terça-feira, 13 de março de 2012

SAI TEIXEIRA, ENTRA QUEM?

Sai Ricardo Teixeira do comando da CBF.

Se no campo de jogo as seleções brasileiras foram razoavelmente bem em todos os 23 anos de Teixeira à frente da entidade, fora dos gramados o dirigente extrapolou.

A Justiça é quem diz isso, através de inúmeros processos, investigações, denúncias e etc.

Se Teixeira é agora matéria para o Judiciário, brasileiro e internacional, o futebol brasileiro precisa se acertar.

Quem poderia assumir a CBF e trabalhar com seriedade, ética, respeito ao torcedor?

Nomes não faltam, pois já surgem movimentos de bastidores para que José Maria Marin não fique na presidência. Há muitas bocas abertas para esse prato tão apetitoso.

Infelizmente é preocupante a situação.
Nomes podem ser sugeridos, de pessoas de reputação inatacável, mas a politica do esporte nem sempre "aceita" alguém que não seja "do sistema". Essa é a constrangedora verdade.

Tenho comigo que tudo será feito para que Marin não fique na cadeira que foi de Ricardo Teixeira por 23 anos.
E aí pode morar o perigo com as manobras.
Poderá assumir alguém que siga na mesma linha de Ricardo, qual seja, a da prática politica com prioridade, com o futebol ficando apenas como mero detalhe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário