segunda-feira, 18 de outubro de 2010

JUIZES E ATLETAS. TODOS ERRAM

Que me desculpem os que pensam diferentemente, mas não posso deixar de colocar meu ponto de vista sobre a atribuição das derrotas ou tropeços em cima das arbitragens.

Houve muitas reclamações neste último fim de semana e será assim daqui para a frente, pois o campeonato entra na reta de chegada e bate o desespero em muita gente.

Afora possíveis atuações tendenciosas de alguns árbitros - no que acredito sejam poucas - a maioria dos erros é de natureza humana.
Os juizes erram porque as dificuldades são muito grandes, dadas às malandragens dos jogadores, à pressão externa e à amplitude da cobertura televisiva, com "duzentas" câmeras em ação.

Repito. Os juizes erram, assim como os atletas.
O gol que Ronaldo perdeu em Campinas é um belo exemplo.
Se ele, o Fenômeno, erra, por que o árbitro não pode errar?
Oras, são todos suscetíveis de equivocos, de falhas.
** o próprio Ronaldo, aliás, reconheceu isto.

Não sou do time que gratuitamente, e às vezes levianamente, joga toda a culpa pelos tropeços nas costas dos apitadores.
Um gol mal anulado é como um gol perdido. Nos dois casos houve erros.

Faço este comentário simplesmente por entender que a justiça deva prevalecer.
Não acho justo, honesto e leal, atribuir às arbitragens TUDO o que acontece em campo.

Um comentário:

  1. Eu sou bem resolvido nessa questão, nobre Jota: time, quando é bom, passa por cima de tudo. Até de erros da arbitragem. Não assisti Grêmio x Cruzeiro, apenas vi o compacto. Claro, o Cruzeiro foi muito prejudicado no gol legal muito mal anulado. Mas pelo compacto que assisti (na própria Globo.com), o líder não atacou tanto quanto poderia, chegando bem menos vezes no gol do Victor em relação ao Grêmio no do Fábio, e por isso vitória merecida do Grêmio - apesar do gol muito mal anulado e mesmo do pênalti duvidoso do gol da vitória (que de início achei não ter havido e depois passei a achar que houve). E Guarani x Corinthians é isso que disseste. Claro, prejudicado o Corinthians nos dois gols do Ronaldo muito mal anulados. Mas não foi o bandeirinha que jogou pra fora aquela chance na cara do gol, nem foi ele que incrivelmente furou na frente do goleiro e sim o Moacir, nem foi ele que impediu a bola do Paulinho de parar no alvo e sim o travessão...

    ResponderExcluir