quinta-feira, 12 de março de 2009

O PREÇO DO PROFISSIONALISMO

Não adianta alguns treinadores ficarem reclamando de maratona, horários de jogos e etc.

Os clubes assinam seus contratos com as federações e televisões e têm de ficar sujeitos aos interesses de quem adquiriu os direitos.

É melhor os técnicos reclamarem com seus dirigentes, exatamente as pessoas que assinaram a papelada concordando com as regras do jogo. E isto eles não fazem, pois certamente levarão uma bronca. Se é que já não levaram.

A verdade é que as agremiações precisam de muita grana e querem participar do maior número possível de eventos, sem pensar no aspecto físico e até logístico dos profissionais.

O custo-futebol é altíssimo, jogadores e técnicos dos grandes clubes ganham salários astronomicos e as agremiações precisam de receita. Todos querem ganhar bem, estrutura boa, hotéis cinco estrelas nas concentrações, viagens de avião, mas reclamam de aperto no calendário e nas atividades.

E não tenho nenhuma dúvida que caso os clubes jogassem somente aos sábados e domingos, os treinadores pediriam amistosos para o meio da semana. Isto já aconteceu tanto.

2 comentários:

  1. Jota,tudo de jogar muitos jogos pra se arrecadar mais,mais grana de tv....Mas os horarios dos jogos estao demais.....Em primeiro lugar tem jogos em tudo quanto é horario....11:00 de domingo,18:10 de sabado e domingo,18:30 sabado e domingo,19:10 de sabado e domingo,04:00 de sabado e domingo,21:30 de quinta,21:45 de quarta e quinta,22:00 de quarta,fora se esqueci algum......Não dá....Ta demais......Ta ficando insuportavel....Ontem mesmo nem esperei o jogo do Santos e do São Paulo,fui dormir......Isso eu em casa....Imagina ir no estadio......Tem de ser herói mesmo.......Nisso creio que a tv teria de se adaptar,porque se o futebol perder o interesse no jogos,e a audiencia ta mostrando isto,caindo ano após ano,os patrocinadores tb vão perder,ai perde o clube,o torcedor,a tv que não fatura a cota.....Penso que esta na hora de todos se unirem e conversarem pra chegar em um denominador comum de horário....O PVC na ESPN fala que até os anos 80 o futebol começava as 21:00,e tenho certeza que a maioria concordaria em muito com este horario.....Seria otimo pra todos.....Mas ai a DONA GLOBO,veta...........Triste.....Muito triste......

    ResponderExcluir
  2. Fausto, quanto aos horários a que vc se referiu, é uma questão técnica. As operadoras ainda não têm condições técnicas de agregar toda a rodada em um único horário. Então os jogos são distribuidos em várias faixas horárias, para atender aos torcedores de cada clube e às operadoras, que conseguem colocar TODOS os jogos no ar.
    É o pay-per-view, que dá receita aos clubes. Não pode ser desprezado. É uma realidade.

    Para atender ao mercado externo, como exemplo, acontecem os jogos às 11 da manhã, em razão do fuso horário. E assim vai....

    Em resumo, não é tão fácil mudar o que está acontecendo. Não é simples, desde que há os interesses comerciais dos clubes e das televisões.

    Entendo também que se reclama demais. Domingo passado os colegas de rádio chiaram sobre o forte calor de Presidente Prudente e o jogo marcado para as 4 da tarde. Ora, se fosse às seis ou sete da noite, reclamariam que o horário do futebol aos domingos é às quatro.
    E que culpa tem o futebol se estava muito calor às quatro da tarde naquele dia.

    Quanto aos horários da noite, no caso das televisões abertas, é conveniência de quem detém os direitos do produto. Tenho muitas dúvidas se outra rede (diferente de Globo e Band) colocasse o futebol às 9 da noite, oito e meia, etc.
    O encaixe comercial das emissoras é na faixa nobre e o futebol não se enquadra nela.

    Mas a discussão é totalmente válida. Continue mandando suas observações, amigo.
    Obrigado e bom fim de semana.

    ResponderExcluir