologicamente ) o grupo alviverde na luta pelo título.

Vejo o Palmeiras como favorito a ir pra cama com os três pontos.
Mas todo cuidado é pouco.

E no jogo de hoje, a torcida palmeirense terá papel especial.
Vai ter que apoiar do primeiro ao último segundo de partida.
E certamente o fará.

Mas chega de Simon.

Passou. É passado. Não pode interferir no desempenho do elenco.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

VASCO CAMPEÃO ???

Se não for hoje, será amanhã ou depois.

Hoje o Vasco joga em Campina Grande, Paraíba, contra o penúltimo colocado e quase rebaixado Campinense.

Se vencer, a Cruz de Malta ainda dependerá de tropeços de Ceará e Guarani para botar a mão na taça da série B.

Rodada cheia esta noite.

Jogos das 19:30 ---

Bragantino x Paraná, apenas para preenchimento da súmula. Nada mais vale, além de um possível espetáculo que as duas equipes possam oferecer.

Guarani x Ipatinga, em Campinas, com o Bugre precisando se reabilitar e tirar de vez da cabeça da sua torcida uma ligeira desconfiança de morrer na praia.

Juventude x Portuguesa. Grande jogo. É a Lusa na briga pelo acesso e o time gaúcho fugindo do rebaixamento. É em Caxias do Sul.

Duque de Caxias x ABC. O time carioca permanecendo na B e o alvinegro de Natal praticamente na série C de 2010.

Jogos das 9 da noite ---

O jogo do Vasco contra o Campinense, em Campina Grande. Casa cheia, com toda a certeza.

Atlético Goianiense x Ceará, jogão no Serra Dourada.
Encontro do quarto colocado com o vice líder.
Equipe goiana não pode deixar escapar os três pontos desse jogo.

Jogos das 21:50 ---

Brasiliense x São Caetano, na Boca do Jacará. Apenas para constar.

América x Figueirense.
Importantíssimo para as duas equipes.
O time de Natal fugindo da queda e o Figueira de olho no acesso.
Estima-se público de 15 mil pessoas no Machadão.

Bahia x Vila Nova.
Angustiada a grande torcida tricolor baiana.
O Vila está tranquilo. Não cai mais.

Fortaleza x Ponte Preta.
Tricolor cearense em apuros. É obrigatório somar os três pontos e dar mais uma respirada na tabela.
A Macaca com remotíssimas chances de acesso, mas já conformada com a campanha.

Esta é a rodada desta terça-feira pela série B.

VASCO CAMPEÃO ???

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

BELUZZO SE PERDEU

Por mais que tenha razão nas reclamações sobre a atuação de Carlos Eugenio Simon, o presidente do Palmeiras não pode extrapolar da maneira que continua fazendo.

Logo após à partida, com o sangue fervendo, até se entende que um envolvido no espetáculo passe dos limites.
Mas no dia seguinte, como ocorreu nesta segunda-feira, com Luiz Gonzaga Beluzzo confirmando tudo o que afirmara ontem, e ainda reforçando a dose de acusações ao "cidadão gaúcho" é altamente preocupante.

Beluzzo, hoje, segunda, falou mais grosso ainda e incitou ainda mais a violência a Carlos Eugenio Simon, caso ele volte a São Paulo.

Reforçou que se por acaso encontrar Simon, não hesitará em agredi-lo fisicamente.

E deixou a torcida palmeirense liberada para deliberar sobre agredir ou não o juiz gaúcho.

O até então equilibrado presidente do Palmeiras, se perdeu.

Revolta, criticas, ilações, tudo é permitido dentro da paixão futebolística.

Mas chegar ao lado pessoal e ainda incitar a massa, é muito grave.

É muito preocupante em um momento que todos queremos amenizar a onda de violência urbana que nos atinge.

Um esporte tão bonito e fascinante como o futebol, infelizmente tem esse poder.
O de transformar pessoas equilibradas no meio social em atitudes irracionais.

Tenho amigos de ótima índole que quando jogam uma pelada, acabam se transformando em truculentos, mal-educados e grossos no trato com os semelhantes.

É o que está ocorrendo com o economista Beluzzo.

Tudo no futebol, menos VIOLÊNCIA.

