terça-feira, 6 de julho de 2010

FIM DO PALESTRA

Sexta-feira fecham-se os portões do histórico Palestra Itália.

Inaugurado em 1902 com um amistoso entre Mackenzie e Germânia, o estádio alviverde viveu jornadas maravilhosas do futebol brasileiro.

Craques e meios-craques, além de jogadores limitados tecnicamente, desfilaram pelos vários gramados que o Palestra já teve.

Grandes jogos alí, antes e depois com o Jardim Suspenso, quando o gramado foi elevado.

Palestrinos e palmeirenses aplaudiram, vaiaram, choraram de alegria e de tristeza nas arquibancadas do velho estádio.

Minha lembrança da primeira vez na casa alviverde foi no final da década de 60, num jogo noturno entre Palmeiras x São Paulo, quando Emerson Leão sentia o gostinho recente de titular do Verdão, recém chegado de Ribeirão Preto onde defendia o Comercial local.

Vi aquela decisão de 76 entre Palmeiras e Quinze de Piracicaba, pelo Paulistão, das cabines da rádio Gazeta, onde eu acabara de chegar.
O saudoso Milton Peruzzi narrou aquela final.

Nesta sexta-feira, dia 9 de julho de 2010, feriado estadual, cinco e meia da tarde, a torcida palmeirense se despede do Palestra. Certamente, emocionada.

Palmeiras e Boca Jrs fecharão o ciclo do velho estádio.
Linda história.
Rica história.

** terei a oportunidade de transmitir esse jogo pelo canal Sportv.

2 comentários:

  1. Salve Jota

    O palestra merece de fato uma belíssima festa em seu jogo derradeiro. Ainda bem que já tive a oportunidade de conhecer o jardim suspenso, e poder dizer "eu fui lá".
    A vontade maior era estar nas arquibancadas, porém; como tal deslocamento não foi possível, estarei acompanhando a transmissão. Boa partida a todos, e que o verdão leve mais esta.

    Abraço!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Jota
    O Palestra tem um encanto mágico que ficará na memória daqueles que vivenciaram um momento mágico na história do futebol.
    O meu pai certamente estaria presente neste jogo e faria um discurso digno de lágrimas,
    Abraço
    Milton Peruzzi Jr.

    ResponderExcluir