terça-feira, 4 de agosto de 2009

O AVAÍ PAGA EM DIA

Enquanto há centenas de ações trabalhistas envolvendo os clubes brasileiros, e o futebol argentino devendo até os calções ( o inicio do campeonato está ameaçado ), no domingo passado ouvimos de alguns jogadores do Avaí declarações reconfortantes.

O time catarinense, em reação espetacular no Brasileirão, paga rigorosamente em dia os salários de todo o grupo.

Marquinhos, capitão do Avaí, disse que recusou algumas propostas ( até de grandes clubes brasileiros ) exatamente pela tranquilidade que o clube dá, pagando em dia e cumprindo com as suas obrigações trabalhistas.

Marquinhos e outros companheiros de equipe recusaram convites com valores mais altos do que ganham no Avaí. Preferem ganhar um pouco menos e RECEBER no dia programado.

É mais ou menos como alguns treinadores brasileiros, que abandonaram a inserção de cláusula contratual de rescisão, uma vez que dificilmente os demitidos acabam recebendo a grana.

E na esteira desse assunto, é bom falar também dos jogadores que vão para o exterior ( assanhados por propostas mirabolantes ) e que muitas vezes voltam ao Brasil frustrados.
Ou não se adaptam aos costumes do país ou são enganados pelos empresários.

Vivemos tempos tão esquisitos, que hoje se parabeniza àqueles que pagam em dia, quando esta atitude deveria ser absolutamente natural, de respeito a quem trabalha, os assalariados.

3 comentários:

  1. JOTA

    Bom dia!

    A fórmula é simples, contabilidade aberta, sem "comessões", pode e até deve haver comissões, lícitas, valores exequíveis em um negócio do mundo capitalista, sem "debaixo do pano", que a coisa anda.
    Seriedade meu amigo. O mundo do futebol envolve muitos valores, que, bem administrados só resta a "zebra" do placar... pois, os negócios vão muito bem obrigado!

    Parabéns pela abordagem, forte abraço.

    PAULOFILÉ

    ResponderExcluir
  2. Amigo Filé, é isso aí.
    Perfeitas as suas colocações.
    Acho que tudo passa pela total falta de punição aos dirigentes que enterram as finanças dos clubes.
    Eles passam, fazem seus nomes, aparecem nas televisões, e depois deixam as agremiações com um enorme buraco financeiro.
    Abraço
    jota

    ResponderExcluir
  3. Fala Jota

    Desculpe, mas agora não posso ser imparcial... Até eu desconfiei no começo do campeonato que esse time sofreria na série a. Não cair continua sendo o objetivo, porém a arrancada mostra que os jogadores estão compromissados, e nosso técnico sem dúvidas é um dos melhores do país. E a ressacada, cada vez mais bonita.
    Vamo vamo avaê!!

    Abraço

    ResponderExcluir