Tudo no futebol, menos INCITAÇÃO À BARBÁRIE.

Entendo que o conselho palmeirense deveria tomar alguma atitude, no sentido de baixar a bola do presidente, em respeito à história gloriosa do clube.

Coberto de razão nas reclamações e na indignação, repito, Luiz Gonzaga Beluzzo demonstrou que não está preparado para comandar uma agremiação tão importante como a Sociedade Esportiva Palmeiras, de rica história e tradição.

Agiu como um torcedor e não como alguém que precisa ditar o equilibrio de comando numa instituição tão importante.

Por essas e outras, é que sempre peço para que as pessoas não levem o futebol tão a sério, colocando-o em primeiro lugar nas suas prioridades de vida.

Vibre, se emocione, vista a camisa de seu clube, assista aos jogos, mas entenda que essa matéria - futebol - é uma das menos importantes na ordem pessoal de todos.

Não sofra desnecessariamente. Não se martirize. Curta com inteligência.

Antes do futebol, vêm a saúde, a família, o trabalho, os estudos, o bem estar em sociedade.

Depois......muito depois chega o futebol.
Como divertimento, lazer, entretenimento e por aí vai.

SEGUNDA QUENTE

Uma segunda-feira de novembro muito agitada no esporte.

Carlos Eugênio Símon acaba de ser afastado do Brasileirão. Mas segue confirmado para a Copa da África do Sul.

Dunga chama Fábio Simplício - lembra dele? - para a vaga de Ramires, contundido.
Brasil pega a Inglaterra sábado em Dubai.
Estava esquecendo, né?

Federação Paulista de Futebol está reunida com os clubes que vão jogar o estadual 2010.
Vai sair a tabela, a confirmação dos valores das cotas ( cotas que mais têm descontos do que outra coisa ), jogos que a televisão irá mostrar e o regulamento.

Santos está viajando para o México onde participará da festa de inauguração de um estádio.
O adversário é o "peixe mexicano", o Santos Laguna.
Joga e volta voando para enfrentar o Internacional no final de semana.

Presidente do Palmeiras, Luiz Gonzaga Beluzzo, está possesso.
Depois de despejar um caminhão de ofensas em Carlos Eugênio Simon, agora quer peitar as televisões para que o Verdão não jogue quarta-feira com o Sport.

Escala da série B saiu com três árbitros padrão Fifa.
Héber Roberto Lopes irá apitar Atlético Goianiense x Ceará.
Evandro Rogério Roman atuará em Brasiliense x São Caetano.
Leonardo Gaciba da Silva estará em América x Figueirense.

Série B terá rodada completa nesta terça-feira.

SIMON SERÁ PUNIDO ?

Paira a grande expectativa no ar.

Carlos Eugenio Simon será punido da mesma forma que recentemente foi o paranaense Evandro Rogério Roman?

Mas atrás, Paulo Cézar de Oliveira, Sálvio Fagundes e tantos outros?

O Brasil aguarda alguma novidade que venha da Comissão de Arbitragem da CBF.

E virá?

Evandro Roman, por exemplo, ficou na geladeira e só agora está voltando, e apitando jogos da série B.

O País conta os minutos para saber se o árbitro gaúcho será punido da mesma maneira que outros apitadores.

ESCALA POLÍTICA

Todo árbitro de futebol erra, assim como os jogadores, treinadores e diretores.

O problema aqui no Brasil é que o já escalado para a próxima Copa do Mundo, tem errado MUITO.

Presume-se uma escala para um evento tão importante como a Copa, aquele que esteja em melhor regularidade.

Não é o caso de Carlos Eugenio Simon.

Há várias temporadas ele não tem sido o árbitro mais regular do País.

Seus erros são muito maiores do que os demais apitadores brasileiros.

Se compararmos com Paulo Cézar de Oliveira, Leonardo Gaciba, Sávio Spinola, Evandro Rogério Roman, Héber Roberto Lopes e outros, o gaúcho Simon é o que mais tem pisado no apito.

Certa vez me lembro de ter ouvido do saudoso Dulcídio Vanderlei Boschilla, um dos melhores que vi apitar, que nomeação para o quadro da Fifa e escala para Copa, são atos meramente políticos.

