terça-feira, 3 de janeiro de 2012

EU GOSTO DA COPINHA

Ainda estou em periodo de férias.

Começo a dar umas espiadinhas nos canais que têm futebol.
Futebol internacional paro pouco, pois não tenho nenhuma identificação com os clubes europeus, embora profissionalmente eu precise estar informado.

Fiquei mais tempo nos jogos da Copa São Paulo.
Gosto de ver a garotada em ação, meninos cheios de brilho nos olhos, sonhando com chances de ouro, dando tudo de si.

Pode-se discutir o nível técnico da Copinha, pois há times fracos, mas o evento é muito atraente, pelo menos para mim.

O foco maior é sem dúvida para as equipes sub-18 dos grandes clubes brasileiros, onde tanto se contesta e se cobra. Temos valores surgindo à todo instante. É da nossa natureza futebolística, embora a gente saiba que nas categorias menores ainda existam treinadores com a mentalidade tática da retranca. Uma pena.

Mas, repito, eu gosto de ver a Copa SP.
Durante muito tempo trabalhei nela, transmitindo.
Lembro-me de ter narrado a conquista do Marilia, 1979, com o técnico Valter Zaparolli, em decisão que aconteceu no Canindé.
Fiz a transmissão pela Rádio Gazeta de SP.

E depois, durante anos e anos, continuei trabalhando no evento.

Pena que os critérios técnicos para os convites aos clubes sejam nos dias de hoje desprezados. Prevalece o aspecto politico. Mas de qualquer maneira, o torcedor se liga na Copinha e assiste.

Nenhum comentário:

Postar um comentário