segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

SEGUNDA FEIRA

Uma segunda-feira de forte calor aqui no interior paulista.

Vem chuva por aí.
O que não tem sido novidade.

Alguns registros pra essa segundona.....

- Morreu Gilmar Lima, ex-zagueiro do meu Rio Branco e que teve passagens por Palmeiras, Internacional, Guarani de Campinas. Tinha 31 anos de idade. Sofreu um acidente de carro em Bebedouro, a sua cidade de nascimento.

- Que bela estréia da Lusa, hein? Meter 3 a 1 no Tricolor em pleno Morumbi é para poucos.

- Peixe passeou pelo Pacaembu e deixou o meu Tigre miando. Quatro a zero com muita tranquilidade. Nas mãos de Dorival Jr. o Santos tem tudo para fazer uma excelente temporada.

- Repórteres de campo nos jogos do Paulistão não podem entrar no gramado para entrevistas. Nem os profissionais do Sportv, empresa que pertence à Globo, detentora dos direitos do evento.

- A rádio Jovem Pan está tentando na Justiça uma liminar pra poder entrevistar os atletas dentro de campo. Ano passado a emissora conseguiu.

- Comenta-se que a Jovem Pan estuda com seu departamento jurídico a possibilidade de conseguir liminares para a Libertadores e Copa do Mundo, também. Ela quer os seus repórteres dentro do gramado em todas as competições.

- Cá entre nós, não vejo a necessidade de repórteres em campo. Jogadores e treinadores já foram entrevistados na concentração e na chegada ao estádio. E serão entrevistados após a partida.

- Sabemos que é uma praxe no rádio e na televisão brasileiros, mas não vejo tanta necessidade jornalística de ouvir os atletas dentro de campo.

- Essa minha posição não vai contra os profissionais da reportagem, absolutamente. Não estou faltando com a ética e com o respeito aos colegas. Mas é uma questão de disciplina nos espetáculos. Ninguém irá perder o emprego se deixar de entrar em campo para entrevistar técnicos e jogadores.

- No Brasil e em pouquissimos países sul-americanos a prática de entrevistas dentro do gramado é utilizada. Na Europa, esse expediente não existe. Os repórteres de televisão ficam ao lado do gramado aguardando os jogadores e treinadores.

- Me parece que tudo é uma questão de ordem e disciplina.

- Concluindo, fiz o jogo entre Santos e Rio Branco ontem no Pacaembu, e os repórteres do Sportv - Joanna de Assis e Marco Aurélio Souza - ficaram à margem do gramado, não entrando em campo. Normas são normas.

6 comentários:

  1. JOTA

    Boa tarde!

    Totalmente de acordo na questão dos repórteres...à beira do gramado é mais que suficiente para trazer os detalhes.
    Quanto ao jogo, o Rio Branco descuidou-se no início do jogo e isto custou muito caro... alguns outros detalhes interferiram para o que a iquestionável superioridade do Santos ficasse em evidência. Porém, os comentaristas "detonaram" os dirigentes do Rio Branco por levar o jogo para o Pacaembú... acredito que o "sonho" de uma grande renda, custou a "realidade" aos inexperientes e desconhecidos jogadores do Rio Branco, que sentiram o clima de jogo "em casa" para o Santos.
    O gol aos dois minutos( falta de atenção total), a diferença técnica entre os times, a expulsão do zagueiro e a estréia de Giovanni, contribuiram para o placar elástico ao Santos.
    O Rio Branco fez o que pode... como muitos estão dizendo? Não, poderia ter feito mais, mas, está faltando conhecimento do que é o Campeonato Paulista para alguns detentores das decisões no Rio Branco, inclusive comissão técnica.
    Para encerrar, triste notícia sobre a passagem do Gilmar Lima... tinha potencial de Seleção Brasileira, mais um que perdeu a "briga" para o despreparo psicológico com o sucesso no esporte. Vai com Deus Gilmar Lima...

    Forte abraço e boa semana...

    PAULOFILÉ

    ResponderExcluir
  2. Jota
    Concordo com relação a proibição dos reporteres em campo, afinal não há muito o que se perguntar principalmente antes do inicio das partidas, me lembro que quando era permitido entrevistas antes dos jogos começarem sempre havia atrasos devido a demora para os reporteres sairem de campo e as respostas dos jogadores as perguntas era sempre as mesmas mesmices. Entrevista que interessa são aquelas realizadas após os jogos.
    Abraços
    Roberto Carlos

    ResponderExcluir
  3. Olá Jotinha!! Tô tão feliz!!
    Primeiro pq liguei no Sportv e ouvi vc narrando uma partida do meu Peixe ao lado do querido Nori, depois é claro pelo placar do jogo. Sinto muito que a vítima foi (como vc mesmo disse no Troca de Passes) o PODEROSO Rio Branco (rsrsrs). Coisas do futebol Jotinha!! (rsrsrs)
    Bjs meu amigo!!

    ResponderExcluir
  4. Obrigado querida Silmara....
    Olha, seu Peixe promete boas coisas para 2010 hein???
    Gostei.
    Bom time e um excelente treinador.

    Quanto ao Tigre....rsssss

    bjs
    jota

    ResponderExcluir
  5. Olá Jota!

    Como não poderia deixar te comentar sua bela narração vc é um ícone dos narradores do Brasil. Domingo quando liguei o Sportv e vi que era você o narrador do jogo do meu peixão ai sim fiquei mais feliz.

    Abraço, sou seu fã.

    Carlos - Araras/SP

    ResponderExcluir
  6. Valeu, prezado Carlos.
    Obrigado, amigo.
    grande semana pra vc !!!
    abraço
    jota

    ResponderExcluir