terça-feira, 11 de agosto de 2009

VIDA DE TREINADOR

Loucura, loucura, loucura, diria o apresentador da Globo.

Ney Franco demitido no Botafogo, contratado pelo Coritiba.

Estevam Soares está bem no Barueri mas ficou atiçado para pegar o Botafogo.

Vagner Mancini ainda na praça.

Carpegiane é outro que está livre no mercado.

Renê Simões assumiria a Lusa paulista.

Valdemar Lemos no Fogão?

Péricles Chamusca veio do Japão e assumiu o Sport.

Tite está mais seguro no Colorado. Parece que a turbulencia já passou.

Ricardo Gomes ganha a confiança da galera tricolor no Morumbi.

Mano Menezes já estaria a perigo no Timão?

Geninho vai dando um jeito no Náutico.

Hélio dos Anjos começa a ser cobrado por parte da massa do Goiás, que pensa em titulo.

Até quando a diretoria do Flamengo dá tranquilidade para Andrade se firmar no comando rubronegro?

Adilson Batista balançou, mas tem o forte aval (?) da direção cruzeirense.

Vitória, sem Carpegiane, vai de interino ou contrata alguém?

O Grêmio ainda não se firmou com Paulo Autuori. Mas está na briga.

Santo André e São Caetano não conseguem equilibrio e seus treinadores ficam na balança.

Muricy e Celso Roth em mar de tranquilidade. Mas sabem perfeitamente que caso os resultados mudem, também estarão no olho de algum furacão.

Enfim, vida de treinador parece legal, mas é cheia de tensões.
Se por um lado os técnicos são bem remunerados ( quando recebem em dia ), de outro é um monstro por dia a ser detonado.

Um comentário:

  1. É Jota, difícil a vida de treinador. Mas destaco o Antonio Carlos, que no São Caetano leva o time que era lanterna a estar 5 pontos atrás do G-4. O Azulão voltou! RSRSRS

    grande abraço!

    ResponderExcluir