segunda-feira, 7 de setembro de 2009

A REVANCHE DE DUNGA

Vamos para mais uma Copa do Mundo.

Nunca estivemos fora dela.

Dunga despeja revanchismo naqueles que o criticavam. É um direito dele.

Sei que é fácil falar ou escrever, mas todo treinador da Seleção DEVERIA ter preparo para aguentar a pressão inerente ao cargo e ter a maturidade de entender que o papel da imprensa também é o de criticar.

Nenhum treinador que passou pelo comando da Seleção conseguiu o devido equilibrio para suportar as críticas.

E concordo que é muito difícil ter equilibrio nessas horas.

Técnico de futebol é de carne, osso e sentimentos.

Todo mundo dá palpites.
Povo, mídia, políticos, diplomatas, TODOS querem dar opinião.

É normal que seja assim, pois o futebol envolve paixão e aquela incrível tendencia de cada um achar que entende mais que os outros.

A história registra que antes das principais conquistas brasileiras em Copas - 58, 62, 70, 94 e 2002 - a carga de críticas em cima dos respectivos treinadores sempre foi fortíssima.

Algumas com fundamento, outras com paixão e tendencias regionalistas, mas sempre houve palpites.

O futebol propicia isto.

Mas nessas horas é que eu gostaria de ver um Paulo Autuori ou um Tite à frente do selecionado brasileiro, dois dos mais equilibrados e ponderados treinadores que conheço.

Será que até eles sucumbiriam à pressão ?

Cá entre nós: acho que sim.

8 comentários:

  1. Olá Jota!
    Gostei do tema e aliás muito bem escrito, sem nada para ser retificado (rsrsrsrs).
    Brincadeira Jota! O Dunga, os jogadores, a torcida, enfim todos estão de parabéns pela vitória e pela classificação! Só tem um detalhe: o trabalho sério precisa continuar, é importante curtir essa vitória sobre a Argentina, mas é preciso jogar bem contra o Chile, afinal a torcida baiana também merece ver um belo espetáculo(como jamais diria Muricy Ramalho, pra ele belo espetáculo só vendo o Olodum - rsrsrsrs)
    Um bj Jota!!
    Silmara

    ResponderExcluir
  2. Jota
    Voce citou o Paulo Autuori e o Tite, concordo que são equilibrados destoando da maioria dos seus colegas,porem a propria imprensa não valoriza os dois, pois preferem dar espaço para aqueles que demonstram um desiquilibrio muitas vezes até forçado, pois são esses tipos de profissionais que dão audiência, que vendem jornais, etc.

    ResponderExcluir
  3. É isso ai, Silmara. Vc está certa.
    Quanto ao seu Santos.......rsssss
    beijo e boa semana, amiga.
    jota

    ResponderExcluir
  4. Eu quero ver é se o Muricy for técnico da Seleção um dia. rsrsrs

    A imprensa que se prepare.

    Os dois técnicos citados são muito bons, mas pouco valorizados pela grande mídia, talvez por atuarem fora do eixo Rio-SP(talvez).

    Daria certo, sim. Para nós jornalistas também...rs

    Grande abraço, Jota!

    ResponderExcluir
  5. Roberto, perfeita a sua observação.
    Infelizmente é o que estamos vivendo.
    Ouvi há pouco tempo um comentário muito desagradável sobre Paulo Autuori, a respeito de seleção.
    Comentário infeliz, eu diria, e preconceituoso.
    "" Paulo Autuori é um bom treinador, mas é muito EDUCADO...."""

    Como se educação fosse um grande defeito.
    Lamentável.

    abraço
    jota

    ResponderExcluir
  6. JOTA

    O Dunga apenas reagiu em defesa dos técnicos e outros profissionais da bola que são crucificados diariamente por cometerem erros. Vc sempre aborda esta linha de raciocínio...Agora, cá entre nós, está na hora de alguns profissionais de imprensa se aprimorarem. Perguntas inteligentes não fazem mal algum... afinal, o objetivo da mídia é difundir cultura. Para perguntas inteligentes, respostas inteligentes... e o inverso também se aplica. Portanto, o Dunga apenas "pagou com a mesma moeda" na coletiva após a aula de futebol que demos ao "país latino com complexo de europa"... servem para jogar bola, fazer churrasco e brigar...

    Forte abraço e boa semana.

    PAULOFILÉ
    OBS: O Tigre da Paulista(RIO BRANCO EC-AMERICANA/SP)começa a reagir na Copa Paulista... vai se classificar! Não vale nada, mas, vai fazer muita gente parar para pensar, como tecer críticas à um trabalho sério, elas devem e podem acontecer, mas, com a razão e não com a emoção.

    ResponderExcluir
  7. Jota, ocorreu um episódio lamentável aqui no futebol capixaba. Após o término do clássico Serra 1x3 Rio Branco, torcedores do Rio Branco permaneceram em frente ao estádio, alegando que membros de uma torcida organizada do rival estariam agrupados em um ponto de ônibus os esperando pra um emboscada.
    Preocupados com a situação, homens, mulheres, idosos e crianças, foram pedir proteção para o efetivo policial que lá se encontrava. Mas, surpreendentemente, deram de cara com uma polícia preguiçosa, arrogante e de extrema má-vontade, que parecia estar fazendo um enorme favor aos populares, e não trabalhando pra quem lhes paga. Um dos policiais, ainda teve a audácia de jogar a responsabilidade pra cima dos torcedores com o papo inacreditável de "quem vai pro estádio, tem que assumir esse tipo de risco". Que lógica intragável a desse rapaz.
    No final, numa cena ridícula, uma viatura chega abruptamente ao local e um dos policiais, de maneira grotesa e com extrema falta de respeito aos cidadadãos, brada pela janela em alto e bom som que os torcedores estavam "fazendo graça" e estavam "de PALHAÇADA". Patético e absurdo. Revoltante ver esse comportamento vindo de autoridades que têm como ofício servir á população. E, pior ainda, é ver como o torcedor brasileiro ainda é tratado de maneira ultrajante e humilhante no "país do futebol" e sede da Copa de 2014. É esperar que até lá as coisas melhorem.
    O link do vídeo mostrando o descaso da polícia:
    http://www.youtube.com/watch?v=x9PC8PUsuXo

    ResponderExcluir
  8. Obrigado pelo post, Rafael.
    É lamentável o que ocorreu. Demonstração do quanto ainda temos que crescer para lidar com essas situações.
    O despreparo de profissionais, em todas as áreas, é de chorar.
    abraço.
    volte sempre.
    jota

    ResponderExcluir