segunda-feira, 1 de junho de 2009

CANTINHO DE SAUDADE

Esta semana completam-se 3 anos da morte física de Fiori Gigliotte, o locutor da torcida brasileira, como era chamado.

Ele nos deixou às vésperas da Copa do Mundo da Alemanha.

Aprendi a ouvir as narrações de Fiori desde garoto. Uma voz diferente, uma entonação especial, uma maneira doce e ao mesmo tempo vibrante de transmitir futebol.

Mantive meus primeiros contatos pessoais com ele à partir de 1976 quando fui trabalhar no rádio paulistano.

Uma figura dócil, de paz, compreensiva, humana, sábia no lidar com os semelhantes.

Tornei-me um amigo mais próximo de Fiori quando da minha ida para a rádio Bandeirantes em 1980.

Trabalhamos juntos no prefixo do Morumbi por três anos e meio. Depois disso passei a atuar na TV Bandeirantes, porém sempre nos comunicávamos pelos corredores da emissora e também pelos estádios.

Levei o mestre para festas no interior paulista - especialmente na minha Americana - várias vezes, onde ele dava aulas de comunicação e de religiosidade.

Conheci dona Adelaide, sua esposa, e seu filho Marcelo.

Falei ao telefone com ele cerca de 20 dias antes de seu falecimento físico.

Reclamava de muitas dores nas costas e de vários exames que iria fazer para detetar algum problema.

O problema foi detetado e daí surgiram as complicações pós-cirurgia e o desfecho tão cruel para a sua família, amigos e fãs.

Tenho as mais lindas lembranças do amigo Fiori, à par de todo o seu talento na arte de narrar futebol e de se comunicar com as pessoas.

Faz três anos.

Fiori será sempre lembrado por sua carreira vitoriosa e pelos amigos que fez ao longo de décadas.

Fazia o "Cantinho de Saudade" aos jogadores, dirigentes e treinadores falecidos, brotando mensagens de amor e de respeito àqueles que fizeram a história do futebol brasileiro.

Uma pena que ninguém tenha o seu talento para lhe fazer um "Cantinho de Saudade" especial e merecido.

Mas fica aqui a minha homenagem e a minha lembrança ao inesquecível amigo.





10 comentários:

  1. JOTA

    Belas palavras amigo... tenha certeza que o grande Fiori, no Céu, leu suas palavras e emocionou-se, como sempre o fazia no final do programa "Cantinho da Saudade", atribuindo ao homenageado o "troféu da lembrança" pela importante citação, vindo de uma referência tão nobre... também fui ouvinte do "moço da Barra Bonita", que, destacou-se em Jahú(como se escrevia nos bons tempos...) e daí tornou-se "cidadão do mundo do futebol". Vc tem o dom de reconhecer as pessoas Jota, isto faz com que seja uma pessoa extremamente diferenciada no mundo que vivemos...

    Forte abraço

    PAULOFILÉ

    ResponderExcluir
  2. Filé, o inesquecível Fiori sempre merecerá homenagens, especialmente pela entidade cheia de luz que por aqui esteve durante setenta e poucos anos da nossa contagem terrena.

    Fiori é eterno na memória dos brasileiros que o acompanharam na carreira e na vida pessoal.

    abraço, amigo.
    jota

    ResponderExcluir
  3. Não tive o prazer em curtir suas narrações (Fiori), mas só escuto coisas boas a seu respeito. Claro que já escutei gravações de suas narrações. Sem dúvida um profissional muito competente.

    Abraço
    Fernando Richter

    ResponderExcluir
  4. Jota
    Foi com o Fiori que iniciei ouvindo futebol, na epoca não tinhamos tantos jogos ao vivo na TV, entre tantos elogios que ele merece um dos que gosto sempre de ressaltar é o fato de mesmo sendo um grande nome na capital ele nunca deixou de valorizar as cidades interioranas, até dava a impressão que nasceu em todas pois as tratava com um carinho como se as mesmas fossem a sua terra natal.
    Abraços
    Roberto Carlos

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente só pude ouvir uma narração do mestre Fiori Gigliotti, na Rede Vida, pouco tempo antes de sua partida para o plano espiritual. Era um gênio, sem dúvidas.

