quinta-feira, 5 de março de 2009

UM HORROR

Preocupou, e muito, o que vimos ontem no estádio do Itumbiara.

Quanta desorganização. Quanta gente dentro do gramado. Quanto assédio aos jogadores. Seguranças do Corinthians em campo. Inadmissível para um País que pretende realizar uma Copa do Mundo.

Imagine o planeta (homens da Fifa) vendo as imagens de ontem.

Estamos falando de Itumbiara, mas em grandes estádios a coisa não é muito diferente. No Maracanã, por exemplo, é sempre um mar de penetras no gramado retardando o inicio dos espetáculos.

Infelizmente, ainda estamos verdes em termos de organizar um evento esportivo.

É claro que numa Copa a coisa será diferente, haverá mais rigor na distribuição das credenciais, na fiscalização de acesso aos gramados, enfim, o modelo será outro. Mas é preocupante, pois a nossa cultura ainda é primitiva, a do jeitinho, a de se encaixar parentes e amigos de deputados, senadores, prefeitos e asseclas.

Em nossos estádios, por exemplo, os jornalistas às vezes precisam exibir suas credenciais mais de uma vez até chegar ao seu posto, mas no intervalo e durante os jogos aparecem "trocentos" sapos nas cabines e reservados.

Disciplina é uma palavra que fazemos questão de não exercitá-la. Parece que temos prazer em burlar leis e normas, em um exibicionismo de autoridade ou de privilégio que é revoltante.

Ontem em Itumbiara demos um péssimo exemplo de falta de educação, e de despreparo na organização de um importante evento.

Resta saber se aprenderemos a nos enquadrar até 2014. Que está logo ali.

4 comentários:

  1. Jotinha, que prazer saber que voce está muito bem,realmente Copa do Mundo para o Brasil, é sempre um Risco para a maioria, o povo, e dinheiro demais para alguns, sempre os mesmos...

    ResponderExcluir
  2. Grande Jota.

    Vivo me perguntando. Será que somos competentes para realizar uma Copa do Mundo? Será que nossa cultura está desenvolvida para receber tantos países "desenvolvidos"? Será que nossas polícias estão realmete preparadas para proteger torcedores, delegações e etc? Será que nossa querida e ilustre CBF saberá conduzir a competição mais importante do mundo de forma clara e honesta? Será que não haverá filas para ingressos, estacionamentos, informações e outros? Enfim... Realmente uma Copa do Mundo no Brasil é algo que gera muita desconfiança por parte de todos, seja ela da imprensa, torcedor, dirigente, jogadores e todos os envolvidos no esporte. Sou brasileiro. Jamais vou torcer contra. Mas que não venha o Sr. Ricardo Teixeira e o presidente Lula em seus lindos discursos tentar me convencer que teremos uma Copa civilizada, isso eu não acredito.

    Grande abraço,

    Fernando Richter.
    www.pbcomfernandorichter.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Fala Jota!

    Temos muito que melhorar mesmo. Na verdade, se dependesse de mim, só receberíamos uma copa quando problemas que há anos nos incomodam fossem resolvidos - escolas para todas as crianças, saúde pública descente, distribuição de renda...

    "parentes e amigos de deputados, senadores, prefeitos e asseclas", é capaz deixarem um profissional de fora para esses entrarem. Acompanhando as transmissões o repórter da espn deu uma informação no mínimo 'singular'. Como o itumbiara é mantido pela prefeitura, foram distribuídas várias camisas do clube - todas com o número do partido do prefeito. Cada uma hein!

    Abraço e bons jogos!

    ResponderExcluir
  4. Jota

    Fatos como invasões de campos e brigas de torcidas é sem duvida lamentável, porem não vejo isto como um empecilho para sediar uma Copa do Mundo no Brasil, pois em um evento desta importância a organização será com certeza muito rígida no credenciamento dos jornalistas e demais profissionais e quanto aos torcedores brigões com eles não terão dinheiro nem para chegar perto dos estádios. O que me preocupa são os gastos como sempre superfaturados que farão a alegrias das empreiteiras.

    Um abraço

    Roberto Carlos

    ResponderExcluir