terça-feira, 17 de maio de 2011

O JORNALISTA

Muito animador o que tenho visto e percebido aqui através da Internet.

Quantos e quantos jovens enveredando pelo jornalismo e buscando saber qual caminho seguir.

Tenho "conversado" bastante com muitos deles através dos emails, facebook, blogs, messenger...

Procuro, na medida do possível, passar um pouco da minha experiência e sempre alertar para os naturais percalços da carreira, e também dos prazeres da atividade, obviamente.

Gosto da disposição dessa moçada, da impetuosidade e do arrojo desses jovens para desbravar caminhos. Qualquer profissão precisa desse expediente, mas especialmente o jornalismo, que é um desafio diário para a criatividade.

Tenho um filho jornalista, com quem troco muitas informações e idéias.
E vejo nele os obstáculos a que os profissionais da atualidade se submetem.

De qualquer maneira, o jornalismo é uma atividade fascinante.
Seja na mídia impressa, radiofônica, televisiva ou virtual.

Particularmente aprendi na prática, mesmo.
Quando comecei ainda não havia o curso de jornalismo em faculdades.
Fui aprendendo com a mão na massa, prestando muita atenção em tudo o que ocorria no mundo da comunicação.
E como a minha área foi sempre a do esporte, algo tido como supérfluo por muita gente, busquei aprender a respeitar a veracidade da noticia e dos acontecimentos. Busquei sempre a essência da prática do jornalismo, ou seja, a fidelidade aos fatos, a verdade e a responsabilidade do exercicio profissional.

Mas, enfim, escrevo hoje para registrar e para homenagear a todos os jovens que estão se iniciando no jornalismo.
O mundo precisa dos profissionais da informação e da formação de opinião.
A noticia não para de acontecer. Não tem hora para acontecer. E o jornalista é quem faz o registro da noticia. Um profissional imprescindível.

Um comentário: