terça-feira, 10 de janeiro de 2012

COMO É DIFICIL PARAR

Como é dificil parar.
Em qualquer atividade.

No futebol o problema se acentua, pois o artista da bola sai do noticiário, cai no lugar-comum de ser mais um cidadão, mais um contribuinte ( no País dos impostos ).

Neste momento a gente acompanha, como exemplo, dois jogadores que ainda buscam um clube: Túlio Maravilha e Rivaldo.

Túlio com a meta de chegar aos mil gols, Rivaldo não querendo abandonar as chuteiras, os gramados.

Rogério Ceni vai para o cumprimento do contrato que tem com o tricolor até dezemnbro deste ano. Mas é outro que em breve deverá parar.

Marcos jogou a toalha. Foi decidido neste inicio de 2012. Mas relutava também.

Enfim, trata-se de uma decisão dificil, devemos reconhecer.
É abandonar a rotina dos treinos, viagens, concentrações, entrevistas e tudo mais, além dos ótimos salários que hoje são pagos.

Mas o corpo cobra.
As dores aparecem ( mais para uns do que para outros ).
As cobranças aumentam para quem já passou dos 30.
Um amontoado de itens.

Vale lembrar Romário, o quanto brigou com o tempo e com o físico, até encerrar a gloriosa carreira.

É a roda da vida, das profissões.

2 comentários:

  1. Jota
    Ao mesmo tempo que devemos elogiar jogadores que se esforçam até o final da carreira e relutam em parar tenho que lamentar o fato da mania que virou "poupar jogadores" no futebol brasileiro, é incrivel como se poupa jogadores para priorizar determinados jogos, hoje mesmo achei um absurdo o meu Corinthians poupar jogadores contra o Juventus pela Copinha, são jovens e disputando a principal competição da categoria, teve transmisão ao vivo por varios canais, uma das raras chances dos garotos aparecem na vitrine e já são poupados. O time pricipal vive se poupando para a Libertadores e só coleciona vexames na competição, o Santos passou meses se poupando para pegar o Barcelona e fez um fiasco. Tem outro fator que me deixa irritado, pois ao fazer uma assinatura de TV para poder assistir mais jogos gasto dinheiro com a intenção de ver times titulares e não times reservas.Será que estou errado em ficar indignado com esta situação?
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. amigo RC
    Você está absolutamente certo, no meu modo de analisar.
    Também penso como você.
    abraço
    jota

    ResponderExcluir