quinta-feira, 3 de junho de 2010

SAUDADES DE FIORI

Vai começar mais uma Copa do Mundo.

E quando faltavam dois dias para a abertura da Copa de 2006, morria Fiori Gigliotte, um dos mais importantes comunicadores que conheci.

Além do brilhante narrador de futebol pelo rádio, Fiori ministrava palestras como poucos.

Falava da vida, do amor, do respeito ao próximo, e da importância da religião no coração das pessoas, com propriedade e eloquência.

Empolgava as platéias, assim como os milhares de ouvintes que o acompanhavam pelo rádio.

Transmitiu muitas Copas, emocionou os torcedores com sua voz macia e suas frases de raro efeito.

Foi meu companheiro de rádio Bandeirantes, onde nasceu uma forte e sincera amizade.

Conheci sua familia, dona Adelaide, seu filho Marcelo.

Conheci Fiori por dentro. Um coração cheio de doçura, sentimentos, amor ao próximo.

Saudades de Fiori Gigliotte.
Quatro anos sem sua presença física.
Mas com a certeza de que ele continua vivendo intensamente, em outra esfera, em outra dimensão, mais perto do Deus que ele tanto adorava. E continua adorando.

Um comentário:

  1. Jota
    A minha paixão pelo futebol foi formada ouvindo o Fiori, naquela epoca de criança o radio era a melhor forma de se acompanhar os jogos, não tinhamos este grande numero de jogos na TV como hoje, e por eu ser do interior tinha um motivo a mais para gostar do Fiori, com certeza ele foi um dos narradores que mais apoiou os times e as cidades interioranas. Se estivesse vivo com certeza estaria triste com a situação dos nossos chamados times pequenos, que hoje de fato são pequenos, antigamente Ponte Preta, Guarani, Inter de Limeira, Bragantino, etc enfrentavam de igual para igual os chamados grandes.
    Abraços
    Roberto Carlos

    ResponderExcluir