quinta-feira, 12 de março de 2009

EDEMAR ANUSECK

Ontem no Pacaembu me reencontrei com vários amigos e colegas de rádio e tevê.

É muito legal o papo antes das transmissões, pelos corredores, lanchonetes e até sanitários dos estádios, com amigos que às vezes a gente não vê há muito tempo.

Me encontrei, por exemplo, com o narrador Edemar Anuseck, velho companheiro de jornadas. Voltando ao rádio paulista, ele que até já pensava em se aposentar dos microfones em Curitiba, o "Alemão" demonstra ainda muita alegria no que faz.

Em seus tempos de Jovem Pan - e foram muitos anos - convivemos fraternalmente em viagens de grandes jornadas. Gosto de Anuseck como pessoa, sem falar de toda a sua categoria profissional, muito reconhecida.

Casado, três filhas já devidamente bem colocadas profissionalmente, Anuseck volta ao rádio paulista cheio de vontade. E num prefixo dos mais fortes e tradicional, o da Record, 1000 kwz.

Detalhe: provando que está ótimo de saúde, Edemar mantém o físico em ordem praticando natação diariamente.

Foi bom revê-lo, Alemão!

Um comentário:

  1. Obrigado Jota
    Só agora acessei o teu blog. A recíproca é verdadeira. Lembro dos tempos em que viajamos pelo interior do estado e pelo Brasil transmitindo a emoção do futebol. Ontem batí meu recorde nadando 1.000 metros - sem interrupção -. Segundo os médicos é o melhor esporte para o físico.
    Um grande abraço e saúde sempre
    Edemar Annuseck

    ResponderExcluir