Boschilla, por sinal, nunca pertenceu ao quadro da Fifa, porque sempre peitou os comandantes do apito brasileiro. E pagou caro por isso.

Carlos Eugenio Simon vai para a sua terceira Copa. É um bom árbitro, muito experiente, mas que não está bem, pelo menos nas três últimas temporadas.

Diante de tudo isso, não dá pra fugir da conclusão que Boschilla tinha razão.
Escala para a Copa do Mundo é meramente política.
Não é merecimento técnico.

E em sendo política, vem a triste constatação de injustiça com árbitros que se esforçam exatamente para merecer a gloriosa escala internacional.

Para a próxima Copa do Mundo, há pelos menos uns três juizes à frente de Simon em merecimento técnico.

Mas o gaúcho vai para o seu terceiro Mundial....

domingo, 8 de novembro de 2009

BOLA DE CRISTAL APOSENTADA

Se todos queremos um campeonato equilibrado, aí está o Brasileirão.

Nada decidido e apenas quatro rodadas para terminar o campeonato.

Só um jogo na quarta-feira: Palmeiras x Sport, no Palestra.

Será uma partida muito tensa.

Palmeiras com um único foco: ganhar da equipe pernambucana.

Sport Recife com a lanterna na mão e meio conformado com o rebaixamento, ao que se sabe.

E no final de semana, estas partidas....

São Paulo x Vitória, no Morumbi.

Barueri x Botafogo, na Arena.

Coritiba x Atlético Mineiro, no Couto Pereira.

Inter x Santos, em Porto Alegre.

Fluminense x Atlético Paranaense, no Rio.

Goiás x Santo André, no Serra Dourada.

Náutico x Flamengo, nos Aflitos.

Cruzeiro x Grêmio, em BH.

Avaí x Corinthians, em Floripa.

Mais um fim de semana recheado de emoções.

Quem quiser palpitar, que fique à vontade.

Eu aposentei a minha bola de cristal, em virtude do fracasso os meus palpites nesta rodada que terminou há poucas horas....

E nem sei porque palpitei, pois nunca fui adepto desse exercício.

sábado, 7 de novembro de 2009

A FESTA DO VASCO

Torcida vascaína já se encaminha ao Maracanã.

O jogo deste sábado é com o Juventude e onde a equipe cruzmaltina espera comemorar matematicamente o acesso, cuja virtualidade é indiscutível.

O adversário vascaíno, Juventude, está meio afogado lá na zona de baixo.
A equipe gaúcha precisa de pontos e deve estar projetando essa soma para as próximas rodadas, pois hoje no Rio é muito difícil.

Depois de hoje, o Vasco terá quatro jogos pela frente, onde certamente irá se despedir desse estágio na Série B.

Vai pegar Campinense, em Campina Grande.
América, no Rio de Janeiro.
Portuguesa, também no Rio.
Fechando contra o Ipatinga, primeiramente marcado para Minas Gerais, mas que poderá mudar de local, dadas às circunstancias de um Vasco já classificado na última rodada.

Massa total hoje no Mário Filho.
Tarde de festa no Maraca.
Desde que não haja a presença da famigerada zebrinha....

No que não acredito.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

RODADONA DO BRASILEIRÃO !

Funil do Brasileirão.

Gente fazendo contas, projetando expectativas. Uma loucura.

Dar palpites não é proibido, não é pecado e é gostoso.

Dar palpite tem um pouco de lógica(?), uma pitada de simpatia por essa ou aquela equipe e MUITO de intuição.

Então, vamos lá.
Jogo a jogo.

VITÓRIA X AVAÍ ---
Aqui as duas equipes já estão pensando nas férias e em possíveis contratatações para 2010.
Os jogadores, IDEM.
Deve prevalecer o fator-campo e deve dar Vitória.

SANTOS X NÁUTICO ---
O peixe de Vanderlei Luxemburgo vive tumulto nos bastidores com as eleições para a presidencia do clube.
Já o Timbu nada contra a forte maré, com a meta de permanecer na série A.
Geninho faz o possível.
Chuto um EMPATE nesse jogo do Pacaembu.

SPORT X CRUZEIRO ---
É o desespero do Leão pernambucano contra a esperança cruzeirense de vaga na Libertadores.
Minha intuição indica vitória do Sport.

