segunda-feira, 14 de outubro de 2013

ESTÁDIOS, UM PERIGO.

Ontem naquele tumulto em parte das arquibancadas do Morumbi observamos mulheres e crianças, além de idosos, em meio aos vândalos e baderneiros.

Certamente os pais, tios ou avós das crianças que viveram momentos de terror naqueles intermináveis instantes, JAMAIS voltarão a um estádio.
E se voltarem, estarão sendo irresponsáveis.

Ontem o futebol certamente perdeu dezenas de aficionados, torcedores do estádio.

E tudo por culpa dos bagunceiros infiltrados nas torcidas e que continuam impunes e imunes a qualquer sanção policial.  E depois, se pegos, livres de quaisquer sanções judiciais.

Amigos, está muito difícil ( e perigoso ) comparecer aos estádios brasileiros.
Para quem vai assistir e para quem vai à trabalho.

Além de MUITO CARO.

Principalmente nos grandes jogos, nos grandes eventos.

Você é esbulhado no bolso e exposto perigosamente na sua integridade física.

É claro que gostamos de ver os estádios cheios, com muita energia, mas é preciso muita reflexão antes da compra dos ingressos e da determinação em ir ver um jogo de futebol.















2 comentários:

  1. Jota, é por essas e outras que não piso num estádio fazem anos, tanto que até hoje não levei o Gabriel pra ver um jogo ao vivo.

    Fomos eu, Gabriel e minha esposa ao Rock in Rio desse ano e mesmo com 85.000 pessoas presentes, não presenciamos nenhum tipo de confusão dentro ou fora da área do evento.

    Por isso, sou mais um cineminha, um show, do que futebol.

    Abraços Jota

    ResponderExcluir
  2. Você está certo, amigo Eduardo.
    Preservar a vida é dever de todos nós.
    Ela é sagrada.
    Isso aí.
    abraço do Jota.

    ResponderExcluir