quarta-feira, 27 de abril de 2016

TUDO ESTÁ REGISTRADO. A COBRANÇA VIRÁ.

Cada um de nós passa pela vida terrena fazendo a sua história.

Como entidades erráticas que somos na caminha universal, as nossas histórias relatam boas e más páginas, evidentemente.
Fica tudo registrado, ou seja, o que fizemos voltados para o Bem, e onde erramos.

Todo enredo, porém, deve ser valorizado, porque em busca dos acertos é inevitável errar.
Sorte daquele que aprender em cima dos equívocos cometidos.

Infeliz aquele que não se corrigir diante das falhas.

Por isso, não nos envergonhemos dos erros, pois eles é que nos dão o norte da vida, o caminho certo de como se comportar, se conduzir dignamente.

Daí vem aquela assertiva antiga:  "errar é humano, persistir no erro é........"

E como cada um faz a sua história nessa passagem terrena, sempre valorizo aqueles que partiram para um outro Plano, tenham mais errado ou acertado na caminhada.

A morte física não é o fim, apenas encerra uma etapa.
Ela apenas descarta a matéria, o corpo físico, o aparelho responsável pelas ações e comportamento da mente espiritual.
O espírito, que é a essência cósmica dentro de nós, precisa de um aparelhamento material aqui neste Plano de energias ainda grosseiras e palpáveis.

Daí a necessidade em cuidarmos bem do físico para que o espírito possa desempenhar bem as suas vontades e desígnios.

Cuidar do corpo físico é importantíssimo, como também zelar pela sanidade mental, que é a grande responsável pela inteligência das ações.

Continuamos lamentando a partida de entes queridos e de pessoas ao nosso redor, como de resto todos os irmãos de caminhada vítimas do falecimento material, mas sempre entendendo que NADA ACABOU para nenhum deles.

Vem então a grande responsabilidade de nossos atos, pois nada termina com o descarte da matéria.
Tudo continua, pois a mente é imortal.
Tentar fugir dos problemas dessa vida matando o físico é um grande engano.
Morre o físico, segue vivendo o espiritual, a mente, a consciência.

Errar é inerente aos incorporados à matéria, mas seguir repetindo os erros é muito perigoso.

Tudo isso voltado é claro para a conscientização da evolução cósmica.
Vivêssemos uma vida apenas e nenhum sentido teria a preocupação da prática do bem e do respeito ao próximo.
Mas, entretanto, tudo está integrado, interligado a uma rede evolutiva no Universo.

Colhe-se o que for plantado.

E a responsabilidade pelos atos e atitudes é exclusividade de cada um.

Um grande engano é concluir que nada do que produzirmos está sendo ignorado pelo Universo.
Tudo está registrado.
E à cada um será cobrado.




















Nenhum comentário:

Postar um comentário