FLUMINENSE X PALMEIRAS ---
Tricolor carioca finalmente vive um bom momento.
Não perde há 30 dias. Fato inédito na temporada para o Flu.
Verdão sente a pressão e a necessidade de vencer.
Minha bola de cristal manda cravar um EMPATE nesse choque.

ATLÉTICO MINEIRO X FLAMENGO ---
Jogo tenso no Mineirão.
Briga direta.
É aquele jogo de "600 pontos".
Polícia mineira coça a cabeça com receio de tumulto.
Dá Galo.

CORINTHIANS X SANTO ANDRÉ ---
Timão já em ritmo de férias e de expectativa para a Libertadores 2010.
Ramalhão tenso, preocupado, na corda bamba.
Reencontro de Marcelinho Carioca com a Fiel.
Dá Corinthians.

ATLÉTICO PARANAENSE X GOIÁS ---
Furacão ainda precisa de alguns pontinhos para eliminar de vez qualquer risco de queda.
Goiás em queda livre. Não vence há 7 jogos.
Hélio dos Anjos não sabe mais o que dizer nas entrevistas após os jogos.
Ainda assim, chuto que nesse jogo teremos a reabilitação do alviverde goiano.

BARUERI X INTERNACIONAL ---
Barueri tem dado trabalho aos fortes adversários nas últimas rodadas.
A história da MALA BRANCA ainda tem repercussão.
Val Baiano e Renê foram religados ao grupo, mas não enfrentam o Colorado.
Palpite: o Internacional não sai com a vitória em Barueri.

BOTAFOGO X CORITIBA ---
Coxa necessita de mais quatro pontos para escapar finalmente do rebaixamento.
Fogão vem reagindo e dá pinta que vai escapar.
Sinto que dá vitória alvinegra nesse jogo.

ROBINHO NO BARCELONA ?

Leio que o Barcelona quer Robinho.

O que estaria acontecendo com esse menino revelado no Peixe?

Sua passagem pelo Real Madri não foi lá essas coisas, sua passagem pelo futebol inglês não tem sido brilhante e agora pode trocar de time outra vez.

Sem falar que pela Seleção Brasileira o menino Robinho não é o mesmo há muito tempo.

Na verdade, Dunga é quem tem bancado a sua presença no selecionado, pois por merecimento entendo que ele não estaria nas listas do treinador da CBF.

É indiscutível o talento de Robinho, embora não tenha chegado a um nível de super craque, como foi pintado.

Talento que o credencia a ser pretendido pelo Barça neste momento.

Mas assim como Ronaldinho Gaúcho, o garoto Robinho está devendo. E muito.

BOLA ROLANDO NA SÉRIE B

Quatro jogos hoje - sexta feira - pela série B, em ritmo de chegada.

Paraná x Duque de Caxias, tranquilos na classificação, apenas cumprem tabela e seguem na série B em 2010.
O jogo é no estádio Durival de Britto, Vila Capanema, que foi palco de jogos da Copa do Mundo de 1950.

Bahia x Fortaleza é jogo pra arrebentar os nervos, em Pituaçu.
Clássico nordestino, clubes de imensas torcidas, os dois clubes estão em situação periclitante.
Ameaçadissimos de rebaixamento.
Jogo tenso na capital da Bahia.

São Caetano joga em casa com o Ipatinga.
Azulão fora de qualquer disputa, uma vez que não pode subir e nem dá pra cair.
Já o clube do Vale do Aço precisa de pontos para fugir de vez da queda de divisão.

Quem está com chances de acesso é o Figueirense, que hoje recebe o desesperado Campinense.
Aumentou a necessidade de vitória do Figueira com os três pontos da Lusa na terça-feira diante do ABC.
Time catarinense precisa ganhar hoje e amanhã torcer por tropeço do Atlético Goianiense contra o Guarani, no Serra Dourada.

Todos os jogos desta noite terão início às 21 horas de Brasília, horário de verão.

STJD INTERVÉM EM HORA ERRADA

Com o devido respeito ao tribunal que cuida das coisas do futebol, entendo que agora não é hora de manifestações desse órgão quanto a expulsões nessa ou naquela partida.

