terça-feira, 28 de agosto de 2012

JOGOS PARALÍMPICOS - E NÓS ?

Vão começar os Jogos Paralímpicos em Londres.

São as olimpíadas dos maiores atletas do planeta, portadores de deficiências físicas.

A nata dos atletas paralímpicos reunida e onde mais uma vez o espetáculo será sensacional e com
índices e mais índices quebrados, demonstrando o progresso técnico e a superação de todos.

Vejo o evento como muito atraente, mas vejo também como um puxão de orelhas em todos aqueles que diariamente reclamam DO NADA.  Dentre os quais, me incluo.

O brilho nos olhos dos atletas paralímpicos é algo de comovente e ao mesmo tempo estimulador aos que são considerados "normais"(?), como eu por exemplo me julgo ser.

Mas onde realmente eu quero chegar sobre esses Jogos é no quanto ignoramos o evento.

E isso é reflexo do dia a dia, da nossa falta de amor ao próximo.

Em nosso cotidiano também ignoramos os irmãos que necessitam de cuidados especiais.
Fazemos o possível para não nos preocuparmos com eles.

As leis melhoraram, a fiscalização aumentou, a mídia dá mais atenção ao assunto, porém falta muito.

Em resumo, desprezamos os Jogos Paralímpicos ( que estão começando em Londres ) da mesma forma que  minimizamos na nossa avaliação as dificuldades dos necessitados especiais à nossa volta.

Reflitamos sobre isso.










4 comentários:

  1. Jota... nenhuma importância... cobri os Parapanmericanos em 2007, pela Azulzinha, que, não conseguiu se credenciar para os Panamericanos, mas, para os Papapan, quantos profissionais quiséssemos... aí, preservaram a estrutura para a imprensa... só que os ônibus circulavam vazios e as competições não teriam platéia, não fosse a miraculosa ideia de uma ação conjunta com as escolas do Rio, levando os alunos para prestigiarem o evento. Aliás, aí sim... com as crianças a coisa foi maravilhosa (males que vem para o bem...). O que eu posso dizer é que em termos pessoais, foi a maior experiência da minha vida... cada prova uma lição, cada podium lágrimas não me faltavam, porque ali eu pude reforçar o conceito que o esporte é maior que a mera vitória de um e a derrota do outro... bela abordagem irmão... forte abraço!!! PAULOFILÉ.

    ResponderExcluir
  2. Depoimento importante, amigo Filé.
    De quem viveu o evento bem de perto.
    Obrigado.
    abraço
    jota.

    ResponderExcluir
  3. Jota, infelizmente o povo em geral não tem dimensão do que é a vida de uma atleta para paralímpico. Imaginam que são coitados, sem oportunidade na vida, que praticam esporte para sobreviver com o mínimo de saúde.

    A maioria não tem idéia que um atleta desses se esforço o dobro do que um atleta em plenas condições físicas. Não imaginam que treinam e são cobrados da mesma maneira que os atletas que disputaram as olímpiadas.

    É triste, eu sei. Mas é a realidade. A imprensa precisa mostrar ao povo brasileiro o poder de superação desses atletas.

    Esse vídeo http://vimeo.com/wearestitch/superhumans , mostra um pouco do que é a vida desse pessoal.

    Abs!
    Raul Torres
    www.nopiquedabola.com.br

    ResponderExcluir
  4. Valeu, Raul.
    Obrigado pela mensagem e pelo conteúdo.
    Parabéns pelo site.

    abraço do jota.

    ResponderExcluir