segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

DE QUEM É A CULPA ?

A respeito dos incidentes no clássico Palmeiras x Corinthians e as dezenas de mortes em um jogo de futebol no Egito no final de semana, tenho uma posição.

Muito acima da responsabilidade das autoridades, que devem cuidar da segurança da população, destaco os excessos das pessoas que causam os tumultos e as mortes.

Sou da opinião que se colocarmos um policial para cada cidadão no planeta, ainda assim haverá a prática da violência e da burla das leis, dada a intensa onda de desequilíbrio que assola a humanidade.

A violência deve ser atribuída diretamente a quem promove a violência.

Culpar exclusivamente as associações, como a polícia no caso, é injusto.
Culpar exclusivamente as autoridades promotoras dos espetáculos é injusto igualmente.

É claro que sempre há alguma culpa em quem promove os espetáculos, por negligência ou falta de organização ou omissão em detalhes de segurança, MAS bato na tecla que o maior culpado é aquele que PROMOVE a violência diretamente se envolvendo em tumultos e atos de vandalismo.

A polícia somente intervêm quando necessário e quando requisitada.

Não é ela que pratica a violência nesses tumultos do futebol.  E se ela se excede às vezes é para repelir os violentos e intimidar os grupos beligerantes.

* detalhe.  Não sou policial e nem tenho parentes e amigos policiais.  Nem tenho procuração para defender a policia.   Apenas quero ser justo nas análises.

Reitero que a violência no futebol pelas organizadas é responsabilidade EXCLUSIVA dessas facções, pois afinal são sempre elas que aparecem nesses lamentáveis tumultos.

Se todos se comportassem com disciplina e educação nesses espetáculos nem precisaríamos da presença do policiamento.    Isso é óbvio, mas acentua que o vandalismo parte de quem é vândalo, de quem é mau elemento.

Quem é do bem jamais provoca a intervenção da Polícia.

E se hoje existe a violência as causas são diversas e é um tema para sociólogos, psicólogos e profissionais especializados.   Jamais botar a culpa na Polícia ou em qualquer deslize nos itens de segurança para um espetáculo público.

Quem sabe se comportar jamais irá precisar de advertência ou de correção policial, seja no cotidiano, seja em jogos de futebol.

Então, que a justiça seja feita nesses casos.  Os errados são os imbecis que perturbam a ordem pública. Os bandidos são os únicos culpados.

E que eles sejam duramente combatidos,
Pela Polícia e pela Justiça.

















Nenhum comentário:

Postar um comentário