domingo, 25 de abril de 2010

AS BUZINAS DO ANACLETO

Domingo de folga, depois de transmitir ontem São Caetano 1 x Botafogo 0.

Foi a primeira partida da decisão do Troféu Interior do campeonato paulista.

Torcida do Azulão levou aquelas buzinas "a ar" pro estádio e foi um inferno.
Exageraram na dose.
Tivemos até uma imagem onde uma criança no colo da mãe chorava por causa do barulho.
E o barulhão era provocado pela própria mãe.

Mas afora esse detalhe, que por sinal irritou à grande maioria dos presentes, correu tudo bem.

Agora tem o jogo de volta em Ribeirão Preto no próximo sábado.
O time de Ribeirão tem a vantagem nessas finais e jogará por uma vitória simples pra levantar o caneco e passar a mão num cheque de 250 mil reais, livres de descontos.

O azulão precisará do empate.

5 comentários:

  1. Jota
    Temos que ir nos acostumando, na Copa teremos a tal vuvuzela que irrita até mesmo pela TV, e parece que a FIFA não proibe para não entrar em conflito com as tradições da Africa do Sul, no Brasil não sei se moda das buzinas vai pegar e se pegar se poderá haver algum tipo de proibição.
    Abraços
    Roberto Carlos

    ResponderExcluir
  2. É verdade, Roberto.
    Talvez as policias intervenham, pois esses materiais são cilindricos e podem ser interpretados como "armas".
    É a única chance de ficarmos livres...rsss

    Boa semana
    abraço
    jota

    ResponderExcluir
  3. Jota, sofremos com este barulho em nossos ouvidos, mas analisando melhor, e pensando em segurança, depois do jogo ví muitas latas espalhadas pelas arquibancadas e me pergunto se elas são permitidas, afinal na mão de marginais poderiam ser arremessadas contra outras pessoas. Aliás alguns idiotas atiram papeis nas cabines de rádio e TV do estádio do São Caetano, o que é bem melhor, já pensou se fosse alguma daquelas latas??
    abs Jota.,
    Rogério Assis

    ResponderExcluir
  4. Amigo Canhão Rogério Assis, grande narrador.

    Latas, aquelas buzinas ( que também podem se transformar em armas nas mãos dos desequilibrados ) tudo isso foi permitido no estádio do Azulão.

    Também recebemos aqueles papéis na cabine, voando pelas nossas cabeças....
    Fazer o que, né, se a boa educação passa longe de algumas pessoas?

    Boa semana, Canhão.
    abraço do jota

    ResponderExcluir
  5. Jota, é importante salientar que o caso das buzinas é falha de segurança do estádio que permite esse tipo de coisa. Outro ponto: Até pela experiência que tenho de Anacleto Campanella, posso dizer que aquele local onde estavam as buzinas é onde costumam se concentrar as familiares (mulheres e filhos, principalmente) dos jogadores do Azulão. Por isso ninguém faz nada para combater essa prática.

    Sobre os papéis voando, eu estava bem ao lado de quem jogou e vi (além de receber uns na cabeça tbm) que eram crianças. O que é pior, sem nenhum adulto para repreendê-los. O único momento em que pararam foi quando alguém desceu das cabines para dar uma bronca neles. Eu, inclusive, sinalizei ao Lino quem estava jogando.

    Para finalizar a "brilhante" noite naquele ponto do estádio onde estive (bem embaixo da cabine de vocês), bem na minha frente acontece a acusação de racismo contra um torcedor que saiu correndo com a namorada dele.

    Frequento os jogos do Azulão há 13 anos e nunca tive que me submeter a tamanho teste de paciência.

    grande abraço, Jota!

    ResponderExcluir