terça-feira, 14 de setembro de 2010

O JUIZ PODE ERRAR ?

É chato, mas tenho de voltar a um assunto batido, antigo, mas que incomoda.

Arbitragens.

Reitero que reclamar de erros das arbitragens é legítimo, lícito, normal.

Colocar a culpa pelas derrotas nas costas EXCLUSIVAS das arbitragens, é desculpa deslavada, para não dizer que é covardia.

Pensem comigo.

Se todos os que estão envolvidos numa partida de futebol são HUMANOS ( jogadores, técnicos, preparadores físicos, gandulas, roupeiros, árbitros, e por ai vai ) é normal que se esperem erros, de uns e de outros.

Humanos são falíveis, evidentemente.

O juiz de futebol não pode ser colocado à parte desse contexto.
Ele é HUMANO, e erra, assim como os jogadores, treinadores e etc.

Diante desse quadro, por que atribuir EXCLUSIVAMENTE as derrotas às arbitragens, se as equipes também erraram nos 90 minutos?
Os jogadores falharam, no ataque, meio de campo ou defesa.
O treinador pode ter falhado ao mexer ou ao escalar.

Por que o atacante pode perder um gol "feito" e prejudicar sua equipe, e o árbitro não pode se equivocar numa marcação?

Não é justo invocar apenas as falhas dos árbitros para encobrir vacilos, derrotas e até perdas de títulos.

Coloquem todos os erros de um jogo na balança e verão que o árbitro não erra mais que os demais participantes ( os jogadores ).

É claro que tudo isso faz parte da cultura do futebol, mas é preciso registrar a leviandade e o oportunismo dessa prática.

Particularmente quando ouço dirigentes, jogadores, treinadores e até jornalistas atribuindo aos árbitros a CULPA EXCLUSIVA pelas derrotas, mudo imediatamente de rádio ou de canal.
É uma incoerência, do meu ponto de vista.
Além de injusto.

** em tempo: não sou ex-árbitro, não tenho procuração de nenhum apitador para defender a classe, nem tenho parente que é juiz de futebol. Apenas gosto das colocações coerentes, justas, que não sejam levianas, desleais.

2 comentários:

  1. Jota Jr , concordo plenamente com sua opnião , todo ser humana que desempenha uma atividade está sujeito a erros , por mais responsável e profissional que seja a pessoa, o que não pode ocorrer em hipotése alguma é a imprudência e a falta de ética, esse assunto sobre a abirtragem tinha que ser mais comentada mais pelas entidades do futebol,e não somente no momento de falha desses profissonais. Já em relação a participação da tecnológia a favor do futebol tenho minhas dúvidas , acredito que o bom arbitro quando bem preparado em todos aspectos como psicológicamente quanto fisicamente possuem pequenas chances de erros , esse fator já esbarra quanto ao profissonalismo do arbitro , não sei como é em outro países e em outros esporte , mas acho que a profissão arbitro de futebol teria que ser consolidada de uma forma coerente, acho que a pessoa que escolhe esse caminho tinhas que dedicar exclusivamente a profissão , o que ocorre hoje é muitos desepenham outras atividades como professores, bancários e etc, mas essa questão ja esbarra na estrutura do futebol.Jota Jr sempre acompanho seu blog , e desculpa ai as vezes pelos meus comentários nada coerente. Pedro Paulo - Goiânia

    ResponderExcluir
  2. Jota
    Percebeu que os dirigentes reclamam das arbitragens mas não movem uma palha para ajudar a melhorar as condições dos arbitros? No fundo eles estão contentes com esta situação pois se não tivermos mais erros dos juizes em quem eles irão por a culpa das derrotas? jogos que tem boas arbitragens também tem derrotados e neste caso não tem como disfarçar os erros dos técnicos, jogadores e dirigentes que fizeram pessimas contratações, no meu modo de pensar os erros de arbitragens é um mau necessário para ajudar a desviar o foco das derrotas.

    ResponderExcluir