quinta-feira, 2 de abril de 2009

QUINTA QUENTE

Rodada quente hoje do Paulistão. Aliás, complementação da rodada que começou na terça-feira.

As atenções maiores voltadas para a Vila Famosa, Urbano Caldeira, a casa do Peixe.

A Portuguesa entra em campo ressabiada com a arbitragem, mais pela história do que propriamente com o juiz, José Henrique de Carvalho, pessoa que conheço muito bem e de reputação intocável.

Tem o duelo de Marilia e Noroeste, rivalidade bem antiga das duas cidades. E que não se restringe apenas ao futebol, mas é política e social.

E tem Botafogo e Ponte Preta em Ribeirão Preto. Vale vaga na série D do Brasileiro para o tricolor da terra do chope. A Macaca precisa pontuar e depois disputar o título do interior, que tem em seu bojo um chequinho de R$ 250 mil.

São Paulo e Guará fazem um jogo tranquilo no Morumbi, embora o time do Vale do Paraíba ainda corra algum risco de cair. Mas terá o último jogo em casa contra o Oeste.

E em Santo André, no Bruno José Daniel, o time da casa pega o Barueri, às nove e meia da noite, com transmissão do Sportv. Estarei nessa ao lado dos queridos Mauricio Noriega, Marcos Peres e Joanna de Assis. O Ramalhão precisa ganhar, mas vai entrar em campo sabendo do que aconteceu na Vila à tarde entre Santos e Portuguesa, diretos concorrentes.

Acho que o time do bom técnico Sérgio Guedes só irá disputar o titulo do interior, embora seja da Grande São Paulo.

6 comentários:

  1. Jota

    Será que a liderença do Palmeiras até agora não é um pouco ilusória para ser apontado como o grande favorito como muitos dizem? pois não conseguiu vencer o S. Paulo, Corinthians e a Lusa que são os melhoes times do campeonato. Isto sem falar na Libertadores onde perdeu todas, ou seja, fracassou contra os seus rivais mais fortes.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Procedente a sua observação, Roberto.
    São constatações irrefutáveis.
    Isso mesmo.
    abraçao.....

    ResponderExcluir
  3. Arbitragem de excelente qualidade no jogo entre Santos e Portuguesa. Não caberia elogios por parte das diretorias para o trio de arbitragem? Ou esse tipo de atitude não interessa aos clubes? Abraços, Ronaldo - Jundiaí-SP

    ResponderExcluir
  4. Ronaldo, sem dúvida que caberia, mas no futebol faltam elegancia, educação. Falta o espirito esportivo, que vemos em outras modalidades.
    Uma pena.
    Eles só se lembram dos árbitros na hora de justificar derrotas, criticando os mesmos.
    gde abraço.

    ResponderExcluir
  5. Jota,
    Qual o jogo que narrará domingo?

    Abraços,

    ResponderExcluir
  6. SALVE JOTA!

    BOA RONALDO, O "MENINO" ZÉ HENRIQUE DEU UM SHOW!!!

    ABS

    PAULOFILÉ

    ResponderExcluir