segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

A CULPA É DE QUEM PRATICA O CRIME.

De uma forma bem simplista de ver, é inconcebível que pessoas matem em virtude de um esporte.

Matar um semelhante já é algo assustador, por qualquer motivação, mas brigar por causa de um time, jogo de futebol ou sei lá o que, e assassinar, é chocante.

E as mortes vão acontecendo no Brasil antes e depois de uma partida de futebol.

Temos muitas vezes a mania de culpar a polícia porque não garantiu a segurança de todos, o que em parte é admissível, mas o cerne do problema é a índole assassina de que assim age.

O problema não está exclusivamente nos policiamentos e na segurança pública, a questão é direta: os assassinos são os culpados.

Se entrarmos nas questões político-sociais do País é claro que levantaremos os itens EDUCAÇÃO, mais escolas, melhor padrão de ensino, tudo isso, porém não dá para deixarmos de apontar o dedo para QUEM PRATICA OS CRIMES.

E quando falamos em educação, boa escola, a cartilha dos pais e etc, a gente se volta para os maiores ladrões/assassinos do País -  empresários e políticos corruptos - que tiveram ótimas escolas, diplomas e tudo mais.
Eles tiveram "boa educação" e nos roubaram, e nos roubam, na mão grande.

É índole, amigos.
É da natureza implícita de cada um.
Viemos de outras jornadas e de lá trazemos uma herança.
Cabe a cada um vir e melhorar.
Aqui nessa passagem é a grande oportunidade de evoluir, buscar aprimoramento moral para seguir depois em melhores ambientes.

Mas se pensarmos uma única existência, então o negócio é jogar tudo para o alto e salve-se quem puder.

A responsabilidade é de cada um.

Não busquemos explicações e justificativas técnicas e simplistas.










Nenhum comentário:

Postar um comentário