terça-feira, 19 de janeiro de 2016

34 ANOS SEM ELIS

Mais um ano sem ELIS REGINA.

Era um 19 de janeiro, ano de 1982, e eu estava fora do Brasil a trabalho pela rádio Bandeirantes de São Paulo.

Eu e o amigo Edgar Mello Filho.

Estávamos em Joanesburgo, África do Sul, para a transmissão da Fórmula-1.

Naqueles tempos é claro que dependíamos exclusivamente do telefone para nos comunicarmos com o Brasil.
E para se conseguir uma conexão era muito complicado.

Solicitava-se a uma operadora a chamada "a cobrar " para a gravação dos nossos boletins sobre a corrida em Kyalami e normalmente demorava demais.

E numa dessas chamadas para a Bandeirantes soubemos da morte de Elis.

Dispensável falar do talento de Elis e de como ela representava brilhantemente o Brasil com suas músicas pelo Mundo.

Também naqueles tempos os cantores brasileiros tinham enorme dificuldade em penetrar no mercado internacional.
Precisavam ser ótimos para serem tocados nas rádios de lá.

Pouquíssimos brasileiros cantantes faziam sucesso no exterior.
E Elis, fazia.

Ela legou o talento para os filhos, e dentre eles a maravilhosa MARIA RITA.

O timbre de voz da filha lembra gostosamente as suas interpretações no auge do sucesso.

34 anos sem ELIS.



Nenhum comentário:

Postar um comentário