segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

A VIOLÊNCIA QUE ESTAMOS VIVENDO.

Sobre a violência que nos assola, gostaria apenas de fazer um comentário e que é claro fica sujeito a todo o tipo de contestação e de negação.

Estamos tão atordoados e amedrontados com a violência urbana, que despejamos toda a culpa nas Polícias.

Achamos que a Polícia se excede, ou que se omite, criticamos as secretarias de segurança, MAS tenho uma visão um pouco diferente da situação.

Concordo que nossas polícias ainda estão despreparadas, mal formadas, sem a devida estrutura, porém o núcleo principal e que origina a violência está na educação, na formação das família e outros fatores sociais e espirituais.

A ponta do problema está na educação e na estruturação da sociedade, cuja culpa recai sobre os Governos, em todas as camadas, e também na própria índole do ser humano.

E o que dizer dos engravatados, que tiveram "educação" e formação escolar, e que continuam roubando o dinheiro público e enriquecendo em detrimento do desenvolvimento social, com escolas, hospitais e tudo mais?????

E o que dizer daqueles que não tiveram a oportunidade de ir à escola, ou que cresceram sem as presenças dos pais em casa, e que têm conduta social exemplar, sem máculas?

É um pouco de tudo, mas principalmente de índole.

E se estudarmos as teorias da reencarnação, as quais particularmente entendo são as únicas que explicam convincentemente o atual estado de coisas, teremos as explicações para o que temos vivido.

Nosso planeta está num contexto cósmico em que tudo o que está ocorrendo cabe perfeitamente na nossa postura vibratória.  É o que cabe aqui neste momento, pelo estágio do planeta e pelo estágio das entidades que aqui encarnam.
Ainda respiramos o mesmo ar da desobediência, da irreverência, da rebeldia com as leis, do querer sempre vencer sem se importar com os meios, da falta de respeito ao semelhante, da mentira e principalmente da incredulidade na Inteligência Superior.

Ah mas eu sou uma pessoa "de bem", dirão muitos dos que nos acompanham, reforçando com o frase "eu não mereço" tudo isso.

Se estamos por aqui, neste momento, é porque merecemos.
Ninguém estaria numa sala de aula do primário se já tivesse um curso superior.
Se levantarem a nossa ficha Lá em Cima - é claro, segundo a teoria da reencarnação - veremos que estamos exatamente no lugar onde precisamos estar.

É evidente que diante dessa exposição, crível ou não, precisamos cuidar das nossas coisas por aqui, como a violência que nos domina, sem ficar apenas na teoria e esperando que tudo se resolva sozinho.

Todos temos responsabilidade nessa causa.
Uns mais impotentes que os outros, mas todos temos de dar a nossa singela contribuição para melhorar o Mundo dos nossos filhos e netos.

Porém se levantarmos a bandeira de uma única existência - a qual eu respeito, mas não comungo - daí então fica difícil achar uma explicação plausível, convincente.
Nessas horas difíceis de compreensão é que devemos buscar, estudar, pesquisar livros de mestres consagrados.
E só consegui entender "um pouquinho" de tudo o que está acontecendo através dos estudiosos que desde os primórdios apontam para a reencarnação - ou sucessão de vidas - a justificativa mais próxima do convencimento.

E sobre o nosso Planeta, ele também está em fase de mutação, de transição.
Passará deste momento turbulento para uma fase em que somente acolherá almas adiantadas, compatíveis com o ar que aqui respiramos.
* ar = energia.

Pensemos em tudo isso.
Sem duelos religiosos, por favor, mas com a nossa própria consciência e nossas próprias conclusões.
Se recebemos o dom da inteligência é porque precisamos pensar, raciocinar, concluir às vezes e até divergir de colocações religiosas que sempre nos foram impostas.

Vivemos no Mundo em que merecemos estar "neste momento" de nossa caminhada Universal.

Não há privilégios nem discriminações por parte do Grande Comando Cósmico.














2 comentários:

  1. Jotinha aproveito para desejar a vc e sua familia, UM FELIZ NATAL! E UM ANO NOVO CHEIO DE ALGRIAS. Que vc grite mtos gols do verdão.

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado pela mensagem, Hélcio. Desejo à você também um Feliz Natal e um 2014 repleto de boas energias. abraço.

    ResponderExcluir