Pinçar uma ou outra jogada violenta e fazer barulho em cima delas, faltando cinco rodadas, não me parece uma atitude correta, mesmo sendo um papel inerente ao tribunal.

Ou será que nessas cinco rodadas finais o tribunal vai assistir à todos os jogos e "destacar" jogadas violentas para punir, independentemente do relatório do árbitro?

Será que teremos o tribunal de olho também em jogos de Santos, Barueri, Vitória, Avaí - equipes na faixa intermediária de classificação - para punir atletas expulsos, além do que for relatado pela arbitragem?

O mesmo se aplica a jogos de equipes em risco de rebaixamento.

Me pareceu inoportuna - embora da sua competencia - a intervenção do procurador Paulo Schmidt nos lances dos atletas Jean, Borges e Dagoberto, expulsos diante do Grêmio, bem antes de receber o relatório do árbitro do jogo.

Resultado: a intervenção do STJD sugere desconfianças e comentários enigmáticos.

Não precisava.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

QUANTA INCONSEQUENCIA

Sabemos que as divergências fazem parte da vida, do cotidiano.

Mas sabemos também que nas divergências deve haver o respeito entre as pessoas.

Ninguém precisa discordar de alguém, agredindo ou provocando.

Vejam, por exemplo, as alfinetadas recentes entre Mano Menezes e Diego Souza.

Outro dia foi o embate entre Dagoberto e o jogador do Palmeiras.

Aconteceu também envolvendo Jorge Henrique, do Corinthians.

Agora está acontecendo entre as diretorias de Flamengo e Atlético Mineiro, equipes que se enfrentam domingo no Mineirão.

Pra que tudo isso?

Por que insuflar a massa?

Acirrar os animos, nos dias de hoje, é colocar vidas em perigo.

O esporte não é para as pessoas se agredirem, se desrespeitarem, cometerem desatinos.

Brincadeiras, pegadinhas leves, desafios técnicos, tudo faz parte da descontração do futebol.

Mas à partir do momento em que as desavenças são pesadas, corre-se o risco de tragédias, pois o futebol mexe com a emoção das pessoas.

É preciso alto senso de responsabilidade dos que fazem o futebol.
Treinadores, jogadores, dirigentes, jornalistas, TODOS enfim.

Vejam que neste momento a diretoria do Flamengo está pedindo proteção policial às autoridades mineiras para a delegação e torcida rubronegras.

Mas foi o presidente rubronegro que compareceu à CBF para "presenciar" o sorteio dos árbitros para a partida de domingo no Mineirão.
Rapidamente, o presidente do Atlético pegou um avião e também marcou presença na sede da entidade.

Nada disso era necessário.
Se o mandatário do Flamengo quis ser mais esperto que a esperteza, o dirigente mineiro quis demonstrar que não ficava atrás.

Pra que?

Uma esdrúxula queda de braço.

Isso agora cai na cabecinha de torcedores despreparados - e até de pessoas que se dizem cultas e civilizadas - como uma bomba.
E pronto. Belo Horizonte, domingo, poderá se transformar em uma praça de guerra.
Tomara que não, mas fico pessimista nessa hora, sabedor de como está o grau de violencia nas cidades brasileiras. SEM EXCEÇÃO.

O futebol deveria ser um bálsamo para as pessoas. Uma boa válvula de escape para as repressões do dia a dia. Um momento para esquecer as trapalhadas dos nossos políticos.

Um relaxamento natural do cidadão, que já está cansado de pagar tantos impostos no País, sem ver a devida e justa aplicação do seu dinheiro em saúde, educação e segurança.
É claro que os dirigentes de clubes, jogadores, treinadores e alguns jornalistas, fazem parte do universo social brasileiro. Não são exceções, nem excelencias em educação e polidez.

Mas é preciso um grande exercício de responsabilidade, de TODOS.

Quem tem uma certa ascendência social, precisa exercitar responsabilidade, equilibrio, sensatez.

Muito será cobrado a quem muito foi dado.

Essas reflexões soam como grito no deserto, sei disso, mas não dá para ficar calado vendo tudo o que acontece nos bastidores do futebol, que é um ESPORTE apenas.
Nada mais do que isso.

BASQUETE EM FRANCA

Depois de um bom tempo, volto a transmitir um jogo de basquete.

