sexta-feira, 24 de junho de 2016

MELHORAR O MUNDO. E A NOSSA CONVIVÊNCIA.

Mesmo crendo firmemente na imortalidade do espírito, à cada informação da partida de um amigo do Plano Físico eu fico triste e passo a refletir ainda mais sobre nossa responsabilidade por aqui.

Os desafios diários da vida, as desavenças, as intrigas, tudo é componente essencial para o nosso exercício de crescimento interior.
Ninguém veio ao mundo somente para passear, embora tenhamos direito à felicidade e a usufruir das boas coisas da vida.

Porém, caso tivéssemos somente sucesso e vitórias é óbvio que nos acomodaríamos e deixaríamos de buscar o crescimento espiritual, que na verdade é o principal objetivo perante o Universo Inteligente.

Tenho pena daqueles que desconhecem a Lei de Causa e Efeito ou que a ignoram.

Tudo o que plantarmos nesta existência provocará bons ou maus frutos lá na frente.
E esse "lá na frente" não se prende somente à esta vida presente, mas à extensão de jornada cósmica.
Está mais que provado sobre a pluralidade de existências.

E aqui, neste momento, estamos apenas numa das etapas evolutivas do nosso ser interior.

E não se trata de uma visão simplesmente religiosa - embora muitas tenham este foco - mas de como o Universo tem suas regras e normas.

Os que comandam o Cosmo, de inteligência acima de qualquer indagação, têm propósitos e fins com os mundos e com aqueles que os habitam.
E a Terra está nesse contexto, obviamente.

Por tudo isso, quando alguém encerra sua jornada física e passa a viver em continuidade numa outra esfera ou dimensão, vem a reflexão e o "balanço" de tudo o que foi feito.

Nossa consciência, que não é física e portanto não falece com o corpo material, segue viva e com seus conflitos ou satisfações.
É ela que irá nos dizer se estivemos no caminho certo e o que precisa ser corrigido em outra oportunidade que nos será dada.

É certo que num processo paulatino de evolução cósmica ninguém vai se aprimorar completamente em apenas uma existência, seja neste ou em outro Planeta.

Ninguém sai do curso primário direto para a faculdade sem os degraus normais de aprendizado em estágios de níveis.
Assim também é a nossa rota de crescimento.

Portanto, vivamos intensamente esta etapa mas com parcimônia, equilíbrio, amor ao próximo, compreensão dos fatos, honestidade nas ações e nos propósitos.

Errar, sim, pois ainda somos mentalmente infantis, entretanto buscar aprimorar o comportamento ético, social e moral, é o caminho.

Desafiar tudo isso é perda de tempo.
Contestar é um direito, mas certamente com um preço a ser pago.
E entender o mecanismo do Universo é contribuir para uma convivência melhor.

Melhorar o mundo é nos melhorarmos interiormente.









2 comentários:

  1. Sábias palavras!
    Que as pessoas fiquem mais perto de Deus!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir