segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

BOLA NA TRAVE É ERRO

Trabalhei domingo em um jogo para nunca mais esquecer.

Ituano e Santos fizeram uma partida muito interessante, pela movimentação e por lances de muita emoção ao longo dos 90 e poucos minutos.

O time de Itu só havia vencido o Santos uma vez em toda a história, desde 1990. A partida de domingo passado foi a décima sétima entre eles e a segunda vitória do Galo sobre o Peixe.

Mas o incrível desse jogo ficou para as bolas nas traves do Novelli Júnior.

Foram sete carimbadas "no pau", como diria o amigo Silvio Luiz. Seis do Peixe (sendo quatro de Kléber Pereira) e uma do Ituano. Isso mesmo, sete bolas nas traves.

Uns dizem que bola na trave é erro. Invoco essa tese há muito tempo. Também acho que é erro. O certo é colocar a bola dentro do gol, na rede, obviamente.

Mas é sempre emocionante. Sempre sai aquele "uuuu...." da galera.

Gostei do jogo.

Nesta quarta-feira estarei em Mirassol transmitindo pelo Sportv mais um jogo do Paulistão. O time da casa, quarto colocado, pega o Santo André, que desbancou o São Paulo em pleno Morumbi e desestruturou as bases tricolores.

O jogo vai começar às sete e meia da noite. Estarão comigo o ex-goleiro Zetti nos comentários, mais o grande amigo e excelente repórter Marcos Peres, voltando das férias.

4 comentários:

  1. JOTA

    Meu professor de Tedoria e Prática do Futebol na UNIMEP (1982), Prof. Hélio Saconi, que, foi goleiro do XV na década de 60, dizia (brincando) que: "bola na trave era mau chutada... pois, bem chutada, era aquela que ia para as redes!!!"
    Até concordo com o professor...que, com estas palavras, aproveitava para ironizar seus "oponentes" atacantes (sempre foi um grande goleiro, não sei se vc se lembra...)
    Porém, que a bola na trave levanta a galera e emociona o jogo isto não posso negar, mas, no final das contas, no placar do jogo... não vale nada!
    Quanto ao jogo em Mirassol, boa viagem e bom trabalho, Estivemos lá em 2008, se for pernoitar, tenho uma ótima indicação "BBB", sem ser o da GLOBO... qualquer coisa, dê um toque.

    Abs

    PAULOFILÉ

    ResponderExcluir
  2. Olá Jota, estou de volta após alguns dias no Litoral.

    Vi o jogo ontem, e realmente parecia que aquela trave não iria deixar o Santos fazer os gols. E não deixou.

    Quando eu era pequeno, eu sempre dizia que a trave devia valer dois, pois é mais fácil mandar a bola para fora, que é um baita de um espaço grande, ou mesmo no gol, que também é grande, do que na trave, que é um poste fino quietinho ali no campo. rsrsrsrsrs

    Mas concordo com você, o objetivo é o gol e bola na trave é erro. Só que um erro diferente, pois conta muito com a sorte, que ontem passou longe dos atacantes santistas.

    Abraço Jota, e agora, já estarei sempre aqui de novo!

    ResponderExcluir
  3. Se não fosse a trave já teríamos alguém disparado na artilharia do campeonato. hehe

    Abraços, Jota!
    Bruno Silva
    http://ladobdocassete.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Amigos Filé, Allan(o retorno...rssss) e Bruno, obrigado pela presença aqui neste espaço.
    Vcs enriquecem o blog. Acreditem.
    grande abraço!!!!

    ResponderExcluir