Com a impossibilidade do companheiro Roby Porto, que é o titular de basquete no Sportv, vou domingo à Franca transmitir um jogo do NBB - Novo Basquete Brasil.

Franca x Bauru, clássico paulista da modalidade, vai começar às 10 da manhã, pela segunda rodada do Nacional masculino.

Estarei ao lado do professor Byra Bello nos comentários, e Marcos Peres nas reportagens.

O ginásio é o Pedro Fuentes, o Pedrocão, um dos mais bonitos que conheço.

O povo francano adora basquete e mais uma vez irá lotar o Pedrocão.

** Roby Porto não poderá narrar essa partida, porque estará à disposição da Tv Globo no Esporte Espetacular.

RIO BRANCO DE ANDRADAS JOGA A TOALHA

Rio Branco de Andradas, a terra do bom vinho, pede licença à Federação Mineira e paralisa suas atividades futebolísticas.

Sem dinheiro, sem crédito, dívidas aos montes e com uma parceria frustrada junto ao Cruzeiro, o clube - 60 anos de vida - jogou a toalha.

No interior do Brasil há centenas de clubes nessa situação.

Insistem em continuar, por conta da tradição ou sei lá o que, e comprometem o seu patrimonio, ao invés de parar, sanear, e quem sabe voltar com uma nova saúde financeira.

As agremiações que teimosamente continuam com o futebol, sem qualquer respaldo financeiro e perspectiva de receita, amontoam processos trabalhistas na justiça, dívidas com fornecedores, aumentando o buraco.

Isso ocorre também pela total isenção dos dirigentes quanto à responsabilidade pessoal sobre os rombos provocados nos clubes.

O cartola faz as dívidas, deixa a agremiação quebrada e vai embora. Nada lhe acontece.

Aquela história da responsabilidade civil e criminal dos dirigentes de futebol pelos desmandos à frente das associações, jamais prevalece.

Ninguém responde por nada.

Rio Branco de Andradas dá um exemplo da clara situação existente no interior do País.

E em algumas cidades quando se sugere a paralisação do futebol por causa da caótica situação financeira dos clubes, há uma agitação tremenda de pessoas contrárias ao movimento, pouco ligando para o caos econômico das agremiações.

Na verdade, essas pessoas não se preocupam com o clube em si, mas apenas com o prazer individual de continuar tendo futebol na cidade.

No fundo, um egoísmo incompreensível, pois quem ama a sua cidade e o seu clube jamais gostaria de ve-los afundar em dívidas.

A constatação é triste, melancólica, mas tem agremiações - a maioria - que apenas sobrevivem.
Sem qualquer estrutura profissional que recomende continuar.

O caso do Rio Branco de Andradas é uma exceção de tudo o que acontece pelo Brasil.

Mas um exemplo que poderia ser seguido, para o bem das instituições.

NORDESTE À PERIGO

O apaixonado torcedor nordestino anda amargurado.

Com as exceções de Vitória e Ceará, os demais que jogam as séries A e B do Brasileirão estão correndo risco de rebaixamento.

Mais uma exceção: a torcida do Alecrim, que subiu para a B.

Náutico, Sport, Bahia, Fortaleza, América, ABC e Campinense, roem as unhas.

É uma pena, porque a massa torcedora do querido Nordeste é muito apaixonada.

Todas as temporadas apresentam pelo menos um ou dois clubes nordestinos como os que mais colocam torcida nos estádios.

Mas como de todo momento ruim dá para tirar lições positivas, fazer reciclagens, é hora dos cartolas do Nordeste avaliarem tudo o que foi feito, e onde erraram.

É claro que perder ou ganhar é do jogo, mas tirar o sorriso da face de um povo tão ligado no futebol - e tão fiel - é muito cruel.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

PRESSÃO NOS BASTIDORES

Leio que o Flamengo foi à CBF para acompanhar o sorteio da arbitragem para a partida de domingo contra o Atlético Mineiro.

Ao ficar sabendo disso, o presidente do Galo pegou um avião em BH e foi também à CBF.

Dirigente é para cuidar dos interesses do clube, é evidente, mas há casos onde se expõem ao ridículo, descem aos tempos do amadorismo.

