segunda-feira, 2 de março de 2009

BRASIL NA LIBERTADORES

Palmeiras, Sport, Cruzeiro e São Paulo jogam esta semana pela Libertadores.

O Grêmio se refaz da perda do título do primeiro turno do Gauchão e também do empate na primeira rodada em pleno Olímpico diante do Universidad chileno.

Sem poder sequer pensar em tropeço, o Palmeiras recebe o Colo-Colo e tem só uma saída: ganhar. Marcos não jogará. Menino Bruno, que enfrentou o Potosí, vai pro jogo. Galera alviverde já está comprando todos os ingressos da partida.

A Ilha do Retiro vai viver um de seus maiores momentos, qual seja o de abrigar uma partida de Libertadores da América. Após vitória sensacional em Santiago do Chile na primeira rodada, o Leão pernambucano pega a LDU ( um time sempre muito chato ) em jogo para 40 mil pessoas no estádio.

O Cruzeiro de Adilson Batista joga na Bolívia contra o frágil Universitário Sucre e não deve perder a partida. O time cruzeirense está muito bem na temporada, especialmente na Libertadores (ganhou a primeira e empatou a segunda fora de BH). Esse é um grupo onde a Raposa deverá emplacar o primeiro lugar.

Já na quinta-feira, onze e meia da noite, sinal de alerta para o Tricolor do Morumbi em Cáli, Colômbia, diante do América. As duas equipes tropeçaram na primeira rodada, embora o time americano tenha jogado fora de casa, perdendo para o Defensor em Montevidéu.
O São Paulo jamais poderia ter empatado no Morumbi com o Independiente Medellin. Esses dois pontos perdidos em casa poderão pesar lá na frente.

Falei do Grêmio e não disse que o tricolor só volta a jogar pela Libertadores no dia 11 deste mes, fora de Porto Alegre. Vai pegar o Chicó, em Tunja. Conhece?????

3 comentários:

  1. Isso aí Jota. Aqui é o Eder de MG e gostei do que falou do Cruzeiro. Pena que Adilson Baptista é um retranqueiro e puxou o Deportivo Quito pra cima da Raposa no ultimo jogo, o que, merecidamente, resultou no gol nos acréscimos. As vezes agente perde, pela não vontade de ganhar, agente erra por medo de nao acertar.. O time deveria ter sido mais ofensivo principalmente no primeiro tempo e até mesmo quando perdeu Fabricio. Depois da expulsao do bom volante, o Adilson deixou o time sem nenhum meia e sem nenhum atacante. É mole?
    Deu no que deu...


    abraços Jota

    ResponderExcluir
  2. Um adendo informativo desta noite, Jota: o presidente gremista Duda Kroeff informou que este jogo pode não ser em Tunja (que fica a pouco mais de 200 quilômetros de Bogotá) devido a más condições do estádio, podendo ser transferido para a capital. A conferir.

    ResponderExcluir
  3. Valeu o comentário, Eder. Apareça sempre.

    Obrigado Edu pela informação. O PAPO está cada vez melhor. Parabéns.

    abraço do jota

    ResponderExcluir