terça-feira, 3 de março de 2015

ZÉ RICO, UM MENSAGEIRO DA EMOÇÃO!


Conheci o Zé Rico no início os anos 70 em Americana.

Eu começava a trabalhar em rádio e jornal, e ele iniciava a carreira de cantor.

Quantas e quantas vezes ele aparecia nos estúdios da Rádio Clube local para bater papo e falar de seus planos.
Várias vezes fizemos "peladas" entre o pessoal da imprensa e amigos do Zé Rico, fãs da música sertaneja.

Dotado de simplicidade adorável, o Zum ( seu apelido ) arrebentava quando cantava e já encantava a quem o ouvisse.

Além da voz incomparável, ressaltava a emoção com que ele interpretava as modas de viola.

Era um sentimental.

Cantava mais com o coração do que com a própria voz.

E quando as duas coisas se juntavam, explodia o sucesso que perdura até os dias de hoje, e ainda permanecerá de maneira imortal.

Eu gostava do Zé como artista, e o admirava profundamente como o ser aqui encarnado.

Ele se dizia meu fã e eu ficava encabulado com a sua tietagem.

Certa vez meu filho Rafael, numa emergência, foi chamado a fazer uma mini-excursão com a banda de Milionário e José Rico, pois o baixista titular estava adoentado.

Essa participação do músico Rafael ilustra seu currículo e o valoriza tremendamente como profissional.

Quantos fãs a dupla arrebatou.
Quanta gente se emocionou com as vozes de Milionário e José Rico e o repertório sempre repleto de paixões, amores e traições.

Termina a formação de uma das duplas mais importantes e emblemáticas da nossa música popular.

Pena que o Zé tenha sido "chamado" com apenas 68 anos de idade.

Cala-se uma das vozes mais emocionantes do País.

Fica a herança preciosa das gravações e da qualidade de suas interpretações.

Só nos resta AGRADECER por tudo o que de belo ele produziu ao lado do inseparável MILIONÁRIO.













Nenhum comentário:

Postar um comentário