terça-feira, 3 de maio de 2011

QUE DÊ PEIXE HOJE

Sei que poderei contrariar a muitas pessoas com o que vou colocar agora.
Mas é a minha cabeça, a minha forma de pensar.

Sempre que há clube brasileiro envolvido em jogos internacionais, torço para o sucesso nacional.
Não tenho, há muito tempo, apego emocional com o clube X ou Y.

Lá atrás, quando bem mais jovem, torcia e sofria ( pouco ) com o clube da minha simpatia.
O tempo passou e esfriei em relação a clubes e a própria seleção brasileira.
Gosto de futebol, gosto de trabalhar no esporte, mas o tempo me deu maturidade para apenas apreciar e relatar os eventos, respeitando a quem assiste e a quem lê.

Hoje, por exemplo, gostaria muito que o Santos se classificasse.
Assim como amanhã, nos casos de Fluminense, Cruzeiro, Grêmio e Inter.

Dentro da rivalidade sul-americana no futebol, é óbvio que sempre gostarei de ver os brasileiros conquistando espaços e titulos.
Sou brasileiro, afinal.

Portanto, que hoje em Querétaro o Peixe se classifique.
É a minha esperança pessoal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário