segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

DONA FIFA PISOU NA BOLA?

Outro dia a FIFA decretou que o futebol passou a existir somente no ano 2000.

É claro que ela quis dizer que só reconhece os campeões à partir de quando a entidade passou a promover as finais mundiais de clubes.

Ela não reconhece o que aconteceu antes por questões protocolares dela, FIFA, e por uma vaidade e soberba absurdas.

As decisões entre clubes dos continentes sul-americano e europeu, por exemplo, existem desde o início da década 60.
Nada custaria à FIFA reconhecer o registro histórico do futebol e os campeões de antes.

Mas o que realmente vale, entendo assim, é o que já aconteceu no mundo do futebol, nos gramados.

A entidade de Zurique reconhecendo ou não, em nada invalida o que a história registra e o que os torcedores comemoraram, ainda que sigamos presenciando o braço-de-ferro de muitos simpatizantes dessa ou daquela agremiação.

Os clubes fazem sua história com o que aconteceu dentro de campo e estão certos, independentemente do que a FIFA determine.

Portanto, inteligente é diminuir a guerra sobre quem foi campeão e quem não foi, pois nada mancha ou apaga o que foi conquistado e registrado por olhos humanos ou tecnológicos.

Faço esse comentário sem qualquer tendência clubística, mas principalmente pela arrogância e pela burocracia da FIFA em só reconhecer o que ela organizou, promoveu.

Se você torce por essa ou aquela agremiação e entende que o título X ou Y foi legítimo e reconhecido popularmente, abrace esse troféu, comemore e ostente.









Nenhum comentário:

Postar um comentário