quarta-feira, 28 de março de 2012

FUTEBOL INTERNACIONAL - NÃO GOSTO

Até entendo a garotada de hoje se ligar nos times de fora do Brasil, pois afinal as televisões mostram muita coisa do exterior, e a exposição acaba contagiando muita gente. Estamos num tempo de globalização, é normal, é natural tudo isso. Mas particularmente não consigo me ligar em nenhuma agremiação que não seja do nosso País. Vejo um pouco, analiso, respeito, mas não consigo arrebatar afeição para afirmar que tal equipe me comove, mexe com minhas emoções. Aqui no Brasil, nem um segundo time eu tenho. Não consigo. Acho até que muita gente exagera no suposto "amor" a determinado time europeu. Vejo que há uma certa forçada de barra em badalar algumas equipes de fora, até para poder diminuir o futebol brasileiro, o que acho lamentável. Incluo nessa forçada de barra parte da mídia brasileira, que extrapola ao ressaltar os campeonatos europeus, passando dos limites na devida análise técnica dos mesmos. Lá como cá, temos bons, regulares e péssimos jogos. Lá como cá, temos os craques e os do nível médio de rendimento. Me julgo frio ao analisar os espetáculos de futebol, e sendo assim não me encanto com tudo o que se diz da bola jogada no exterior. Vejo a bola rolando por lá com sistemas táticos ortodoxos, jogadas previsiveis, mecanicas, sem o brilho que se propaga. Me perdoem os amantes do futebol europeu, mas é a minha visão, é o meu sentimento sobre o assunto. Não me lembro qual foi a última vez que me sentei diante da televisão e assisti a 90 minutos de um jogo internacional. Não me prende. Não só pela pobreza técnica, mas também pela falta de ligação afetiva com qualquer agremiação de lá. Mas, repito, respeito àqueles que gostam, compram camisas, e vibram com o que vem de fora.

Um comentário:

  1. CONCORDO PLENAMENTE!
    Tenho 25 anos, e 90% dos meus amigos e colegar da mesma faixa etária vivem elevando a moral do futebol europeu. Lá é melhor, lá é mais bem jogado, tem as maiores estrelas, mas para mim, não!
    O Brasil é o país do futebol. Aqui se joga o futebol mais emocionante. Lá é tudo muito previsível, e eu não me empolgo com algo mecânico, robótico...

    ResponderExcluir