quarta-feira, 15 de março de 2017

CASO BRUNO. UM ENROSCO PARA O 'BOA"

Boa Esporte, clube que acaba de contratar o goleiro Bruno, ameaça mudar de cidade (Varginha) caso a prefeitura local deixe de colaborar com a entidade.

Penso que a questão não é geográfica, onde esteja a associação e o goleiro.

A repercussão negativa não é apenas na cidade do Boa.
É nacional.

Por mais que judicialmente Bruno esteja livre para trabalhar - amparado por um Habeas Corpus - o problema é que a reação popular é forte contra os fatos.

A jogada de marketing do clube não obteve sucesso.
O clube deveria reconhecer.
* e convenhamos, foi marketing mesmo, muito longe de uma atitude humana, caritativa e solidária da agremiação mineira.

Vivemos dias tensos, nervosos, a população está tão revoltada com tudo, que um caso desses jamais teria a aprovação do povo brasileiro.   Como não está tendo.

Não se trata de passar por cima da Justiça e condenar Bruno inapelavelmente.  Nada disso.
Porém, esse crime cometido e ainda sem localização do corpo da vítima está muito vivo na memória das pessoas.
E por mais que se queira isenção nas análises, todas as evidências indicam o envolvimento do Bruno.

Em resumo, o clube mineiro entrou numa enrascada.
Não tem a aprovação e a compreensão de ninguém, nacionalmente.

Mude-se para onde mudar, terá de levar o goleiro e terá reprovação popular e comercial no aspecto de publicidade/propaganda.

Outra pergunta:  que cidade acolheria o Boa se o goleiro Bruno fosse junto?




Um comentário:

  1. Realmente o Boa entrou numa E nrroscada ainda mais crime contra uma mulher e convenhamos no dia da mulher

    ResponderExcluir