segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

SABER PERDER É FÁCIL ???

É fato que ninguém fica feliz nas derrotas.

Como a vida é feita de vitórias e derrotas, e todos sabemos disso, é razoável que busquemos o equilíbrio quando perdermos alguma parada, seja ela qual for.

No esporte, especificamente, muita gente se destempera, se descabela diante de uma derrota.

Num primeiro momento acho natural, humano, lógico até.

Mas é preciso que passado o primeiro impacto do "perder" tudo se assente na cabeça do derrotado.

Nunca vi nada depreciativo em perder.

Se a vida é um jogo onde se ganha ou se perde, no esporte é a mesma coisa.
E no esporte, menos ainda, porque trata-se de uma competição apenas e sem quaisquer consequências morais para o cidadão.

Na vida sim é que as derrotas certas vezes abalam de verdade e comprometem social, moral e profissionalmente.

E se estamos nessa vida para aprender - e estamos - em todos os sentidos, urge que nos policiemos severamente nos momentos de supostas derrotas, principalmente no esporte.

É muito mais sério o ato de viver do que torcermos por essa ou aquela agremiação.

Vejo pessoas perdendo a calma quando seu time é derrotado e me preocupo.
São pessoas que ainda não entenderam o real sentido do esporte.

Seu time perdeu?
E eu pergunto: o que você perdeu com a derrota do seu time?
NADA, absolutamente NADA.

Entender tudo isso é crescer, é avançar na compreensão e no saber separar o que é VIDA e o que é DIVERSÃO.

Saber ser simpatizante de uma agremiação, e não um apaixonado, é ter crescido interiormente.

No caso do futebol, esse esporte empolgante, maravilhoso, é onde meu comentário mais se prende.

Quem me lê pode e tem o direito de achar que sou um sonhador, mas é a minha reflexão sobre o tema.
Sempre foi.

Na lista preferencial das coisas importantes da VIDA, o futebol está muito abaixo do topo.

Muito abaixo.




Nenhum comentário:

Postar um comentário