terça-feira, 16 de junho de 2009

LEMBRANDO SILVERSTONE

Domingo tem o GP de Silverstone.

Estive duas vezes no circuito inglês. Em 1981 e 1982 com o amigo Edgar Mello Filho, transmitindo pela rádio Bandeirantes de SP.

Ficávamos hospedados em Londres e íamos de carro para o autódromo assistir aos treinos.

Foi em Londres que experimentei pela primeira vez a "mão invertida" no transito.

E os carros com a direção do lado direito, como todos sabem.

Em Silverstone fui apresentado a um garoto brasileiro que fazia muito sucesso nas fórmulas inglesas. Ganhava tudo e prometia ser incluido brevemente no circo da Fórmula 1.

Edgar Mello me apresentou um cara tímido, franzino, acanhado.

O nome dele?

Ayrton.

Em um dos treinos ele ficou ao nosso lado na posição de transmissão e pouco falava.

O nome dele?

Ayrton Senna da Silva.

Um comentário:

  1. O gênio das pistas, e exemplo de ser humano fora delas, Ayrton Senna da Silva. Que falta que ele nos faz aqui, Jota!

    Hoje somos um povo carente de um ídolo que goste tanto do Brasil como gostava, e amava, Ayrton Senna.

    abraço!

    ResponderExcluir