quarta-feira, 9 de setembro de 2009

DUNGA X MARADONA - QUEM É MELHOR ?

Por que Dunga está dando certo como técnico e Diego Maradona, não ?

Já me fizeram essa pergunta nas ruas e eu a repasso para os amigos do blog.

Eu diria que à par da dificuldade de responder, e convencer, vários aspectos precisam ser invocados na questão.

Primeiro: quem garante que Dunga será um treinador de sucesso? Ou classificando a seleção para a África já o credencia como vitorioso?

Segundo: uma demissão agora de Maradona o condenaria a ser um fracassado na profissão de treinador ? Aniquilaria projetos pessoais ?

Outra coisa. Todos sabemos que treinador só se consagra com resultados, titulos e um marketing bom.

E mesmo assim, ao longo da carreira o técnico já "consagrado" leva muitas pauladas, pois os tropeços são mais do que naturais.

Quem não se lembra de Telê Santana antes de trabalhar no São Paulo, onde ganhou tudo ?

Telê era rotulado como "pé-frio".
Tipo: bonzinho, mas não ganha nada.

Depois, o mineiro de Itabirito se consagrou, mesmo tendo sido malhado por não ter ganhado a Copa de 82.

Valdir Espinosa foi campeão do mundo pelo Grêmio e até hoje há pessoas que duvidam da sua capacidade. Com o que não concordo.

Seleção brasileira foi campeã do mundo em 1958, o técnico era Vicente Feola, e o papo que sempre correu é que ele cochilava durante os jogos.

É claro que são casos, e casos.

Citaríamos outros diversos treinadores, que passaram de estrategistas e táticos, a "fraquinhos" e mais ou menos.

A verdade principal é que treinador vive de RESULTADOS. Heróis e competentes se ganham, burros e fracos quando perdem.

Tudo varia de acordo com o momento e a cabeça do torcedor, e da mídia.

Acho que é cedo para responder sobre Dunga e Maradona, embora eu entenda que o brasileiro vá seguir na carreira, e o argentino não.

Dunga vai em frente, independentemente de ser campeão do mundo em 2010.

Sinto que Dieguito, saindo da seleção argentina, nunca mais se arriscará como treinador.

Mas dê a sua opinião. Participe aqui do nosso papo.

O assunto é palpitante.



5 comentários:

  1. CARO JOTA

    ESSA É FÁCIL... MANDA OUTRA!
    DUNGA!!!

    ABS

    PAULOFILÉ

    ResponderExcluir
  2. Orlando, João Pessoa/PB9 de setembro de 2009 14:04

    Olá, Jota. Tudo bem?
    Olha, acho que a resposta reside na qualidade dos elencos das duas seleções. A Seleção Brasileira, Jota, é muito melhor do que a Seleção Argentina. Desconfio que o trabalho de Maradona renderia muito mais do que está rendendo, caso ele estivesse no lugar de Dunga; e o rendimento de Dunga não seria o mesmo se ele estivesse treinando os argentinos. Concorda? Idealmente, a prova dos nove poderia ser tirada caso Dunga e Maradona tivessem em suas mãos jogadores com a mesma qualidade técnica e tática. Acho que Dunga se surpreende com o resultado do seu trabalho, enquanto Maradona se decepciona com o dele.

    Abraço, Jota

    ResponderExcluir
  3. Jota
    Acho que o problema maior do Maradona é o mesmo que vejo no Renato Gaucho, os dois guardadas as devidas proporções foram grandes jogadores que mesmo não levando uma vida exemplar de esportistas conseguiam devido a altissima habilidade resolver as partidas, era normal depararmos com situações polemicas destes dois jogadores porem quando entravam em campo resolviam as partidas. Porem eles ainda não perceberam que como técnico a situação muda, um treinador por melhor que seja não tem o poder de um craque para resolver as partidas, ainda mais no caso deles que estão iniciando na carreira é necessário mais humildade e menos falatório.
    Abraços
    Roberto Carlos

    ResponderExcluir
  4. Olá Jota,
    Eu acho o seguinte: é muita responsabilidade, um ex-jogador que já foi ídolo ser treinador. O Pelé, por exemplo, já recusou inúmeras propostas para ser o "professor" de vários times, inclusive do Santos, onde ele sempre deu seus pitacos, mas nunca quis ser mais lembrado do que "o melhor jogador de todos os tempos". O Zico também disse, que nunca treinaria o Flamengo, pois gostaria de ser lembrado como ídolo. Estas duas feras sabem que ser treinador num time onde se fez história, pode manchar ou até mesmo ter lembranças substituídas por momentos ruins e avassaladores.
    Uma vez, que se aventura a ser técnico, pode ser um caminho sem volta. Claro, que alguns conseguem obter sucesso, como Muricy, no São Paulo, onde foi chamado de ídolo dentro e fora de campo. Mas outros tem a capacidade e conhecimento sobre futebol, colocados à prova quando erram.
    Dunga, foi sim ídolo na Seleção, mas nunca tão badalado. A escolha dele como treinador fez muitos torcerem o nariz, mas é indíscutível, que o caminho parece certo. Dois campeonatos disputados e dois títulos conquistados, devem ser reconhecidos.
    Já com Maradona, considerado pelos argentinos, o "Melhor de todos os tempos", é complicado saber se caso a Argentina não se classifique para a Copa, "Dom Diego", será poupado das críticas e até tenha a história "esquecida" por seu povo.
    Mas, digo, que a briga não será fácil. Menos popular que Maradona, Dunga vem dando seu toque à Seleção e já classificou o Brasil à Copa. Enquanto, os hermanos precisam acordar ou então verão o Mundial da África do Sul, apenas pela televisão.

    Abraços,

    Rafaella Ferreira
    Santos/SP

    ResponderExcluir
  5. Belas observações, amigos.
    Muito valiosas.
    Obrigado.
    jota

    ResponderExcluir