domingo, 28 de dezembro de 2008

ALGUMAS DO DOMINGO

Domingo preguicoso e alguns pequenos comentários.

Ligo a televisão e vejo que o amigo Cléber Machado segue na ativa, até porque tem a missão de transmitir na quarta-feira mais uma edicão da São Silvestre. Neste domingo ele narrou o futsal ao vivo de Barueri, Brasil x Paraguai.

Leio que infelizmente a lesão da ginasta Jade Barbosa é irreversível, algo terrível para essa talentosa atleta e para o esporte mundial. A pior notícia esportiva deste final de 2008.

Vejo que a CBF quer disciplinar a apresentacão do Hino Nacional em suas competicões na próxima temporada, pois neste ano que se encerra a coisa foi terrível. Foi um total desrespeito ao nosso símbolo musical.
** Nos estados de São Paulo e Paraná a execucão do Hino é obrigatória.

Leio que segue firme a intencão de se fazer um Corinthians x Flamengo para Ronaldo estrear no Timão em fevereiro. Pelo aspecto promocional, tudo beleza, mas fica a preocupacão pelo comportamento de parte da galera rubronegra, já que a não permanência do Fenomeno na Gávea irritou demais a massa flamenguista.

Garotada júnior segue treinando para a largada da Copa São Paulo no próximo sábado. O evento é de grande visibilidade para os meninos, posto que muita gente do meio estará de olho nos jogos. O público adora a Copinha e costuma lotar os estádios, até por nada ser cobrado na entrada.

Sábado estarei voltando ao trabalho e transmitindo a estréia do Fluminense na Copinha, em Guarulhos, às duas da tarde, pelo Sportv.

Boa semana, pessoal.

4 comentários:

  1. Jota
    Seria um absurdo os dirigentes do Flamengo aceitar que o time entre como coadjuvante na festa da estreia do Ronaldo depois de tantas criticas que fizeram pois se sentiram traidos pelo "Fenomeno", se bem que eu não vi nada de errado pois hoje o futebol é profissional apesar de muitos diretores ainda serem amadores.
    Um feliz 2009 para você e sua familia.

    Roberto Carlos

    ResponderExcluir
  2. DO BLOG DO CITADINI:

    29/12/2008


    Pacaembu II


    O Pacaembu é muito pequeno para o Corinthians. O clube de maior torcida da maior cidade do Brasil não pode mandar os seus jogos em estádio com capacidade para apenas 35.000 pessoas. É ridículo.
    O Hertha Berlin joga em um estádio com capacidade para 76.000 pessoas. O Bayern joga em um estádio para 66.000 pessoas. O Borussia joga em um estádio para 69 mil pessoas. O Real joga em um estádio para 80.000 pessoas. O Barcelona joga em um estádio que comporta 98.797 pessoas. Na América Latina, o América do México tem o Estadio Azteca, para 115 mil pessoas.
    O Flamengo joga no Maracanã, para 92 mil pessoas. O São Paulo tem o Morumbi, para 75.000 pessoas. Os exemplos são inúmeros, pelo Brasil (Inter, Grêmio, Coritiba) e pelo mundo (Manchester United, Newcastle, Milan, Porto), de clubes com torcidas bem menores do que a Fiel, que mandam os seus jogos em estádios muito maiores do que o Pacaembu.
    A situação é absurda. Inadmissível.

    E a questão extrapola o Corinthians. A Administração Pública e os organizadores da Copa-2014 têm a obrigação de enfrentar o caso.
    Berlim tem um estádio com capacidade para 76.000 pessoas (população da cidade: 3.392.026 habitantes).
    Munique tem um estádio para 66.000 pessoas (população: 1,23 milhões de hab.).
    Dortmund tem um estádio para 69 mil pessoas (população: 590 mil habitantes, apenas).
    Madri tem um estádio para 80.000 pessoas (população: 3.162.304).
    O Camp Nou do Barcelona comporta 98.797 (população 1.605.602).
    Na América Latina, a Cidade do Mexico tem o Estadio Azteca, para 115 mil pessoas (população: 8.720.916, sendo 22 milhões em toda a área metropolitana).
    O Rio de Janeiro tem o Maracanã, para 92 mil pessoas (6.000.000 de hab.).
    Enquanto que São Paulo, com 10.886.518 habitantes, maior cidade do Brasil e de todo o Hemisfério Sul (a região metropolitana tem 19.949.261 habitantes, que fazem dela a 6ª metrópole mais populosa do mundo), conta com o que?

    A cidade de São Paulo conta com o ultrapassado e deficiente Morumbi, com a reduzida capacidade de 75.000 pessoas. É muito pouco. São Paulo mereceria um estádio para, pelo menos, 100.000 pessoas, que fosse o maior do país. A realização da copa do mundo no Brasil deve ser aproveitada para solucionar a carência apontada. Cabe à administração pública e aos organizadores da Copa-2014 se conscientizarem disso.

    ResponderExcluir
  3. Obrigado, Roberto, um grande 2009 pra vc também.
    Valeu, Thiago.
    abraco do JOTA

    ResponderExcluir
  4. DEMASIADAMENTE GRANDE O PACAEMBU PARA UM TIMECO QUE VOLTOU DA SEGUNDA DIVISAO

    ResponderExcluir