quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

ÉTICA E DIGNIDADE

Nada entendo de política, mas confesso que presto muita atenção ao que dizem os especialistas dessa área.

Sou sim um grande curioso pela matéria.

E o contexto atual do Brasil é de meter medo.   
Sinistro, nebuloso.  

Cada dia nos surpreendemos mais.
E deixamos de nos surpreender em muitos momentos, pois a rotina nos esfria, nos acomoda.
Não deveríamos ser assim.
Tantos escândalos, descaminhos, desacertos morais......

Outro dia conversando com um amigo dileto e que ficou cerca de 45 anos na vida pública, mais estarrecido fiquei com tudo o que ele me relatou.
Em resumo, a podridão é muito maior do que imaginamos.

É evidente que a crise é MORAL, é do ser humano exclusivamente.
Há as leis dos homens, sejam elas brandas ou rigorosas, mas acima de tudo TODO cidadão sabe até onde pode chegar com a sua conduta, seja pessoal ou profissional.

Antes de se respeitar A LEI, tem o aspecto ético de conduta, ou seja, temos limites de como nos comportar nas ações do cotidiano.

Acredito que deva ser difícil administrar uma cidade, um estado, um país.
A amplitude é magnânima.
É realmente complexo esse processo.
Temos dificuldade em administrar a nossa casa, a família, o que dirá de comunidades.

Mas da mesma forma que reconheço seja difícil administrar, tenho plena convicção que os bons princípios da honestidade e da ética devem estar sempre em primeiro lugar.
É uma obrigação agirmos honestamente.

Podemos errar em nossos projetos profissionais, mas jamais na retidão das nossas ações.

E o que estamos assistindo atualmente é uma grande deterioração moral das pessoas que nos comandam e que legislam.   
É triste constatarmos diariamente que a avalanche de escândalos e desmandos parece interminável.

E se fizermos a ressalva dos que bem se comportam - e é justo que se faça - chegaremos à triste conclusão de que uma minoria compõe esse grupo.

O bom comportamento é obrigação de todos nós.
Seja na política ou em nosso meio de trabalho.
Também não é justo atirarmos pedras nos homens públicos e cometermos aqui na esfera de baixo os mesmos deslizes de comportamento.

Precisamos policiar as nossa atitudes à todo instante, pois as tentações são enormes, elas proliferam em todos os cantos.

Resistir é um ato de heroísmo, mas acima de tudo um ato de coerência e de respeito a si próprio.

Ética e dignidade são duas preciosidades que lamentavelmente estão em falta no mercado.
E são os "reais valores" que levaremos para onde formos logo que deixarmos a Carne.












2 comentários:

  1. Parabens, estas 2 palavras são essenciais para uma vida melhor, ..mandou bem grande amigo?

    ResponderExcluir