terça-feira, 19 de janeiro de 2010

A COPA E A EXPECTATIVA DOS PROFISSIONAIS

A grande maioria das pessoas gosta de viajar, conhecer lugares, explorar o turismo ao máximo.

Há quem não goste, mas estes formam na minoria da massa.

Ano de Copa do Mundo é sempre uma expectativa nas redações das rádios, jornais e tevês, aguardando a famigerada lista dos "convocados" para a cobertura.

Acompanho isso há muitos anos.
Já presenciei verdadeiras quedas-de-braço no sentido de "disputar" as vagas.

Copa, Olimpíadas, Panamericanos, os grandes eventos, enfim, ressaltam o currículo dos jornalistas e radialistas.
À par do que dissemos logo no início, que é a vontade natural das pessoas em viajar.

Para este ano de 2010, sinceramente não sinto a ansiedade nos profissionais, que constatei em outras épocas.
Está tudo muito calmo, tranquilo.
Poucos perguntam "quem vai?".

Já ouvi de alguns colegas que essa viagem para a África do Sul é uma furada.
Profissionais que estiveram lá - ano passado - não se entusiasmaram.
Enfim, sinto que a adrenalina da "convocação" este ano está baixa.

E mesmo os profissionais que já estão sabendo da viagem, andam murchinhos, sem o entusiasmo natural de outros tempos.

Posso estar enganado nessa história, mas é o que sinto.

Copa é Copa, mas o local onde ela se realiza parece pesar muito nas pretensões de vários profissionais.

Quanto ao canal Sportv, a minha casa de trabalho, a listinha ainda não foi divulgada.
O que se sabe, porém, é que irá a maior delegação do canal campeão desde que cobre Copa do Mundo.
Cerca de 60 profissionais.

8 comentários:

  1. Jota
    Será esse "desinteresse" dos jornalistas um reflexo do que já ocorre com os torcedores? faz um certo tempo que a seleção deixou de fazer parte de nossas preocupações, são inumeras as pesquisas que apontam que se o brasileiro tiver de escolher entre um titulo para o seu clube ou para a seleção ele vai querer ver o seu time do coração campeão. A unica empolgação que vejo com a seleção são dos orgãos de imprensa que transmitem os jogos, pois logicamente necessitam valorizar o produto que compraram e pagaram muito caro, a seleção pedeu muito a identidade e as raizes, pois antigamente nas Copas torciamos por jogadores do Corinthians Flamengo, Cruzeiro, etc, hoje são do Milan, Inter de Milão, Barcelona, etc. E antes quando havia jogadores que jogavam no exterior eram craques que tinham feito historia por aqui antes de sair, como Zico, Socrates, Falcão, Cereso, etc. Hoje são convocados jogadores como Felipe Melo, Afonso etc cujas carreiras não tem nada de Brasil se não o fato de terem nascido aqui. Será que exagerei ao pensar assim?
    Abraços
    Roberto Carlos

    ResponderExcluir
  2. Roberto, seu comentário é bem procedente.

    Já fiz vários nesse sentido, entendendo que uma seleção "estrangeira" não desperta no torcedor o mesmo interesse de uma formação à base de atletas pertencentes aos times brasileiros.

    A principio, anos atrás, achei que esse desinteresse era apenas meu, mas depois percebi que é geral.
    Haja vista os índices de audiência quando joga a Seleção, que caíram consideravelmente.

    Mas, enfim, são os novos tempos. Não tem como mudar ( até teria... ).

    Assim, a Copa terá o seu interesse natural, mas certamente poderia ter um tempero mais condimentado. Sem dúvida.

    abraço
    jota

    ResponderExcluir
  3. JOTA

    Não é que o post do "nosso amigo" Roberto Carlos foi na môsca... é o cerne da coisa. O desinteresse está se alastrando...
    Amigo, tenho acessado um BLOG muito legal, gostaria de divulgar para o teu seleto grupo de visitantes: http://blogdocruz.blog.uol.com.br/, vale a pena, valoriza o dinheiro público, bem como, luta pela difusão do "esporte legal", verbas nos lugares certos e nas mãos certas. Vale a pena conferir... vc que é de uma índole tão ilibada, precisa estar nesse grupo!

    Forte abraço

    PAULOFILÉ

    ResponderExcluir
  4. oi Jota,tudo bem?
    Gostaria que visse o que aprontei na minha nova postagem no meu blog. Queria saber se você já esteve onde registrei lá. Poderia dar uma passadinha para ver? Obrigado amigo.
    http://chiqueiroverde.blogspot.com/2010/01/fotos-exclusivas-de-dentro-do-gramado.html

    ResponderExcluir
  5. Falaste bem, Jota. A Copa deste ano talvez agora fique mais comentada pelo povo com esse debate sobre Ronaldinho merecer ou não ser chamado, mas concordo que a expectativa geral para ela não é a mesma de anos anteriores. Não sei também se muitas pessoas não tão com a cabeça mais no Mundial aqui do Brasil, principalmente nas consequências fora de campo (urbanisticamente falando) que ela terá. Mas acho que isso é só agora antes dela. Quando a bola rolar, claro, o povo vai se ligar, a torcida torcerá - com o perdão da redundância - pelo Brasil e secará os rivais, enfim, será o tom das rodas de conversa futebolísticas.

    ResponderExcluir
  6. Boa, Filé, passarei pelo blog agora mesmo.
    Obrigado pelo toque.

    Via as fotos, Hermes. Bonitas. Confesso que só uma vez entrei nos bastidores do Palestra e foi apenas no ambulatório. No gramado e vestiários, nunca fui.

    Edu, concordo. Quando a bola entrar em jogo a coisa esquenta. E mesmo antes, um mes antes, o brasileiro vai se ligar e muito na competição.
    Não tem como nao se ligar em Copa do Mundo, certo???

    abraço a todos.
    jota

    ResponderExcluir
  7. Opa, se tiver sobrando vaga Jota, fala pra me chamarem! :D Abraços e bom final de semana!

    ResponderExcluir