O Flamengo diz que não foi pressionar ninguém. Mas o Galo desconfiou e marcou de perto os passos dos cartolas rubronegros.

E então eu pergunto: precisava isso?

Aliás, essa pressão dos cartolas das duas agremiações só serve para desestabilizar o emocional de Leonardo Gaciba, que foi o sorteado do jogo. De Gaciba e dos assistentes, evidentemente.

Por que não deixar as coisas acontecerem naturalmente, e depois reclamar, caso seja justo e necessário?

Aliás, a choradeira sobre arbitragem é moda no Brasil. Quem perde, sempre reclama.
Quem vence, ignora quem apitou. Nem toca no assunto.

Em resumo, é uma apelação que beira o ridículo.

Os perdedores apontam os erros dos juízes, mas não colocam na balança os próprios erros durante os 90 minutos.

Crucifica-se o juiz, e se esquece facilmente as falhas de todo o grupo.

Afinal, o árbitro também é humano, assim como jogadores e treinadores.

Flamengo e Atlético Mineiro é o grande jogo do fim de semana.
Mas os cartolas bem que podiam se comportar eticamente, desportivamente, adultamente.

Mas isso é sonho.

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

PINÇADAS NA INTERNET

As últimas que pincei na Internet.

-- Rubens Barrichello acaba de divulgar que vai de Williams em 2010. Será o piloto número 1 da equipe, com o jovem alemão Nico Hüllkenberg - campeão da GP2 este ano.

-- Tenista brasileiro Thomaz Belucci acaba de ser confirmado como o número 37 do planeta. E vai fechar a temporada nessa posição, porque não tem mais pontos a defender. Esse menino é realmente muito bom e merece o sucesso da emergente carreira.

-- Um goleiro polonês, que joga na Dinamarca, foi demitido da sua equipe por declarar ódio aos homossexuais na autobiografia. Ele tem 35 anos de idade e tempos atrás foi condenado pela justiça polonesa por agredir a esposa. Na época, foi também demitido do time em que jogava.

-- Corinthians inicia nesta quarta-feira a venda de ingressos para a Libertadores de 2010.
Ainda sem saber quem irá enfrentar na competição e quando o campeonato irá começar, a diretoria alvinegra manda bala e convoca a galera para o grande desafio.
Detalhe: o ingresso mais caro vai custar 500 reais.

VOU A FORTALEZA

Viajo nesta terça-feira para Fortaleza.

Vai começar mais uma rodada da série B do Brasileiro.
Faltam apenas cinco.

Estarei com Mauricio Noriega, Edgar Alencar e Luiz Costa, transmitindo Ceará x Bragantino, no Sportv, para todo o País, exceto os estados de Ceará e Rio Grande do Norte, que ficarão com Portuguesa e ABC.

Transmissão também pelo PFC, sem qualquer exceção de localidade.

Torcida do Vovozão está em estado de graça.
O Ceará está voltando para o Brasileirão, mas não vai poder vacilar nesta terça-feira diante do Bragantino, em pleno Castelão.

O jogo na capital cearense vai começar às 8 da noite, porque no Nordeste o horário de verão não foi implantado.

domingo, 1 de novembro de 2009

DOMINGÃO DE RIVALIDADE ???

Muitas vezes a rivalidade ferrenha do futebol é desafiada em circunstâncias incríveis.

Vejam por exemplo essa rodada do fim de semana do Brasileirão.

Torcedor do São Paulo, disfarçadamente, vai querer que o Timão ganhe do Verdão.

Galera corintiana não sabe o que faz. Ganhando do Palmeiras, ajudará o tricolor. Empatando ou perdendo, deixará o alviverde na liderança de novo.

Massa flamenguista adoraria que o Botafogo, velho rival, batesse no Internacional.

Que situação.

Mas isso que é gostoso no futebol.
É uma das lições do esporte.
Mostra que todos, às vezes, precisam de alguém. Até do velho rival.

Cruzeiro e Grêmio precisam vencer suas partidas, contra Fluminense e Santo André, respectivamente, e torcer por tropeços de Inter e Galo.

Que domingo de futebol.

E tem ainda o clássico pernambucano, Náutico x Sport, nos "Aflitos", um jogo mais dramático do que nunca.