segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

CARLOS ALBERTO SILVA, UM VENCEDOR.

Tive poucos contatos com Carlos Alberto Silva, falecido dias atrás, mas no meio do futebol ficamos sabendo de como são ou eram as pessoas, facilmente.

Sobre ele, o mineiro simples e profundo conhecedor do futebol, sempre ouvi bons comentários a seu respeito.

Certa vez ele esteve ao meu lado no Mineirão participando de uma transmissão do Sportv e constatei o assédio e o respeito que as pessoas dedicavam ao visitá-lo na cabine.

Quando ele se iniciou na carreira de treinador, anos 70, e ainda jovem, havia um certo preconceito a técnicos sem muita experiência.
Dizia-se que treinador tinha de ser experiente, rodado, vivido.

Mas Carlos Alberto venceu todas as barreiras e o Guarani de Campinas também ao contrata-lo.

Chegou anonimo em Campinas e fez o trabalho brilhante que fez.

Depois decolou na carreira e marcou seu nome no futebol nacional e internacional.

Mas acima de tudo ressalte-se o lado humano dele.
Usava a energia necessária de comandante de grupo e ao mesmo tempo externava carinho e ternura aos jogadores e colegas de comissão técnica.

Sempre muito dedicado à família, deixou herança moral honrosa a seus entes queridos.

No futebol escreveu sua história com tintas marcantes e páginas cheias de conquistas e de muita força nos momentos difíceis.

Jamais será esquecido.





Nenhum comentário:

Postar um comentário