    Todos os dias, eu assistia ao Debate Bola, do Milton Neves, na Record, com a presença do Fiori Gigliotti. O Milton parecia fascinado com a presença de Fiori, e creio que qualquer um ficaria. Uma grande perda para a narração esportiva do Brasil, e às vesperas (literalmente) de uma Copa do Mundo. Lembro-me de Galvão Bueno, na abertura da Copa na Alemanha, iniciar o jogo Alemanha x Costa Rica com a frase: "Abrem-se as cortinas e começa o espetáculo".

    Ficou, para mim, a lembrança dos comentários sempre bem dosados, e de uma calma impressionante ao falar, dignos de quem não precisa se impor, gritando ou gesticulando, para tentar ter razão em debate esportivos.

    Abraço jota!

    ResponderExcluir
  6. FIORI GIGLIOTI, ERA UM BAITA LOCUTOR, LEMBRO ME QUE AS VEZES OUVIA ELE NARRAR "ABREM SE AS CORTINAS E COMEÇA O ESPETÁCULO", OU ENTÃO "BALÃO SUBINDO E DESCENDO" OU AINDA AO ENCERRAR A PARTIDA ELE DIZIA " FECHAM- SE AS CORTINAS E TERMINA O ESPETÁCULO", COMO SE O FUTEBOL FOSSE UMA APRESENTAÇÃO TEATRAL.

    ABRAÇOS JOTA JUNIOR DO SEU FÃ DOUGLAS DA SILVA RODRIGUES

    ResponderExcluir
  7. Douglas

    Rogério Achiles está no rádio de Piracicaba, a sua terra natal.
    José Roberto Papacídero deixou o microfone. É um grande e importante advogado na região do ABC.

    Fiori foi um mestre da comunicação, indiscutivelmente.

    abraço do jota

    ResponderExcluir
  8. FIORI DÁ SAUDADES POR CAUSA DA EMOÇÃO AO TRANSMITIR UMA PARTIDA DE FUTEBOL, COLOCAVA O CORAÇÃO NA PONTA DO MICROFONE, NARRAVA COMO SE ESTIVESSE JUNTO DOS JOGADORES PORQUE TAMBÉM ESTEVE LÁ DENTRO DA QUATRO LINHAS PARA NÓS OUVINTES FICA UM VAZIO ONDE NUNCA HAVERÁ UM FIORI SEUS BORDÕES SÃO EXCLUSIVOS E PATENTEADOS NA MEMÓRIA DE CADA FUTEBOLISTA.DESDE JÁ AGRADEÇO ESTA OPORTUNIDADE MORO EM CAPÃO BONITO INTERIOR DE SÃO PAULO ACOMPANHO A EQUIPE DO ELOSPORT 2ªDIVISÃO DO CAMPEONATO PAULISTA AQUI TODOS ME CONHECEM COMO GAMARRA MAS TENHO FEITO UM TRABALHO VOLUNTÁRIO BUSCANDO SEMPRE A EMOÇÃO NUMA TRANSMISSÃO DE JOGO AMADORA MAS QUE COLOCO A EMOÇÃO E APRENDI COM ELE FIORI GIGLIOTI QUE ESTEJA NA MEMÓRIA DE JEOVÁ ONDE A TERRA SERÁ UM PARAÍSO ONDE ELE GANHARÁ A VERDADEIRA VIDA.

    ResponderExcluir
  9. Benvindo Gonçalo Silva18 de abril de 2010 14:09

    Eu, nos anos 60 deixei, a cidade santa fé do sul, onde morava na zona rural, vindo com destino a Araraquara, ali comecei a curtir futebol no estadio da Ferroviaria, nao tinha tv, e na transmissao de um jogo entre ferroviaria x corintians que passei a curtir as transmissoes do futebol atravez do Fiori, eu me concentrava tanto na sua trasmissão que conseguia criar todas as imagens de sua narraçao dentro da minha cabeça porque o Fiori passava para a gente a emoçao que curtiamos quando estava assistindo ao vivo o futebol no estadio. acompanhei todas as transmissoes das copas do mundo atraves dele, hoje sinto uma saudade imensa deste meu idolo que passou pela minha vida.

    ResponderExcluir
  10. TÁ DOIS DOS MAIORES TORCEDORES VERDES DO MUNDO
    DOIS DOS MAIRES TORCEDORES DO VERDAO.
    COMO ESTE J, JUNIOR E FIORI GIGLIOTTE É PALMEIRAS FANATICO.

    ResponderExcluir